Isto é tão perigoso…

Um estudo do Governo defende que bases de dados com informações classificadas, como as em segredo de Estado, sejam centralizadas e guardadas por uma entidade privada. O documento – designado “Estratégia para a Racionalização dos Centos de Dados da Administração Pública” – chegou, há cerca de duas semanas, ao conhecimento dos responsáveis dos serviços de informações e da segurança nacional, que não tinham sequer sido ouvidos. O alarme disparou e a pressão começou a intensificar-se para tentar o plano.

Aqui

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 Responses to Isto é tão perigoso…

  1. Pisca diz:

    No caminho certo, dizem eles, ainda vamos ter o Cheque Segurança, ou coisa assim, depois é só escolher Prosegur ou Securitas e acaba-se aquela chatice da PSP, GNR e afins

  2. Pascoal diz:

    O Paulinho das feiras já tinha instituído um arquivo privado de documentos de Estado.

  3. eu diz:

    Só expoem a sua (deles) percepção de ao estado a quisto chegou-uma organização de bandidos onde não há coisa coletiva , e sim, de bandos.

  4. Rocha diz:

    Estarão a falar também das tão recorrentes conversas escutadas que implicam primeiros-ministros e presidentes em crimes ou em cumplicidade com criminosos?

    Desde Sócrates, a Portas, de Passos a Cavaco, todos tiveram escutas e documentos cuidadosamente destruídos ou arquivados. E não custa nada acreditar que agora passem a carimbar as provas que são corruptos como segredo de Estado.

    Bem, pelo menos, até agora esta gente tem sido muito estúpida e tem se deixado incriminar pelos menos perante os olhos do povo. A impressão que tenho, é que esta corja já não engana ninguém.

  5. franciscofurtado diz:

    Quando li isto no DN nem queria acreditar… Isto é perigosíssimo… se esta corja não é travada vamos ter um regime autoritário como nunca se viu…

  6. Mário Estevam diz:

    Isso é tão absurdo que não há nenhum chefe das forças de segurança ou militares que assine uma tolice dessas. Isso deve ter saído da cabeça do Relvas.

  7. Dezperado diz:

    Isto era a maior estupidez que podiam fazer…

    Acredito que esta medida não irá para a frente

Os comentários estão fechados.