Campanha Corta-Relvas

A direita, a esquerda, os sindicatos, os patrões, os movimentos sociais e a turba das redes sociais já pediram, com bons modos, a sua demissão. O único que continua calado é, sabe-se lá por que comendas, o Partido das Abstenções Violentas. O grupo parlamentar do PSD, a primeira coluna do Dr. Relvas, acusa a Campanha Corta-Relvas de ser brutal mas apoia a brutalidade do Sr. Dr. Ministro.

Parece-me evidente que se sua excelência não se demitir a equação vai passar a contar com respostas políticas que até agora costumávamos ler em grego e em espanhol, línguas que é bom que constem do plano de equivalências do senhor Dr. Ministro.

Via MSE.

A ler também as razões da Plataforma 15 de Outubro.

Também na RTPSICSIC Notícias e TVI.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 Responses to Campanha Corta-Relvas

  1. Pingback: Última Hora – Relvas não se vai demitir |

Os comentários estão fechados.