AVANTE, Festa, Debate, Convite:

Repare-se no punho cerrado ao centro (deste esboço preparatório, modificado): é o gesto de um militante comunista, como Picasso, em luta e manifestação, ou é uma referência à “Crucificação” de Rubens?

Rubens: vem daqui o punho cerrado de Picasso? Provavelmente, pois Picasso sabe que a pintura se alimenta da história da pintura, não exactamente por citação, mas por apropriação. Entretanto, será a proposta crucificação-ressurreição a de Picasso na Guernica. Não em termos religiosos, mas em termos de uma reedificação do mundo, que ressurge, da utopia que ressurge.

Debate

«A arte e a luta política»

Oradores

José Casanova

Pedro Cabral Santo

Pedro Pousada

Manuel Gusmão

Carlos Vidal

7, Sexta-Feira

21:30, Auditório de Debates

É hoje, portanto. O pretexto, a razão de ser da iniciativa, é o de assinalar e comemorar os 75 anos da “Guernica”: apenas propaganda (pouco provável), retrato de uma das maiores tragédias criminosas do século XX (também é isso, mas um retrato não “ilustrativo”), retrato de quê, de que personagens (o que na obra nos permite identificar o seu facto/ponto de partida, o seu tempo, o seu século?)? Ou antes imersão do autor nos arquétipos sombrios da Ibéria (a partir de uma crucificação e dos símbolos da tauromaquia), para com eles produzir uma alegoria da própria condição humana, que é morte e continuidade? A conversa estará ligada a uma exposição documental em torno da obra.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , . Bookmark the permalink.

6 Responses to AVANTE, Festa, Debate, Convite:

Os comentários estão fechados.