Greve

No Brasil os professores das universidades federais públicas estão em greve há mais de 3 meses, a eles juntaram-se os estudantes, depois vieram ao funcionários administrativos.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a Greve

  1. JgMenos diz:

    Há Luta?
    Então stá bom,né?

  2. Nuno André Patrício diz:

    Raquel uma informação importante que julgo deveria constar do post, é que só é possível uma greve de 3 meses porque os professores continuam a receber salario, mesmo estando de greve. Não estou a discutir a validade da greve, mas se o post tem como intenção um comparativo quanto à força da luta, é um dado importante.

    • Raquel Varela diz:

      Sim, concordo. Muitas outras questões teriam também que ser analisadas, como o facto de que ao não darem aulas agora e receberem terão que repor as aulas durante as férias.
      Mas o mais importante para mim é 1) a determinação combativa dos titulares (catedráticos aqui) e 2) a solidariedade de outras categorias. Não me parece um acaso que esta greve seja dirigida por uma central sindical plural, com direito de tendência, contra o Governo do PT e a CUT, e uma central que inclui na sua base profissionais, desempregados, estudantes, etc (Conlutas). No caso exacto o ANDES da CONLUTAS.
      Abç

Os comentários estão fechados.