Pray Putin Yeah!

A generalidade das feministas devia meter os olhos nisto. As iniciativas da UMAR e do MDM tinham tudo a ganhar.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

14 respostas a Pray Putin Yeah!

  1. Augusto diz:

    Olhó XUTOS no Santuario de Fatima a gritarem Abaixo o Coelho….

  2. Ana Rita diz:

    Sim, de facto, para as mulheres de Tondela, o mais mobilizador contra a Troika, deve ser uma banda punk numa acção na igreja..faz sentido.

  3. Carlos Carapeto diz:

    O Renato agora também já faz uns fretes à extrema direita.

    Que terão a ver a UMAR e o MDM com o comportamento das javardonas que fizeram campanha a favor do candidato de direita às presidenciais Russas?

    E por a Diévuska ter o punho erguido e aquela frase na camisola são o suficiente para acreditar que é uma corajosa lutadora capaz de dar a vida em defesa da liberdade?

    Gostava que explica-se melhor a quem o lê a razão porque gosta tanto de revolver nestas mixórdias?

    Renato Vc não tem emenda, é um caso perdido, as suas opiniões são uma completa balburdia ideológica, cada vez que escreve só diz disparates, convença-se que representa um verdadeiro perigo para a esquerda que diz defender.

    Há poucos dias colocou aqui um estapafúrdio sobre a Síria, de certeza que qualquer adepto da agressão imperialista não fazia melhor.
    Leu o que eu escrevi sobre as maquinações do imperialismo que estão por detrás desta agressão?
    Por favor leia a 3ª página do jornal Avante desta semana, veja o que escreve Rui Paz sobre o mesmo assunto. Para mim não foi necessário o Avante publicar esta informação, há muito tempo que sei isto.
    Vc tinha o dever de saber também, para não escrever disparates do género daqueles que escreveu.

    Em tempos recomendei-lhe que lê-se Halford Mackinder, Ziuganov, Alexandre del Valle, Yves Lacoste , Pezarat Correia, Brzezinski, sobre a teia de interesses geoestratégicos e geoeconómicos que estão subjacentes à investida guerreira do imperialismo naquela região. Agora aconselho-o a ler também Colin S Gray “Geopolitica da Era Nuclear” estou a ler neste momento, tem uns bons anitos, mas está em consonância com o que se passa atualmente.

    Voltando ao assunto do presente.
    Sabe que esta banda musical (Prussy Riot) participou na campanha eleitoral do candidato da direita Mikhail Prokhorov? Sim esse mesmo que pretendia comprar o Sporting!
    Desconhece que Prokorov era apoiado por quase toda a alta oligarquia corrupta da Rússia ( a outra parte estava ao lado de Putin)?
    Tinha atrás de si “homens” como Vladimir Lisin, Boris Nimstov (no final coloco um vídeo com ele) e Oleg Deripaska entre outros?
    Sabe os crimes que estes dois últimos indivíduos cometeram contra o povo Russo? Vou citar apenas dois casos na ínfinidade de trafulhices que fizeram .

    Este duo de malfeitores “afilhados” de Yeltsin, em 1993 apoderam-se da empresa AvtoGaz em Gorki onde trabalhavam cerca de 100 000 operários, não só das instalações fabris como também do parque habitacional dos trabalhadores, na URSS eram as empresas que tinham que fornecer habitação aos empregados. Sabia disso?

    Tal como da Borsckii Stekolhnii Zavod, em Bor na margem esquerda do Volga frente a Gorki (hoje Nijni Novgorod) a maior fabrica de vidros para viaturas da União Soviética.

    Sabe de que forma? Através da distribuição gratuita pelos trabalhadores de uns papeis sem qualquer importancia que chamaram de Vautcher (ações) para assim poderem privatizar as empresas, de seguida deixaram de pagar os salários. Os trabalhadores com fome desfizeram-se desses papéis a qualquer preço. Dessa forma a AvtoGaz foi vendida por 20 milhões de dolares. (a refinaria de Samara ainda foi pior, foi vendida por 150 milhões de dolares passados seis meses estava cotada na bolsa em 6 M M).

    Se estiver interessado posso explicar-lhe melhor as façanhas que estes ladrões cometeram.

    É estranho alguém que se diz de esquerda colar-se a gente desta.

    Será que não se apercebeu que o caso das Prussy Riot , está a ser aproveitado e financiado por a oligarquia Russa, e mediatizado por os meios de informação Ocidentais. É o bando rival de Putin que foi desapossado e quer voltar a controlar o Estado.

    Nos anos 90 os grupos de mafiosos Russos lutavam entre si por o controle dos bens do Estado, tal como os Gangues de Chicago nos anos 20 se enfrentavam de armas na mão.
    Foi o bando chefiado por Putin que saiu vencedor , os outros ainda não aceitaram a derrota.

    Portanto o Renato mais uma vez falhou na prestimosa ação de solidariedade que pretendeu manifestar.

    Por outro lado começa a ser estranho nunca se ter preocupado em denunciar as perseguições que os sindicatos e os partidos de esquerda são alvo na Rússia.

    O vídeo de Nimstov com Zirinosvki que referi.

    • Renato Teixeira diz:

      E com isso devemos concluir que para rejeitar a balbúrdia deve considerar-se o Putin?

      Não sei quem apoiam ou não as Pussy Riot, mas sei quem fere a sua acção política e o que deixa a descoberto.

      A única coisa que me parece lamentável é a tolerância que algumas correntes comunistas, na Rússia mas pelos vistos também por cá, face à cleptocracia que tomou conta da Ex.URSS.

