O lado do povo

Quando uma manifestação da Polícias grita as mesmas palavras de ordem que os Estivadores e do que boa parte do Movimento Social e Sindical, qualquer governo responsável convoca eleições. Responsável para os negócios comuns, bem entendido. Para os de baixo, a dimensão da agonia da legislatura será proporcional ao aumento das possibilidades de outras formas de governo. A coisa vai!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 Responses to O lado do povo

  1. Rocha diz:

    Entretanto na Grécia… a insurreição é mais do que apenas uma palavra de ordem em algumas cidades.

    http://blog.occupiedlondon.org/2012/11/07/heraklion-crete-as-the-parliament-in-athens-votes-in-further-austerity-cuts-a-city-shows-the-way-forward-for-the-struggle/
    Heraklion, Crete: as the Parliament in Athens votes in further austerity cuts, a city shows the way forward for the struggle
    Wednesday, November 7, 2012

    At the same time that in Athens the new measures were voted in parliament and the protest outside was hit by repression and rain, some remarkable events in Heraklion, Crete show how the struggle against the memorandums can be intensified. At tonight’s demo in the city, more than 10,000 people took part – including an anarchist block of approximately 800.

    The even more astonishing events took place after the demo though, where a mass Popular Assembly decided the following:

    – To block off the city’s economic activity (not on a symbolic level) by blocking off tax offices and the bank of greece at 7 AM on Thursday.
    – Meanwhile, the Labor Union of Heraklion called for another 24h strike tomorrow, to facilitate workers’ participation in the blockade. The strike was called following the pressure of anarchists and leftists present at the Popular Assembly.
    – The occupation of the administrative building of the Periphery of Crete (the administrative HQ for the entire island) continues.
    – Finally, the Assembly will produce a call-out for workers and unemployed across the country to take similar action.

  2. Luis diz:

    Os polícias também tem um vencimento superior a 5000€ por mês?

  3. Dezperado diz:

    “Quando uma manifestação da Polícias grita as mesmas palavras de ordem que os Estivadores e do que boa parte do Movimento Social e Sindical, qualquer governo responsável convoca eleições.”

    Acho que só falta a greve dos electricistas, para segundo a constituição, este governo ser obrigado a demitir-se!

  4. Nuno Cardoso da Silva diz:

    A melhor manifestação que a polícia poderia fazer seria retirar-se da AR na próxima vez que houver uma grande manifestação diante do seu edifício. Serão eles capazes de o fazer?…

  5. Pingback: 10 Novembro – Manifestação Militares, um importante momento | cinco dias

  6. Pingback: A Greve Geral 14N, a primeira greve geral pan-Europeia | cinco dias

Os comentários estão fechados.