Comunicado do MSE sobre a Carga Policial

“O MSE testemunhou hoje um dos cenários mais dantescos do pós-25 de Abril, um duplo atentado à liberdade e à democracia.

No final da manifestação que reuniu os movimentos sociais e sindicais, a polícia carregou indiscriminadamente sobre os manifestantes, não poupando nem idosos, nem crianças. Alguns de nós ficaram feridos e, ao contrário do que acusa o governo e a polícia, não fizemos nenhuma provocação.

Tomámos as ruas, protestamos veementemente e a desobediência que defendemos é a resposta à violência que nos está a ser imposta pela austeridade.

Não aceitamos a criminalização do movimento nem a banalização da repressão policial. Nada a justifica e contra ela vamos bater-nos por todos os meios, tal como estamos a fazer para recuperar o nosso posto de trabalho.

Violento é ter que estender a mão a uma instituição de caridade para poder comer.

O Governo quis com esta acção avançar na repressão da resistência que é cada vez maior. Apelamos a todos os sindicatos, movimentos sociais e partidos que estejam contra a troika que convoquem uma acção contra a repressão policial.

Os ataques a mães, crianças, estudantes, jovens, sindicalistas que aí estavam é um ataque a todos os trabalhadores do país.”

Via MSE.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 Responses to Comunicado do MSE sobre a Carga Policial

  1. Jorge diz:

    Realmente não há hipótese. Vocês só vêm para um lado

  2. TOMEM JUIZO COMUNAS diz:

    Realmente se acham que não fizeram nada de mal, deviam ter feito algo contra a violência soviética, empregue pelos manifestantes, que durante horas destruíram agências bancarias, multibancos, queimaram caixotes do lixo, arrancaram sinais de transito, e apedrejaram durante mais de duas horas agentes inocentes da autoridade, que por duas vezes avisaram que iam carregar.
    Assim aquele espectáculo degradante não teve nada de inocente uns, que depois de um dia exaustivo sem fazer nada, atiraram pedras, e outros objectos a pessoas que estavam a cumprir o seu dever e estavam a trabalhar.
    Se não gostaram tomem juízo, pq o comunismo está longe de ser justo e perfeito, não é nem credível nem concebível, que passados durante tantos anos desde a queda do muro de Berlin, continue a haver gente tão mal formada ao ponto de apoiar assassinatos, que é isso que o regime comuna representa, inveja e sangue.
    No porto autocarros foram baleados pelo piquete de greve, isto é justo???
    Não!!!
    Se levaram no foucinho ainda bem!!!
    Que é para ver se aprendem a cumprir a ordem, a respeitar a opinião diferente, e mais importante o espaço publico.
    Porque se estavam lá a aplaudir àquela vergonha, então são tão criminosos como os que atiravam pedras, e destruíam propriedade publica, causando o caos anárquico, que deve ser reprimido em democracia.
    Como dizia Sir Winston Churchill: “Capitalismo é a injusta distribuição das benesses, enquanto o comunismo é a igual distribuição dos males.”
    Se não gostaram de apanhar porrada, pois habituem-se pq se não mudarem de atitude não vale a pena perder muito tempo com eles.
    O comunismo falhou, não há um pais de referencia que seja comuna… e ainda assim são eles que salvam o pais??? Estão cegos??? Ponham nos lá durante um mês que depois logo se arrependem, alem disso eles tb não durariam muito… Seriam varridos como lixo, só ai o povo perceberia… Enfim há muito para ser dito, e muito para ser feito.
    PORRADA NELES!!!! PARABÉNS PSP!!!! GRANDE ATITUDE!!!! ABAIXO AOS COMUNAS DEGENERADOS !!!

  3. TOMEM JUIZO COMUNAS diz:

    Realmente se acham que não fizeram nada de mal, deviam ter feito algo contra a violência soviética, empregue pelos manifestantes, que durante horas destruíram agências bancarias, multibancos, queimaram caixotes do lixo, arrancaram sinais de transito, e apedrejaram durante mais de duas horas agentes inocentes da autoridade, que por duas vezes avisaram que iam carregar.
    Assim aquele espectáculo degradante não teve nada de inocente uns, que depois de um dia exaustivo sem fazer nada, atiraram pedras, e outros objectos a pessoas que estavam a cumprir o seu dever e estavam a trabalhar.
    _
    Se não gostaram tomem juízo, pq o comunismo está longe de ser justo e perfeito, não é nem credível nem concebível, que passados durante tantos anos desde a queda do muro de Berlin, continue a haver gente tão mal formada ao ponto de apoiar assassinatos, que é isso que o regime comuna representa, inveja e sangue.
    No porto autocarros foram baleados pelo piquete de greve, isto é justo???
    Não!!!
    Se levaram no foucinho ainda bem!!!
    Que é para ver se aprendem a cumprir a ordem, a respeitar a opinião diferente, e mais importante o espaço publico.
    Porque se estavam lá a aplaudir àquela vergonha, então são tão criminosos como os que atiravam pedras, e destruíam propriedade publica, causando o caos anárquico, que deve ser reprimido em democracia.
    Como dizia Sir Winston Churchill: “Capitalismo é a injusta distribuição das benesses, enquanto o comunismo é a igual distribuição dos males.”
    Se não gostaram de apanhar porrada, pois habituem-se pq se não mudarem de atitude não vale a pena perder muito tempo com eles.
    O comunismo falhou, não há um pais de referencia que seja comuna… e ainda assim são eles que salvam o pais??? Estão cegos??? Ponham nos lá durante um mês que depois logo se arrependem, alem disso eles tb não durariam muito… Seriam varridos como lixo, só ai o povo perceberia… Enfim há muito para ser dito, e muito para ser feito.
    PORRADA NELES!!!! PARABÉNS PSP!!!! GRANDE ATITUDE!!!! ABAIXO AOS COMUNAS DEGENERADOS !!!

    • Renato Teixeira diz:

      Sei tão bem onde leva esse arroz.

    • De diz:

      Tanto palavreado inútil,tanta baba rasteira para quê?

      Tanta tonteria, quando tudo se resume a uma palavra:
      “foucinho”
      Um Toucinho em busca do título de sir? Como o tal do churchill?

      Abaixo aos!
      (cheira a Relvas…e a cursos tirados em cupóes da legião ou da mocidade
      🙂 )

Os comentários estão fechados.