Espanha em directo

Manifestação em Espanha «Cercar o Parlamento» (Rodea el congreso)

Em directo aqui

http://www.rtve.es/noticias/directo2/

http://elpais.com/elpais/2012/09/17/videos/1347870347_245504.html?autoplay=1

Cabecera de la protesta que ha partido a las cinco y media de la tarde desde la plaza de España en dirección a la Puerta del Sol y ocupa toda la Gran Vía. Fonte El País

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 respostas a Espanha em directo

  1. Pingback: Madrid – we need to fuck the line |

  2. José diz:

    Esqueceram-se de referir que essa manifestação, tal como cá, é em oposição a toda a classe política, com críticas dirigidas uniformemente desde a extrema esquerda à extrema direita do hemiciclo. Todos eles contribuiram para este miserável estado das coisas, e todos tem responsabilidades profundas neste poço onde nos meteram.

    • Manuel Z diz:

      Caro José. De facto, os protestos em Espanha continuam aínda na fase dos “Indignados”, ou seja, numa fase populista, imatura e improdutiva. No entanto começam já a focar-se um pouco mais claramente nas politicas de direita do governo epanhol.

      No entano, ao contrário do que o sr. menciona, os protestos de 15 de Setembro (e os do próximo Sábado), em Portugal, já evoluiram para além dessa fase (fruto do facto de a auteridade grassar por cá há mais tempo). Lembra-se que o lema até era “Que se lixe a troika….”.

      Os protestos foram, e serão cada vez mais, contra uma política especifica, de aumento da exploração por via da “austeridade”, que vem sendo praticada por PPD+PD+CDS.
      Não adianta tentar dar a volta ao bico do prego, José. Não engana ninguém senão aqueles que aínda querem ser enganados.

      Quanto a Espanha, pode ficar descansado que em breve, também lá, o povo saberá desmascarar a cobardia demagógica do “eles são todos iguais”, e passará a visar os efectivos culpados: PP+PSOE+El Rei Caçador de Elefantes.

      • José diz:

        A única coisa que leva os espanhois a focar nos partidos do governo é o facto de serem os partidos que estão actualmente no governo. As palavras de luta que usam são claras: as culpas deste descalabro é de todos os partidos, sem excepção. Isto inclui claramente as contribuições para políticas auto-destrutivas que vieram também da extrema-esquerda. É algo que se vê tanto lá como cá, como foi amplamente referido na maior manifestação que o Portugal democrático jamais teve, onde o dedo foi justamente apontado à contribuição do PCP e do BE para cavar este buraco e que ainda se faz sentir hoje em dia.

  3. Rocha diz:

    Espanha é um regime fascista. É a primeira coisa que se deve e tem de dizer perante brutalidade policial desta magnitude.

  4. donzilia conceiçao fernandes diz:

    TODOS CONTRA A TROIKA, ESPANHA ESTÁ NA MESMA LINHA DE PORTUGAL. E DEVIA-MOS JUNTAR-NOS TODOS A ESPANHA, GRÉCIA, ITÁLIA E IRLANDA. FAZER UMA MANIFESTAÇÃO CONJUNTA JUNTO À FRONTEIRA DA ALEMANHA PARA DIZER-MOS ” QUE SE LIXE A TROIKA, QUEREMOS AS NOSSAS VIDAS. “. É ASSIM EDUARDO TEMOS DE FAZER TUDO PARA NOS JUNTAR-MOS E SÓ ASSIM CONSEGUIMOS MANDAR ESTES PARASITAS TODOS ÀS ORTIGAS, UM BEIJO EDUARDO.

  5. JgMenos diz:

    Espantoso, lá como cá a mesma situação:
    O empobrecimento vem de longe, mas o endividamento e a política de enganos dos socialistas, com muitas cumplicidades, ocultou-o até agora.
    Dificil de aceitar mas inevitável!

  6. notrivia diz:

    E hoje já esta a decorrer greve geral na Grécia, manifes marcadas para começar as 10:30 (hora local).
    Cobertura on the spot pela malta do:

    http://blog.occupiedlondon.org/

    Fiquem ligados.

    Um Outono daqueles…

  7. Tiago diz:

    No dia em que quisesse acompanhar manifestações através do El Pais pedia ajuda a alguém por me estar a encaminhar para o outro lado da barricada…

Os comentários estão fechados.