Milícias da comunicação social


Reportagem de Vítor Cid

Depois de se ir esgotando a tese que a polícia actuou de forma “adequada” na carga policial do dia da greve geral, unanimemente papagueada por troikistas (Passos, Cavaco e Seguro), jornalistas fura-greves e comentadores do regime, parece que vai sendo ensaiado um plano b. De Rui Ramos a Pedro Marques Lopes imputa-se responsabilidades a quem exerceu o seu direito de manifestação, ou seja, a quem não abdicou de se continuar a manifestar e/ou não formou milícias para conter polícias infiltrados e demais apedrejadores.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

17 Responses to Milícias da comunicação social

  1. Pingback: Receita de Bordoada à Portuguesa – Aventar

Os comentários estão fechados.