A golpada (Passos Seguros para a ditadura)

Na simulação para 181 lugares, feita à luz dos resultados eleitorais de 2011, o BE passaria de oito para quatro deputados e a CDU de 16 para 10. O CDS seria menos prejudicado: dos actuais 24 mandatos conservaria 22. O vencedor (neste caso o PSD) fica a ganhar com a mudança. «O partido mais votado é ligeiramente beneficiado e o benefício cresce à medida que a percentagem de votos é maior», regista o estudo.

Exactamente na sequência do PSD ter feito um apelo público para que o PS participasse numa “refundação” do acordo da troika, não será certamente por acaso,  que aparece nas mãos dos papagaios do governo este “estudo do PSD sobre a diminuição do número de deputados. PS e PSD estão preocupados com a representação parlamentar da esquerda. Por isso, há que fazer tudo para que a esquerda anti-troika seja varrida do parlamento, ainda que possa ter mais votos nas eleições.
Uma golpada manhosa, claramente articulada, tão habitual no mundo dos jotinhas mais medíocres, de que Passos e Seguro são belos exemplares.
O problema (deles) é que o país não é uma distrital e a Assembleia da República não é um Encontro Nacional de Dirigentes Associativos.
Andam a brincar com o fogo.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

23 respostas a A golpada (Passos Seguros para a ditadura)

  1. Dezperado diz:

    Acho que o problema do BE e do PCP têm haver com os seus eleitores nao votarem.

    Porque nesta altura, parece que eram partidos para terem 30 a 40%….o problema é que depois nas urnas, os votos do BE e do PCP desaparecem.

    Acho que primeiro deveriam tentar perceber este fenómeno do entroncamento.

    Assim já não se preocupavam com a medida que visa reduzir os lugares na AR.

    Engraçado que nas manifs, grita-se que deveriam reduzir tudo o que diz respeito ao governo e à AR…e muito bem….mas depois existe este ponto, um pouco desconfortável para os partidos pequenos.

    • Antónimo diz:

      “Engraçado que nas manifs, grita-se que deveriam reduzir tudo o que diz respeito ao governo e à AR”,

      Grita? A sério que não dei por nada e tenho ido a todas (ou quase).

      • De diz:

        Eu também não!

        Há algo que é cada vez mais patente.A queda da máscara, o que permite ver a verdadeira face de.

        Uma frase lapidar lida aí algures:
        ““o neoliberalismo é escolástica em termos de pensamento, neofascismo em termos políticos”

      • Dezperado diz:

        Mas eu nao estou a falar das manifs da CGTP…isso nao é bem uma manif….é mais um convivio de 3º idade.

        • Antónimo diz:

          primeiro, se fosse, saberia que não é convívio de meia-idade. o que se vê aí mais a baixo na manif da ugt é que parece uma manif de meia-idade. e não estou a querer fazer ironias nem a fugir à conversa.

          as da cgtp têm muita gente de vinte e poucos anos, muitos dos quais que nem estão filiados, como ainda agora na marcha contra o desemprego.

          segundo, não me refiro às manifs da cgtp. refiro-me a todas. desde 15 de setembro faltei à vigília a belém por falta de transportes nesse dia. e se surgem sempre uns parvos em manifesta descompensação, a atacar uma deputada do bloco, nem de perto nem de longe existe um apelo comum consensual e generalizado pela redução da AR e do Governo. Se deixasse os cafés e fosse às manifs não faria afirmações dessas.

          aliás, por esta altura já todos viram que o governo tem de ser maior

        • De diz:

          Isso não sei.Nas manifestações da CGTP há malta de todas as idades.
          Claro que não sei por onde anda o desperado.
          Talvez parado a fazer algo nas horas do expediente.
          🙂

          Mas também não sei o que o desgraçado tem contra a terceira-idade.
          Enfim,um neoliberal a mostrar a sua face de …

          • Dezperado diz:

            Quase que acertava…..enganou-se no “neo”…sou só liberal mesmo!

            Estou adorar ver essa guerra entre CGTP e UGT….é lindo…ouvir as comadres a zangarem-se….e ainda acho mais giro, o lider da CGTP querer mandar na UGT…..

