Zita Seabra devorou criancinhas ao pequeno-almoço


Imagem daqui

Zita Seabra deixou de ser militante do PCP há 24 anos. Enquanto dirigente daquele partido com tarefas políticas relevantes, sempre vestiu a pele do discurso mais sectário de uma forma acrítica e dogmática. Ter-lhe-á sido implantada a famosa cassete numa das suas viagens a um país de Leste?
Ao contrário de outros que também aceitaram passar as últimas décadas a ser politicamente qualificados como ex-PCP e que, na sua maioria, mantêm uma certa reserva sobre o passado, de modo a zelar pela memória do ideal comum no qual se empenharam, Zita Seabra não hesita em se ridicularizar para contar historietas que dizem mais sobre a própria do que sobre a acção do partido. De tal modo que não há ex-militante do PCP que goste de ser visto a seu lado ou que venha em socorro dos seus dislates.
Vem esta introdução a propósito da sua mais recente cavaqueira com Mário Crespo, em que enuncia a possibilidade de a antiga RDA ter instalado microfones para espiar os mais altos cargos da nação através de uma empresa de ares condicionados dos anos 80 (FNAC), papagueando o que a direita mais anticomunista nunca teve coragem de dizer publicamente. Zita Seabra não tem dúvidas do interesse estratégico da RDA em Portugal e nesta “empresa do PCP”, dando como única prova a sua falência após a queda do Muro. A tendência para a repetição acrítica do que lhe é soprado ter-lhe-á ficado tão marcada da experiência partidária que nem sequer cuidou de reparar que a falência da FNAC é bem anterior à queda do Muro.
Zita Seabra é um doce nas mãos do jornalismo sensacionalista. Não tenho dúvidas que um pivô habilidoso lhe conseguirá tirar a declaração que dá título a este escrito.

Hoje no i

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

38 Responses to Zita Seabra devorou criancinhas ao pequeno-almoço

  1. JgMenos diz:

    Um alarido em que o tema é ‘aparelhos de ar condicionado’.
    Ora a questão é outra: qual o nível de cooperação solidária do PCP com potencias estrangeiras no processo iniciado em Abril 74.
    No antes-25 era a justa luta contra o fascismo. Era a Internacional, camaradas!
    E depois? Sabe-se muito pouco…

    • Tiago Mota Saraiva diz:

      E do Mário Crespo?

    • Baresi88 diz:

      Menos droga, que isso faz-te mal.

    • De diz:

      Ou de como desta maneira bem hipócrita ( e cobarde) se tenta desviar o tema do ar condicionado ( que cai por terra ao primeiro sopro racional) para “o nível de cooperação…”etc e tal.
      O rapaz apela aos “camaradas”. Prevê-se que os camaradas lhe façam a vontade sobre a forma de decretos-lei.Com o aval da troika e com a chancela da dita cooperação internacional…
      Ouvem-se já os latidos

      • De diz:

        Ah,falta o essencial:
        Um belíssimo texto.(Tanto que despoletou a ira e a veia conspirativo-delirante da controleira matos)

  2. Pingback: Uma certa reserva sobre o passado « BLASFÉMIAS

  3. Baresi88 diz:

    Desculpa Tiago, não percebi o que quiseste dizer com a última frase. Parabéns pelo texto, é que coitada, ela nem é amada no Partido onde está e tem de mostrar serviço.

    • Tiago Mota Saraiva diz:

      A ansia é tamanha que um jornalista habilidoso ainda consegue por Zita Seabra a descrever os repastos de criancinhas que se faziam nos pequeno almoços da Soeiro.

      • Baresi88 diz:

        Obrigado. Eles estão a ficar velhos, mas deviam ser presos o quanto antes, por traição ao país, e ao povo.

      • Armando Cerqueira diz:

        Se procurar bem, a Zitinha Red Shoes começava a manhã na Soeiro Pereira Gomes comendo o pequeno almoço das criancinhas, a que se seguia um opíparo segundo pequeno-almoço que consistia em devorar as próprias criancinhas.

