Comer e calar?

A Comissão Política decidiu. Está decidido? Ouvi o meu camarada João Semedo dizer, ontem, na TVI24, que a Comissão Política do BE decidira sugerir uma liderança partilhada aos militantes que, em Novembro, se reunirem na Convenção Nacional do BE.

Sou apoiante da solução João Semedo. Não me revejo, minimamente, na solução que me querem fazer comer. Acresce que vejo com muito maus olhos esta imposição de uma solução por parte da direcção que está a terminar os seus trabalhos. Já comi disso durante alguns anos e fiquei enfastiado!

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

19 respostas a Comer e calar?

  1. Troy Ka diz:

    Não há dúvida que o mais saudável é: COMER E CAGAR…

  2. Renato Teixeira diz:

    Também gostei do lado escolástico da opção. Como diz o teu Semedo, o BE será visto como o partido que abriu as portas à solução de futuro que todas as lideranças partidárias irão adoptar. Que orgulho!

  3. Joaquim Teixeira diz:

    Há certos tiques que nunca se perdem. Podes fugir de um e logo te esbarras noutro.

  4. dizque diz:

    Sabes Guedes, eu acho que há um padrão. És tu!!!
    Sempre que um partido de te vê a engrossar as suas fileiras, centraliza!!!

    • Carlos Guedes diz:

      Há outro padrão. O da cobardia de quem se esconde atrás do anonimato para debitar banalidades.

      • dizque diz:

        1: “Sempre que um partido de te vê a engrossar as suas fileiras, centraliza!!!” – o DE é erro
        2: Só sou anónimo neste post porque escrevi com o meu alarvo-avatar (como 90% dos internautas). E só não vou revelar porque me denunciava nos posts mais antigos. Até porque, era um comentário a gozar contigo (e aproveito também para incluir saboteur e afins), coisa que se calhar até vou fazer pessoalmente na Sexta e/ou Sábado e/ou Domingo

  5. Augusto diz:

    Carlos Guedes, as suas palavras causam-me PERPLEXIDADE, e sinceramente nem as consigo compreender.

    Acha que os militantes do BE são uma cambada de carneiros, que aceitam ORDENS…..

    Ou pelo contrario, saberão na altura própria , escolher a melhor solução .

    O debate é livre , as propostas começam a surgir, vamos ao debate, e depois na Convenção cada um em consciência, votará naquela que se lhe afigurar a melhor solução.

    Comer e calar….FRANCAMENTE.

  6. Joaquim Teixeira diz:

    Se a comissão política decidiu sugerir, não vejo onde está o problema.
    Eu, tu e qualquer outro(s) podemos sugerir. Para decidir, temos a convenção.
    Não tinhas mais nada sobre que escrever?

  7. Albérico Afonso diz:

    Oiço sempre com satisfação as intervenções proferidas pelo camarada João Semedo. São habitaulamente tomadas de posição de grande qualidade e bastante ponderadas. Fiquei muito surpreendido com estas últimas entrevistas. Confunde a maioria da Comissão Política com a opinião da totalidade dos militantes do Bloco. A Convenção é apenas uma chatice que atrapalha as decisões já tomadas pela Comissão Política.
    A explicação da originalidade da soluçao “bicéfala” é ainda mais procupante. Os que discordam são marialvas… Esta forma de condicionar a reflexão e a discussão não lhe fica bem…

Os comentários estão fechados.