«Somos um exército» «É preciso organização»

Dos bairros mais pobres, dos mais pobres, chegam sons da consciência  de classe. Não são uma multidão, são trabalhadores, pouco qualificados, desempregados, nas franjas da sobrevivência. Sem organização vão continuar a ser, não um exército de luta, mas um exército de desempregados.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 Responses to «Somos um exército» «É preciso organização»

Os comentários estão fechados.