BURNING AUSTERITY – art protesters

Best Moments celebrating the 100 days/ 100 videos on air
with raquel freire: BURNING AUSTERITY
“I’m an artist born with the carnation revolution, freedom and democracy.
In Portugal the european policies of austerity implemented by the actu
al government exti
nguished the ministry of Culture.
The crisis is always the excuse used in history to eliminate the artist and their work.
What is a people without culture, without art, without identity? A slave people. A people who doesn’t live, only survives.
If we artists are forced to stop creating our culture, if the people culture and art cannot be alive anymore, we are as people condemned to death.
Artists in Portugal are struggling to survive. Our creative work becoming impossible, we fight against this impossibility by putting at stake our own artistic principles, burning our works to make everybody understand that one’s cannot live without art.
As an artist, I refuse to give up.
Raquel Freire 2012”

http://artprotesters.wix.com/artprotesters#!raquel-freire/c1vo

30 of August until 8 of September 2012

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a BURNING AUSTERITY – art protesters

  1. Armando Cerqueira diz:

    Em Português, please!

    Thanks, Danke, merci, gracias, obrigado…

  2. KM diz:

    Porquê o Inglês, se não o sabe usar como deve ser?

  3. Pedro Sousa diz:

    Não tem nada a ver, mas podem ver o cavaleiro Marcelo Mendes a atacar uma manif antitourada na Torreira (Aveiro). Tá gravadinho em HD e tudo: http://youtu.be/Zivm1tk-LFU

    Podem tb dar uma olhadela ao facebook do animal: http://www.facebook.com/pages/Marcelo-Mendes/321519344598109

    E a polícia ali ao lado a ver e a deixar o animal ir espetar ferros na arena.

  4. raquel freire diz:

    este texto está a ser usado por várixs artistas alemães, solidários com o que se está a passar aqui. curiosamente elxs gostam muito do texto, não acham que haja problemas com o inglês…

    para que pudessse ser entendido fora daqui, foi divulgado em inglês, mas há também a versão portuguesa, que já foi aqui divulgada.
    agradeço que divulge.

    • KM diz:

      “that one’s cannot live without art.” Caso possessivo a mais.
      “the artist and their work” Erro de concordância.
      ” if the people culture and art” Cadê o caso possessivo?

Os comentários estão fechados.