Rating BB/B para o Samuel

O que é divertido na  sequência de posts em que adultero os escritos do Samuel de Paiva Pires (1,2), é que ele não percebeu porque o estava a fazer. A ideia é simples, o argumento com que responde ao Renato e depois a mim, não tem qualquer conteúdo. Serve para um benfiquista insultar um sportinguista ou um vesgo insultar um surdo.
Agora que me quer dar lições de inglês, provavelmente um castigo divino por não lhe ter adulterado os erros de concordância dos seus escritos iniciais, aqui fica a chave do enigma.

copiado aqui

 

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.