A laranja de manhã é ouro, à tarde é prata e à noite mata

sebastiao salgado

Do trabalho assalariado como prisão, ou porque enquanto os trabalhadores não dirigirem directa, colectiva e democraticamente a produção, estarão sempre sob a alçada de novas grilhetas.

Bookmark o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.