Um Debate Raro

A esquerda portuguesa gosta de apresentar comícios como se fossem  conferências. Eu acho que os comícios fazem todo o sentido mas não gosto desta tradição de oferecer gato por lebre e de não haver contraditório. Este fim de semana há um debate sério. Sobre o Estado Social. Debate porque estão lá intelectuais, activistas, que têm visões de facto distintas da economia. Vai lá estar o meu colega Renato Guedes, físico, marxista, que fez o modelo de cálculo do Quem Paga o Estado Social?. Vai lá estar Castro Caldas, economista keynesiano e destacado intelectual destes temas, também estará lá António Garcia Pereira. Vejo por isso uma excelente hipótese de debate, única forma de aprender, coisa rara entre a esquerda.

Forum Cidadania pelo Estado Social, na Gulbenkian, este Sábado.

http://cidadaniapeloestadosocial.pt

 

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 Responses to Um Debate Raro

  1. Miguel tiago diz:

    Então, por favor, ensina-me. Tu e o garcia pereira.

  2. espero bem que entretanto tenha adquirido algum tino e não se ponha a “amandar” bocas anticomunistas como da outra vez

  3. Pascoal diz:

    Cara Raquel Varela
    Se a tua definição de esquerda é “A esquerda portuguesa gosta de…” acho que estás a querer insultar toda a esquerda.
    Essa tua definição não inviabiliza debates sérios. Sobre seja o que for.
    Mas era melhor não começares o debate com esse insulto.

  4. V Cabral diz:

    Se no debate aparecer um qualquer cão a morder no Glorioso Partido, está tudo estragado. Por exemplo o Garcia fala bem, mas quando morde nos direitinhas, sem poupar a Esquerda, revela-se fanático e devía ir ao psicólogo.

  5. Tiago diz:

    Depois de uma hibernação o capital diz ao MRPP que é hora de acorda… Que jeitão que irá dar…

    • Manuel Z diz:

      Bem verdade 🙂
      O BE (projecto heterogeneo que mistura honestos com oportnistas) não conseguiu alcançar plenamente os objectivos daqueles que andaram com ele ao colo.
      Estão agora a ver se tiram o MRPP da tumba, para este completar o serviço.
      Aí vêm os grandes educadores da classe operária…..

  6. artur diz:

    Ó Raquel, desculpe mas voçê deve andar muito distraida, ou faz de conta como os “midia” nacionais e os comentadores da propaganda dos VAMO-NOS VINGAR DO 25 DE ABRIL que só dão as noticias e comentam só o que interessa ao “establishment” e silenciam as outras. O PCP, “ai que horror”, e a CGTP, “ai mais diabos” estão carecas de apresentar alternativas, carecas!! Só não vê e não ouve quem não quer. Não me venha com conversas fiadas, Ok? Estamos fartos de aldabrices e de preconceitos!

  7. José Jardim diz:

    Ah o grande Kamarada garcia pereira…sócio do outro grande Kamarada arnaldo de matos o “educador da classe operária”..grandes juridicos que têm como clientes previligiados o alberto joão jardim e secretários regionais assim com presidentes de câmara corruptos todos na MAmadeira.

Os comentários estão fechados.