    • António Oliveira diz:

      Importa-se de dar fontes para essa sua alegação sobre a relação entre as Pussy Riot e a oligarquia russa? Sem isso, considero a sua alegação como mais uma entre as milhões de sujas calúnias típicas de estalinista.

  4. Carlos Carapeto diz:

    Porque razão trouxe os comunistas à liça? Não podia ser de outro, para quem está sempre pronto a abater os inimigos do povo, tem que aproveitar todas as ocasiões para desferir uma estocada nesses traidores.

    Fez o calculo errado!
    Vc é que não quer admitir que os outros que está defender são iguais a Putin, tanto assim que se preocupou em apresentá-los com slogans historicos e punhos erguidos.
    Com a agravante dos seus apaniguados estarem ao serviço dos interesses do Imperialismo.
    Amigo o que Vc está a defender é a extrema direita Russa do SPS (União da Direita Russa) de Irina Kakamada, Tchubais,Yevlinsk, Kassianov, Gaidar o pai das reformas, tudo partidarios de Yeltsin.
    Portanto com o pretenso argumento da defesa da democracia está a portar-se como um partidario da extrema direita um agente do imperialismo.
    Ou não existirão na Russia outros intervenientes da sociedade para além destes que mereçam a sua solidariedade?

    E se não sabe quem são as Diévuskas do Prussy Riot, e de quem estão ao serviço? Por favor informe-se melhor em vez de se colocar gratuitamente ao dispor destes canalhas inimigos do povo Russo.

    Onde foi que mostrei tolerancia por qualquer dos bandos cleptocraticos que dominam hoje a sociedade Russa? Esse exercicio está a o senhor fazendo, ajudando a demonizar uns , vitimizando os outros. Terá medo de combate-los todos ao mesmo tempo?

    Para si não existe mais ninguém na Rússia a quem prestar apoio senão ao bando de saqueadores que está na mó debaixo?

    Não há na Russia sindicatos, partidos de esquerda a quem mostrar a nossa solidariedade? Tem que fazer eco com o que está na ordem do dia na imprensa burguesa.

    É tão corajoso em divulgar estas mixórdias, veja se tem coragem para denunciar aquilo que se está passar na Moldávia com o partido comunista?

    Compreendo, os partidos comunistas devem ser ilegalizados e passar à clandestinidade.

    • Renato Teixeira diz:

      Iguais a Putin?!?
      Tenha paciência. Terá mesmo que interiorizar a ideia que elas são simultaneamente contra o Putin e não lhes cai bem o estalinismo.

      http://eng-pussy-riot.livejournal.com/4602.html

    • Responde Carapeto diz:

      Carapeto, faça o favor de me fornecer material que me esclareça sobre a alegada ligação das Pussy Riot à direita. Não consigo encontrar por mim.

      • Carlos Carapeto diz:

        À esquerda de certeza é que não têm quaisquer ligações.
        Se se declaram fervorosas inimigas de Putin da mesma forma que criticavam os outros candidatos às presidenciais “Jirinovski e Ziuganov”.
        Se já em Dezembro tinham participado na campanha de desacreditação do Rússia Unida, e estiveram presentes na manifestação que a direita organizou na Praça Vermelha a contestar as legislativas. Estas não serão provas suficientes para saber que área politica defendem?

        Se mesmo assim restarem duvidas que estão conotadas com a extrema direita, temos que admitir que são de extrema esquerda?
        Portanto se não fizeram campanha a favor do candidato Prokhanov só podia ter sido em louvor de Kim Jung Un.

        Quanto às dificuldades que tem em encontrar provas como são de direita. Para facilitar essa tarefa o melhor é.
        Primeiro; comece por aprender Russo. Se não tiver paciência para isso, arranje quem lhe faça as traduções, se isso ainda não for o suficiente crie laços familiares na Russia e mantenha-se em contato permanente para saber o que por lá se passa. E faça por dar umas saltadas lá de vez em quando.

        Mas para não continuar a colocar em duvida a seriedade de quem conhece um pouco da realidade daquele país e mantém contatos quase diarios, faço o obsequio de disponibilizar aquilo que me pediu .

        Aqui:

        http://ru.wikipedia.org/wiki/Pussy_Riot

        A Google não vai fazer a tradução correta. Pussy Riot aparece num Português vernáclo.

        A passagem que está aí por baixo retirada do texto confirma claramente que não são só apoiantes da extrema direita, como fazem apelos em publico à violência.

        Confirma também que os participantes dos Sites de extrema direita se uniram todos num frenezim a apoia-las.

        “После «панк-молебна» на праворадикальных сайтах появились персональные данные женщин, которых публикаторы называют участницами группы. Публикации сопровождались призывами к расправе”.

        • Responde Carapeto diz:

          Não dou crédito algum a quem cita a rede conspiranóica fascista Reseau Voltaire e apoia todo o tipo de ditaduras.
          Você parece ter aprendido russo e a arte da calúnia estalinista nas mesmas andanças. É uma vergonha que gente assim ainda seja considerada como interlocutores válidos em certos meios.

  5. pega ladra diz:

    “A generalidade das feministas”? LOL. Deve conhecelAs todAs, em toda a amplitude de correntes e militâncias

  6. António Oliveira diz:

    Vá lá. Já sabemos a que ponto pode descer um estalinista, desse o assassinato à calúnia. Informe-nos melhor então sobre as Pussy Riot mas não aceitamos a sua palavra. Se isso é verdade deve haver fontes na internet a mostrar isso.

Os comentários estão fechados.