EUA, mapas e pobreza

Se olhares para uma mapa do mundo no qual a área do país é proporcional ao PIB, os EUA surge inchado que nem um balão.

Este outro mapa faz uma equivalência entre o PIB de cada um dos 50 estados e um país com correspondente PIB. A California destaca-se como tendo um dos PIBs mais altos dos EUA. Caso fosse um país independente seria o país com o 8º PIB.

Mas como sempre quando se fala em índices de riqueza de um país, há que ter em conta a distribuição dessa mesma riqueza. Nos EUA vivem 49.7 milhões de pessoas abaixo do limiar de pobreza (16.1%). Em 2006, era apenas (?!) 12.5%. A Califórnia, um dos estados com maior desigualdade, tem uma taxa de pobreza de 23.5%. O rendimento médio familiar tem vindo a cair, e neste momentos está (ajustado para inflacção) ao nível de 1995.

O Estado está a ajudar cada vez menos os desempregados e mais desfavorecidos. Em 2010, 2/3os dos desempregados recebiam subsídio de desemprego. Esse valor desceu para 54% em 2011, e situa-se este ano nos 45%.

Sobre André Levy

Sou bolseiro de pós-doutoramento em Biologia Evolutiva na Unidade de Investigação em Eco-Etologia do Instituto Superior de Psicologia Aplicada, em Lisboa
Este artigo foi publicado em André Levy, cinco dias, luta dos trabalhadores and tagged , . Bookmark the permalink.

3 respostas a EUA, mapas e pobreza

  1. Carlos Carapeto diz:

    Qual é o peso da venda de material belico no PIB Americano? Alguém sabe?

    • Uma excelente pergunta. Se bem entendo, é saber qual o contributo das empresas Estadunidenses fabricantes de material militar (como a Lockheed Martin, a Boeing, Northrop, etc.) para o PIB dos EUA. Efectivamente nunca pensei nesse lado da pergunta, e (depois de um pequeno esforço) não encontro dados que permitam facilmente responder. Mais frequente é vermos dados sobre as despesas do orçamento federal em armamento (que devem incluir também os apoios directos às companhias que as produzem). Eis um texto de Abril deste ano sobre despesa militar, e como a própria crise económica tem afectado a despesa pública nesta área. (http://www.globalissues.org/news/2012/04/17/13375)

  2. Carlos Carapeto diz:

    André!

    Era precisamente isso que eu desejava saber. A fatia do orçamento anual dos EUA para defesa é + – conhecida , há outras verbas escondidas que não são divulgadas.

    O valor da exportação de material bélico também é conhecido.

    Não encontro dados que indiquem qual é o contributo da industria de armamento no PIB.
    Em tempos li qualquer coisa se não estou em erro, rondava os 30 % .

    Obrigado.

Os comentários estão fechados.