Miguel Macedo, o burro e os seus parasitas

O ministro Miguel Macedo veio explicar que o problema de Portugal era «que havia muitas cigarras e poucas formigas». Diz-nos o Eurostat que Portugal é dos países em que mais tempo se trabalha em toda a Europa, com escolas abertas mais tempo, com filas de trânsito de regresso a casa à 8 da noite e com os mais baixos salários. Numa população activa de 5, 5 milhões, há 300 mil! que são gestores executivos e dirigentes políticos (dados do INE). A estes juntem-se os funcionários que trabalham nas IPPS, ONGs e outras frentes dos partidos do centro, PS, PSD e CDS. E assim, muda-se o zoo: Portugal afinal tem milhões de formigas, 300 mil burros e um número desconhecido de pulgas, carraças e outros parasitas.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 Responses to Miguel Macedo, o burro e os seus parasitas

Os comentários estão fechados.