A ler:

“O Pai desta situação foi o próprio Presidente, Aníbal Silva, que gosta de cultivar um ar de enorme sabedoria, protegendo-se, escondendo-se atrás de frases crípticas, fontes de sabedoria do tipo “Tenho uma certa visão para Portugal”, ou “O Progresso do Povo Português no Espaço Económico Europeu”. Infelizmente a fonte virou poço.”
Aqui

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.