        Acho que isso era um hábito arreigado dos ‘comunas’, de tal modo que está documentado nas várias edições do ‘Guiness Book of Records’. Aliás, há vários ‘reports’ de conceituadas ‘agencies’ da comunidade de ‘intelligence’ a este respeito.

        Respeitosamente

        A. Cerqueira

  4. luis reis diz:

    Então lá vai. O culpado disto tudo foi Barreirinha Cunha. Advinhem lá porquê….pois , é isso mesmo.Os desejos negados dão nisto.

  5. luis reis diz:

    é pá desculpem os erros mas tive de ir virar as sardinhas….tá?queriam o quê? hoje é sabado porra….

  6. Caxineiro diz:

    sobre a zita, só se o Quim Barreiros aproveitar o tema para mais um sucesso tipo, “onde meteste o micro, ò zita” ou coisa assim

    Off topic
    Grande parte da documentação dos submarinos desapareceu do Ministério da Defesa. Sumiram, em particular, os registos das posições que a antiga equipa ministerial de Paulo Portas assumiu na negociação.
    “Apesar de todos os esforços e diligências levadas a cabo pela equipa de investigação, o certo é que grande parte dos elementos referentes ao concurso público de aquisição dos submarinos não se encontra arquivada nos respetivos serviços [da Defesa], desconhecendo-se qual o destino dado à maioria da documentação”,
    Será que no camião cheio de documentos que o paulinho das feiras levou com ele quando saiu do governo, íam tambem ( por distração,claro) esses papeis?

    Estes gajos da justiça são tão distraídos….

  7. Pingback: BLASFÉMIAS insta ex-comunistas-anti-comunistas a revelar na próxima conversa com Mário Crespo o verdadeiro tamanho do cérebro de Álvaro Cunhal | cinco dias

  8. Luis Almeida diz:

    Zita é a abjecção, o vómito! Que orgulho ser comunista Tiago !

  9. antonio diz:

    Comunistas a comer criancinhas ao pequeno almoço? Só se for na Coreia do Norte.

    • Antónimo diz:

      Homem, não seja ridículo, você está sempre a dizer aqui que na Coreia do Norte nem sequer há pequeno-almoço como é que poderiam comer criancinhas? não se contradiga que isso trama-lhe a densidade da argumentação.

        • Antónimo diz:

          Mais se contradiz. No artigo do Telegraph, verifica-se que o regime norte-coreano até condenou à morte (já agora, sou contra a pena de morte e a perpétua) quem comeu as crianças e os velhos mortos com picadas atrás das orelhas.

          Será que o neutro Think Thank de Seul que deu esta notícia é o mesmo que se lembrou de instalar microfones em ares condicionados ministeriais nas vésperas das notícias dos submarinos dos democratas ou o ex-“jornalista” Pedro Correia, agora adjunto de Relvas, Pedro, Paulo, Assunção e Lda.?

        • De diz:

          Ohhh!
          Ficámos assim a saber que o antónio,longe dos hábitos dos colegas,usa uma versão do correio da manhã lá do sítio como fonte noticiosa.
          On 12 August 2012 the Daily Telegraph published a review of the 2012 Summer Olympics closing ceremony over one hour before the ceremony had finished.
          As fontes são uma coisa tramada.Junte-se o Caleb mission
          e temos o perfil adequado. Um think tank adequado.
          A 11 de Maio deste ano:The study is to be published in South Korea next week.Estamos a 13 de Agosto….e o Telegraph com ou sem daily ainda não comunicou a razão para o atraso de tão prometedor estudo.
          É necessário todavia investigar. Como por exemplo o faz o moderado La Vanguardia sobre os casos de canibalismo nos EUA …
          http://www.lavanguardia.com/sucesos/20120604/54303753289/casos-canibalismo-ee-uu-alimenta-debate-zombis.html
          (Já que falamos em zombies)
          🙂

          • antonio diz:

            Há anos que se fala de canibalismo provocado pela fome na Coreia do Norte e não foi o Daily Telegraph o primeiro a falar disso nem o único a dar a recente notícia da execução dos canibais. Pelo menos o Daily Mail, o Global Post, o ABC Austrália e o Zeenews, entre muitos outros, deram a mesma notícia. E se é verdade que há tarados canibais em muitos lados, começando pelos EUA, a Coreia do Norte deve ser dos poucos sítios em que a motivação é pura e simplesmente a fome.

