Alguém perdeu de vez o juízo na Soeiro Pereira Gomes

Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Sobre os recentes acontecimentos na África do Sul

Segunda 20 de Agosto de 2012

Respondendo a solicitações de órgãos de comunicação social, o PCP divulga o seguinte comentário:

Face aos trágicos acontecimentos recentemente ocorridos nas minas Lonmin, na região de Rustenburg, África do Sul, o PCP, para lá do necessário esclarecimento sobre as reais razões e motivações que estiveram na origem destes acontecimentos – que têm raízes nas condições de sobre-exploração e de ataque aos direitos laborais e sindicais daqueles trabalhadores por parte das empresas mineiras e contêm elementos de divisionismo e de provocação – expressa a sua solidariedade aos trabalhadores mineiros sul-africanos, à sua luta e ao seu movimento sindical de classe unitário e condena a violência ocorrida, nomeadamente das forças policiais, que culminou na morte de dezenas de pessoas, na sua maioria trabalhadores.

Via PCP

Ora aí está um bom motivo para o PCP finalmente romper com o silêncio sobre os acontecimentos na África do Sul. Além do móbil do comunicado, “a comunicação social”, sublinham-se, claro, o que pensa o PCP dos mineiros em luta, “nomeadamente” a “maioria” dos trabalhadores que perderam a vida.

Depois disto resta apenas recomendar, vigorosamente, que prescindam de comentar o caso das Pussy Riot. A ver se a comunicação social não se lembra de mais esse grande furo jornalístico.

Nota – Carlos, não encontro nada que confirme essa informação e até ver o Bruno também não apresentou nenhuma notícia credível. O que se sabe é o papel da NUM nesta luta concreta, a sua relação com a polícia e com o regime do Zuma e a necessidade de, face a isto, os trabalhadores forjarem novas organizações sindicais. Lamento que te afastes da concepção que tão bem foste desenvolvendo ao longo dos anos nesta casa, que defende que a expressão da luta dos trabalhadores não tem que se limitar à acção do sindicalismo tradicional, ainda para mais nos países em que os sindicatos são simultaneamente titulares da pasta do Trabalho e da Administração Interna. A radicalização da luta, bandeira tão cara aos teus escritos, não virá do amanhã que agora cantas.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

28 Responses to Alguém perdeu de vez o juízo na Soeiro Pereira Gomes

  1. Pingback: O jogo da laranjinha | cinco dias

  2. Pingback: A cor da exploração | cinco dias

Os comentários estão fechados.