O univitelino do chickenshit, ou será xifópago, devia descobrir o que há à esquerda dos comunistas.

Mais quatro “musiquetas”, desta feita para ouvir até ao fim, e um lembrete imprescindível, dedicado aos quatro da Santa Aliança e ao cristão novo do José Meireles Graça, uma variação requintada do Nuno Magalhães: “Não elaboro, não argumento, não enumero factos, ofereço a afirmação como uma evidência.” Uma declaração nada surpreendente para quem acha que “à esquerda do PCP não há nada” e que o CDS é democrático porque tem deixado todos os outros ir a votos. Sem ter a pretensão que a criatura saiba o percurso político dos seus irmãos além fronteiras, recordo apenas os tiques incendiários dos seu séquitos, em pleno PREC, e o mal que foi a esquerda – a que ele conhece e a que ele desconhece – não ter replicado, no mesmo espírito dialéctico, o caminho mais curto para a guerra civil e a charrua que faltou para garantir a vitória da revolução socialista.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 Responses to O univitelino do chickenshit, ou será xifópago, devia descobrir o que há à esquerda dos comunistas.

  1. Pingback: Nem cão, nem hiena, nem frango. Apenas chickenshit. | cinco dias

Os comentários estão fechados.