          • De diz:

            Sorry antónio.A fonte informativa…essa fonte informativa teve origem no jornal referido.
            Que mentiu.Continuamos a aguardar o relatório referido.
            Mais uma vez:as fontes são uma chatice.
            Ontem um pasquim internacional escreveu que em Portugal o PC tinha colocado microfones em aparelhos de ar condicionado.
            A fonte?
            Pois então não?
            🙂

      • De diz:

        🙂 🙂 🙂

        • antonio diz:

          E, claro, o “De” sabe de fonte certamente segura, mas que não identifica, que aquele jornal mentiu. Não há pachorra.

          • De diz:

            Um salto por aqui para explicar ao sor antónio(hoje não estou com paciência para mais) o motivo pelo qual a sua fonte mentiu.
            Eu sei que não há coisa mais avessa à inteligência que um burro a passar-se por doutor.Mas expliquemos
            A 11 de Maio deste ano:The study is to be published in South Korea next week.
            Estamos a 21 de Agosto….e o Telegraph com ou sem daily ainda não comunicou a razão para o atraso de tão prometedor estudo.
            Dê lá as voltas que der o salazarento personagem, contra factos não há argumentos.
            Mentiu a dita fonte e não apresentou nem desculpas nem justificações.

            Não há mesmo pachorra.

        • antonio diz:

          Só mais uma coisinha: não é verdade que a única fonte seja o Daily Telegraph. Pode iniciar uma instrutiva investigação em, por exemplo, http://www.globalpost.com/dispatch/news/regions/asia-pacific/120518/north-korea-executes-3-cannibalism-report-claims
          Também pode ler “A Longa Noite de Um Povo”, um livro premiado de Bárbara Demick (Temas e Debates, Círculo de Leitores).
          E, já agora, leia também algo sobre lógica e falácias para descobrir porque não é aceitável um argumento como “o jornal x, que já foi apanhado a mentir, divulgou o facto z; logo, o facto z só pode ser falso”. Quando chegar aí, se chegar, diga qualquer coisinha.

          • De diz:

            Mais uma vez a desonestidade.Porque o que sobra é a possibilidade do curso do António ter sido tirado em parelha com o Relvas.

            Vejamos.Como se sucederam estes comentários:
            Ao comentário lúcido e sereno do Tiago, António pospega uma farsola, manhosa e tinhosa q.b., a atirar para canto e repescando nas águas turvas do mais boçal e primário anticomunismo.
            Posto em cheque por Antónimo, eis que António vai em busca de um texto ( já lá vamos) e em que da foram taxativa que o caracteriza afirma:
            “contra factos não há argumentos”.
            Essa foi demais.António parte do pressuposto que as suas fontes são as bem informadas e as legítimas.E fica irritado quando o apresentam como o que de facto é.
            Basta ler o escrito e tirar as conclusões.As suas fontes (agora parece que anda a arranjar mais fontes),todas as suas fontes provêm da Caleb Mission.Os papagaios reunidos pelo António para mostrar que são muitos é um direito que lhe assiste mas é apenas a prova cabal que a manipulação tal como a mentira tem pernas curtas.E que a desinformação tem veículos de amplificação poderosíssimos.

