Um pintelho na plutocracia

Fundação EDP contrata sobrinha-neta de Catroga

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 respostas a Um pintelho na plutocracia

  1. Antonio diz:

    Em Cuba e na Coreia há a chamada pilosidade na Oligarquia….

    • Antónimo diz:

      O problema português é haver quem os não veja na própria boca.

      • António diz:

        Pior que nao os ver é nao saber como foram lá parar…

        • De diz:

          Isso é um problema do António a que somos perfeitamente alheios.
          Volta sempre (apesar de se despedir bastas vezes,como não quer a coisa,lol) a tentar fazer béu-béu com sotaque coreano ou cubano sempre que um pulha é desmascarado.
          Velhos métodos aprendidos na caserna dos propagandistas de ocasião. Salazarentos q.b.
          E…

          • António diz:

            Eu só estranho os posts que por aqui se fazem quando se defende e acredita em tantas barbaridades… Deve ser por isso que nao resisto em mandar umas postas.
            E ha de facto muitas coisas que deveriamos ter aprendido dessa época.

          • De diz:

            Então não há?
            Por exemplo.Coisas que aprendemos desde a época do “botas”:Desprezar tudo o que cheire a salazar e que lhe seja afim sob o ponto de vista ideológico.E a evitar para todo o sempre coisas do género. Porque ainda há quem defenda e acredite em tais barbaridades.E depois não tenha outro remédio que não seja fazer o “barulho ” adequado para tentar esconder os filhos dilectos do traste de santa comba

  2. zé da Tasca diz:

    É perfeitamente NATURAL, a miúda é filha de boas famílias, formou-se numa “boa” universidade, e é boa rapariga, e nós…ou somos parvos ou temos inveja.

    PS- a pintelhice (ss ???não me apetece) de ser sobrinha de quem é não contou para nada.

Os comentários estão fechados.