As trincheiras só têm dois lados. A extrema-esquerda está do meu.

No 5dias já tivemos várias desavenças, mas julgo que será a primeira vez que me dirijo a alguém com quem partilho este blogue desta forma.
Este post da Raquel Varela é de uma desonestidade intelectual que não pode passar em claro.
A CGTP-Intersindical convocou uma manifestação nacional para o próximo Sábado, dia 29 em Lisboa (contactos para saber local e hora de partida dos autocarros para Lisboa). A Raquel Varela e a sua Rubra decidiram (decisão para a qual têm toda a legitimidade!) tentar desmobilizar a manifestação publicando um cartaz alterado das convocatórias para o 15 de Setembro como se se tratasse de um apelo de quem organizou o protesto. Não é. Como aliás fica bastante claro pelo Comunicado de Imprensa ontem publicado e na ausência de qualquer referência à fonte da imagem no seu post (e que se encontra alojada no 5dias).
Esta convocatória para vários protestos em diferentes cidades é, até ver, uma iniciativa da Rubra da Raquel Varela ou de um blogue de seu nome “o cantinho da dama“. A Raquel pode estar permanentemente a tentar utilizar quem visita este blogue para levar os mais distraídos para as páginas da sua revista. Pessoalmente acho-o um pouco triste, mas não me chateia. Contudo não será com a meu silêncio que a Raquel Varela parasitará o trabalho de umas centenas de pessoas que conseguiram construir as grandes manifestações de 15 e 21 de Setembro, para cumprir os seus objectivos de combate à CGTP.
Não sei de que lado estará a Raquel Varela, mas não tenho dúvidas que todos os meus camaradas de extrema-esquerda estarão, no próximo sábado, ao meu lado, na manifestação organizada pela CGTP-Intersindical.

(Este post não terá caixa de comentários nem responderei a escritos futuros em que seja visado por esta matéria – por falta de tempo e interesse. Se a Raquel Varela retirar a imagem este post também será retirado. Não tenho nada mais a acrescentar sobre este assunto)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

Uma resposta a As trincheiras só têm dois lados. A extrema-esquerda está do meu.

  1. Pingback: DAS PALAVRAS AOS ACTOS – A unidade não se declama, forja-se na rua. | cinco dias

  2. Pingback: Ter ou ser, eis a questão – “29 de Set” |

Os comentários estão fechados.