Propostas do BE em discussão

Um alerta muito interessante do Victor Lima, animador do blog grazia tanta, às propostas do Bloco de Esquerda.

«Qualquer (justíssima) tributação das grandes fortunas é um assunto do Estado, das finanças públicas. E a mistura disso com a SS – sistema previdencial é mais uma porta para a interferência nociva do Estado na gestão do tal fundo coletivo dos trabalhadores. Essa mistura corresponde a total promiscuidade entre Estado e SS – sistema previdencial, à apropriação deste pelo sistema financeiro que controla o Estado e o partido-estado; é uma privatização sob uma forma encapotada de nacionalização dos descontos dos trabalhadores durante décadas.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

1 Response to Propostas do BE em discussão

  1. silva diz:

    Tendo já alertado muitas vezes ao longo dos anos as entidades que deviam fazer justiça na Secção Única do Tribunal do Trabalho de Cascais.
    É um processo de impugnação de despedimento colectivo de 112 trabalhadores do Casino Estoril, que foram nada mais nada menos substituidos por outros em regime de recibo verde ou outsourcings. Logo um processo com natureza urgente.
    Todavia, tal processo ultrapassa mais de 2 anos e a audiência de julgamento ainda não foi marcada.
    Tendo já recebido a resposta de sua Exª, o provedor de justiça, que nos enviou o parcer da sua investigação, dizendo que, a 18 de Junho de 2012, por despacho, o Meritíssimo Juiz titular do processo, ordenou ao perito que respondesse aos quesitos das partes e deu-lhe um prazo de 30 dias para tanto.
    Contudo, tendo tal prazo sido largamente ultrapassado, já vai em 100 dias, ainda não sabem do resultado de tal peritagem.
    Por esta razão estou preocupado com a demora de tal processo. Está em causa o nosso posto de trabalho e a sobrevivência das vidas de muita gente, por culpa de loucos que desejam a miséria dos outros em seu beneficio e a justiça está neste caso a contribuir para o desastre de tanta gente .
    Neste caso que considero falta de cidadania e de justiça, solicitamos a intervenção de quem nos pode ajudar para que sejam tomadas as medidas que se imponham que permitam ultrapassar este impasse.

Os comentários estão fechados.