            Mas acho que lider da CGTP tem razão….onde ja se viu um sindicato concordar com um governo…era só o que faltava….eheheheh….são uns tristes!!!!

          • De diz:

            Guerra?
            Deve estar enganado.Não tente fugir feito uma barata tonta,valeu?

            Para além de ter sido apanhado a tentar fazer o que tenta fazer (típico de um neoliberal à cata de) não deve saber o que está em discussão.
            E agora o que estava eram as tais palavrinhas de ordem que garantia que se ouviam nas manifs.
            Sorry mas não passa

    • A.Silva diz:

      Mas estes sacanazinhos de vão de escada querem enganar quem??

      Tresandam a mofo salazarista!

      • Dezperado diz:

        O problema é que o Salazar ja foi….os comunas ainda cá andam!

        • De diz:

          Ora cá temos a confirmação.
          Lol
          Basta agitar um pouco as águas e…
          Tal qual o sam B. A “haver” por aí,saído daqui pela direita baixa.
          Lol

          (Ainda cá andam e há um ror de anos.
          Ganda galo,hein?)

          • Dezperado diz:

            ó DE epa agora apanhaste-me….

            Granda galo??? por ainda haver comunistas???

            Ao contrario de si, não tenho nada contra pessoas de uma ideologia diferente da minha….ate convivo bem com isso…..só assim se consegue discutir vários pontos de vista.

          • De diz:

            Ao contrário de mim…pois então.Sou inimigo declarado do fascismo (não,não é o seu caso). E doutras coisas mais. Já lá iremos

            Mas sabe?O problema é o que escreveu e como escreveu.E o que escreveu é de uma clareza a toda a prova.
            Mais uma vez…sorry. Agora talvez um curso de reciclagem na língua materna,não?

            Mas deixemo-nos de papo furado.
            Falávamos dos pulhas neoliberais que se passeiam saqueando a torto e a direito.Um exemplo concreto dum amigo íntimo dos canalhas que nos governam:
            “1.5 mil milhões de euros. Eis a soma que todos estamos a pagar para o banquete do BPI, o banco do banqueiro filho de banqueiros. Que é como quem diz, o ladrão filho de ladrões.

            1.5 mil milhões de euros que o BPI foi buscar ao fundo de recapitalização da banca, pago com o dinheiro dos pobres.

            1.5 mil milhões de euros que custam juros imensos aos portugueses empobrecidos.

            1.5 mil milhões de euros que serviram, ou dizem que serviram, para recapitalizar um banco que teve lucros imensos ao longo dos anos e que nunca se recapitalizou.

            1.5 mil milhões de euros que tu estás a pagar para o pulha andar a gozar contigo.”

            (tirado do “o-companheirovasco.blogspot.com”)

    • clara diz:

      O problema tem a ver e não “o problema têm haver…” … pató!!!! Vá, talvez, estudar, (como o outro) quando não, a análise passa-lhe ao largo, como aos outros, não lhe parece? Isto é, vão votar porque o outro é mais giro do que este, disse umas piadolas que foi um fartote de rir… aldrabou que se fartou, por aí adiante…
      Agora analisar, pensar… “tá queto! dá muito trabalho… eu nem tenho nada a ver com política! (ou haver, como diria o outro)”

      • Dezperado diz:

        ó Clara muito obrigado pela retificação….

        Pató??? Gosto no forno com arroz….Nada como ter uma galinha como professora…

        • clara diz:

          pois…Isso era se fosse pato…! agora, pató (foi assim um apelido carinhoso que encontrei) Apelidar-me de galinha, só porque lhe dei uma lição de português… só lhe fica bem, a mim não me ofende, vindo de si…

        • De diz:

          Sorry, mas quem deu uma calinada de todo o tamanho foi este neoliberal desperado.
          Ninguém vai preso por um erro e todos os dão.
          Mas quem os dá ( e deste calibre) não pode vir insultar quem lhe chama a atenção para o facto.
          Para além de mais uma vez mostrar a sua ignorância (agora com o termo “pató” e o “humor”adequado ao personagem em torno do termo) mostra-se também como alguém de “fino recorte”. intelectual e ético.
          Está de acordo com o perfil de um neoliberal.Quem sai aos seus não degenera. Relvas também agirá assim?
          🙂

          • clara diz:

            Quem? Eu ia dizer “essa graminha…”, mas não, porque a grama é bem mais forte do que a relva… Penso que ele se devia chamar Grama.
            A grama não morre, não necessita de cuidados, de rega, de nada, sobrevive.
            A relva é mais delicada, morre à toa…

          • Dezperado diz:

            Epá já não vou dormir por causa dessa calinada….