            A mesmíssima notícia em que António se escuda para continuar na treta do costume revela algo mais.Revela uma coisa que António se esforça tenazmente para esquecer e ocultar.O tal estudo em que serão feitas as bombásticas revelações é prometido desta forma:”The study is to be published in South Korea next week..
            Estávamos em Maio deste ano.O estudo objectivo e factual não apareceu.
            Como tal acusei a dita “fonte” de ter mentido.
            De caras.
            O que motivou da parte do António a execução de um patético exercício sobre um facto de um jornal que já foi apanhado a mentir etc e tal.

            Lol
            O referido sujeito nem sequer terá reparado que a acusação de mentira se referia exactamente à notícia que ele proclamava que “contra factos não há argumentos”?
            Ou seja.Que a notícia sobre o canibalismo para o qual o jornal tentava apresentar como fundamentada por um dito estudo ficou-se por aí?Por uma baba viscosa e mentirosa (até prova em contrário), tendo o tal estudo sido adiado para as calendas ao contrário do referido na notícia?Para o cozinhar melhor?
            Não me é particularmente simpático o que se passa na Coreia.Mas atoardas e manipulações feitas por saudosistas do fascismo …
            É que nem pensar

            (Pensava eu que já se tinha percebido tudo isto.Talvez que agora com isto mais explicadinho…)

          • antonio diz:

            O “De”, depois de eu, de óptima fé, ter assinalado não ser de bom tom falar sobre comunistas a comer criancinhas quando havia notícia de tal ter efectivamente sucedido na Coreia do Norte decide demonstrar ser essa notícia falsa. Argumento? A falta de credibilidade da fonte porque o jornal x já uma vez deu uma notícia falsa e porque o relatório nunca apareceu (E quais as notícias credíveis, as transmitidas pelo governo da Coreia do Norte?). Entretanto, quando lhe referi educadamente os problemas da lógica da sua argumentação (chamemos-lhe assim) decide ofender-me e compara-me ao Relvas!
            Já agora, uma pequena pergunta (retórica, que para mim a discussão terminou): ser contra a Coreia do Norte (que o “De” acha passarem-se lá coisas pouco simpáticas) é ser anticomunista boçal e primário? É este o modelo de sociedade, muito ou pouco simpática, que o “de” defende com unhas e dentes? Talvez seja de ir lá e ver ao vivo – mas cuidado, que há por lá uns halterofilistas com ar bem nutrido e sabe-se lá as suas preferências alimentares…

          • De diz:

            António?
            Sorry.
            Aldrabou e continuou a aldrabar.Contra factos não há argumentos.

            Aquilo que postou revelou-se nada.Perdão.Revelou-se ser uma aldrabice manipuladora oca e vazia.Foi isso que antóbio foi buscar.Sorry se falhou nos seus intentos.
            Lol

            Quanto à sua questão sôr António, mando-o para o diabo que o carregue.A sua questão sobre a Coreia do Norte não é o motivo da qualificação de anticomunista primário e boçal.Essa designação mereceu-a pelos comentários sucessivos (pesem as suas lancinantes despedidas com que nos brinda por aqui)
            Valeu?

            Ah, quanto ao modelo…se ainda não percebeu, marque aí uma consulta com um colega seu.Não,não é para entender a coisa.É para não ficar traumatizado com o facto.

          • De diz:

            Onde se lê “antóbio” deve-se ler António.
            Sorry

  10. serra diz:

    A zita apareceu com esta história parva como manobra de diversão do que vinha aí dos submarinos. é que eles (o governo) já sabem todos da agenda da justiça, e por isso antecipam-se. a zita preocupado com os ares condicionados da FNAC (por acaso até lá se está bem) e não disse uma palavrinha da espionagem mafiosa do relvas, essa sim bem mais grave!!!

  11. Armando Cerqueira diz:

    “Zita Seabra devorou criancinhas ao pequeno-almoço”

    Eh pá, vocês não acham que ao fim deste tempo todo a Zitinha Red Shoes já comeu as criancinhas todas, já não há mais nenhuma para papar?
    Mudem de assunto, entretenham-se com outras coisas…

Os comentários estão fechados.