Apetece-me beber uma cerveja, ‘bora fazer uma requisição civil


Para António Pires de Lima, Presidente da Associação Portuguesa de Cervejas, o facto de em África estarem com sede de cerveja é motivo suficiente para fazer uma requisição civil aos trabalhadores portuários, que estão numa justa greve há cerca de um mês.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 respostas a Apetece-me beber uma cerveja, ‘bora fazer uma requisição civil

  1. Matias diz:

    Estamos a esquecer-nos que a requisição civil é para colmatar os danos à economia nacional que a greve de 5 semanas convocada pelos comunistas da CGTP está a infligir ao país, e esquecemo-nos também que é com a venda de produtos como cerveja que por cá se arranja impostos para pagar os subsídios de desemprego e ordenados de funcionários públicos. Mas o que é que se pode esperar da cegueira ideológica?

    • Caxineiro diz:

      Oh Oh sê Matias, não seja modesto homem
      Podemos reduzir mais ainda os custos, fazendo disparar a “competividade” se aumentarmos o horário de trabalho e reduzirmos os salários a esses malandros dos operários. Tudo a bem da nação, claro
      Ou, então,…olhe, compre uns óculos novos!

    • De diz:

      Não “nos” estamos a esquecer de nada.
      Os danos à economia nacional não resultam da greve dos trabalhadores portuários. Os danos resultam sobretudo do ataque frontal deste governo, representante dos grandes interesses económicos, a quem trabalha. Com os gravíssimos problemas que daqui resultam para a nossa economia.
      A resposta dos trabalhadores é justa.E é legal.
      Por isso matias meta a viola no saco e deixe de se armar em intermediário dos interesses daquele pires de lima, bem conhecido caceteiro da direita ortodoxa.
      Porque o que esta greve mostra também, é o que todos os neoliberais querem ocultar.É que quem de facto trabalha e cria riqueza são os trabalhadores. E não os que se apropriam dos meios de produção, vivendo à custa da exploração alheia.

      Pires de lima que tvá produzir cerveja.Mai-lo matias a reboque

    • Antónimo diz:

      a mim preocupa mais o muitíssimo mais altíssimo prejuízo provocado ao país pelos laranjas do psd e pelos neo-conservadores do cds-pp (sem esquecer o que foi provocado pelo PS)

  2. DSC diz:

    Justa porquê?

    A página linkada não esclarece.

    Obrigado.

  3. Alcides Santos diz:

    Porque será que ninguém aclara que cada um dos estivadores quando em determinado momento inicia a greve já cumpriu nesse dia com 8 horas de trabalho? Esta é uma greve às horas extraordinárias.

    • V Cabral diz:

      Julgo saber que NÃO HÁ GREVES ÀS HORAS EXTRAS …nesse caso apenas existe uma recusa normal … e legal, claro!

Os comentários estão fechados.