            A proxima vez vou ter mais atenção, porque por vezes, esqueço-me que neste blog ha corretores automáticos de gramática…hehehe….

            São tão tristes coitadas…..quando não se têm argumentos, nem se consegue defender o quer que seja…..passamos para as palhaçadas e brincadeiras…

            De, ja da outra vez foste chamada atenção pelo autor do post…..faz me um favor…deixa de sonhar comigo e deixa de comentar os meus comentários, pode ser?? aguentas??? porque já vi que nao estas aqui para discutir ideias, estas aqui para fazer de poilicia do blog.

          • De diz:

            Vamos a ver se desperado percebe desta vez.
            Francamente não sei se se faz ignorante de propósito ou se isto lhe brota das entranhas.
            O que está em causa não é o “erro” de Desperado.O que está em causa é o seu comentário a raiar a boçalidade com que responde a quem lhe chama a atenção para o facto.
            Percebeu desta vez?
            Já agora chamemos a atenção a este demagogo, que tal tipo de erros não são passiveis de correcção pelo corrector automático.Daí que, tal como tenta fugir ao que se debate, é melhor para a próxima que deixe de nos tentar atirar poeira para os olhos.
            Enfim,um mau carácter militante.

            Quanto à chamada de atenção por parte de quem quer que seja…
            🙂
            Vá lá ver por favor.Mas já agora deixe-se dessa posição de queixinhas e de choramingas com que se tenta fazer de vítima.
            Claro que o quadro fica mais completo.Mas ao menos saiba portar-se como um homenzinho
            Valeu?

            Ah,ainda não temos por cá a Pide.Daí que as calinadas neoliberais continuem a ter resposta.Se o chateia,paciência. Isto por aqui ainda não é a televisão do Relvas

  2. Rui Dantas diz:

    O problema é que a redução de deputados, parece-me, é bem vista pela generalidade da população. Se interessa ao PS e ao PSD e ainda por cima é popular, vai acabar por avançar, claro, para gáudio de todos aqueles que não percebem que vão perder os poucos deputados que ainda olham por eles.

    Actualmente um deputado de um partido grande já representa muito menos eleitores que o de um partido pequeno. Esta redução teria que ser compensada com algo que garantisse um aumento da representatividade – por exemplo, com um círculo nacional extra. Mas essa representatividade, claro, não interessa ao bloco central.

    • Caxineiro diz:

      Estou de acordo consigo, menos num ponto
      Faça um exercício de imaginação e coloque-se no lugar da maioria do povo a quem a informação só chega através das TVs, ou do correio da manhã, ou JN, quando frequentam o Café. Provavelmente pensaria da mesma maneira. Há um bloqueio quase total às opiniões de esquerda nos noticiários de maior audiencia. Sobre os comentadores de serviço que todos os dias, qual sabujos, nos impõem a “inevitabilidade das medidas” nem é preciso dizer nada
      a maioria da população está, por ignorancia, convencida que não há alternativas, Sabe que está a ser roubada mas tem dificuldade em situar o ladrão, e não vê forma de resistir ao ladrão porque tem medo do caos anunciado pelos sabujos

      Uma das frentes de luta que tem sido desvalorizada pelas forças de esquerda, é quanto a mim, a luta contra a censura a que as suas opiniões sobre a crise estão sujeitas nos principais noticiários A denúncia enérgica deste estado de coisas já devia ter sido feita há muito, exigindo, por exemplo, que as suas opiniões sejam divulgadas em conformidade com o apoio que receberam do voto popular;
      considerando a percentagem de votos recebidos nas últimas eleições( e hoje serão muitos mais, seguramente) o PC tem uma miserável presença nos noticiários
      Depois, a mensagem do PC não passa, Pois não. Para passar tem de ser ouvida

  3. clara diz:

    ou nem vão votar… “são todos iguais, os mesmos ladrões”

Os comentários estão fechados.