CARTA ABERTA A ANGELA MERKEL

E não estamos sozinhos. No próximo dia 14 de Novembro, dois dias depois da sua anunciada visita, erguer-nos-emos com outros povos irmãos numa greve geral que inclui muitos países europeus. Será uma greve contra governos que traíram e traem a confiança depositada neles pelas cidadãs e cidadãos, uma greve contra a austeridade conduzida por eles. Mas não se iluda, senhora chanceler.

A carta, na íntegra, pode ser lida aqui e está a ser divulgada com mais de cem subscritores de todos as áreas políticas que se opõe à troika e às suas políticas de ruína e de miséria.
E, acreditem, chovem subscrições para o email acordadosmerkel@nullgmail.com.

P.S. – Entretanto, há momentos, em Atenas:

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 Responses to CARTA ABERTA A ANGELA MERKEL

Os comentários estão fechados.