A cara de um não é o cu do outro

Curiosa a troca de acusações entre o PS e o PSD sobre as licenciaturas do Relvas e do Sócrates. O que para uns ontem era um escândalo é hoje perfeitamente normal. O que para outros ontem era perfeitamente normal é hoje um escândalo. Uns e outros são incapazes de defender que um tipo para ser ministro ou primeiro-ministro não precisa de nenhum canudo e ambos deixam perceber que há por aí uma mão cheia de analfabetos que seriam capazes de governar substancialmente melhor que qualquer um destes doutores de pacotilha. Contar alternadamente com o Eng. Sócrates e com o Dr. Relvas à frente do desígnios do Estado é a melhor propaganda que se poderia pedir para recuperar a actualidade da Revolução Permanente, a necessidade de Sovietes e a urgência da Ditadura do Proletariado.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

18 respostas a A cara de um não é o cu do outro

  1. “Uns e outros são incapazes de defender que um tipo para ser ministro ou primeiro-ministro não precisa de nenhum canudo”

    Precisamente! Foi a primeira coisa que me veio à cabeça depois de ler as notícias. O chocante nestes casos não é o facto de os envolvidos não terem, de facto, um canudo, mas sim a falta de credibilidade das instituições do ensino superior, especialmente do sector privado. Ainda mais revoltante é ver estes filhos da puta aconselhar a emigração para milhares de jovens (esses, sim, altamente formados e especializados) e cantar loas à merda da “meritocracia”. Sabes o que te digo? Puta que os pariu! (já não espaço para diplomacia com cabrões desta estirpe)

    • De diz:

      Subscrevo.

      E é bom que se diga que Passos Coelho é conivente com toda esta trampa.Da nomeação e da manutenção em funções dum ministro caceteiro/chantagista até esta palhaçada toda.
      Meritocracia? Saída da “zona de conforto”?

      Fedem

  2. joão viegas diz:

    “Uns e outros são incapazes de defender que um tipo para ser ministro ou primeiro-ministro não precisa de nenhum canudo e ambos deixam perceber que há por aí uma mão cheia de analfabetos que seriam capazes de governar substancialmente melhor que qualquer um destes doutores de pacotilha”

    E’ raro eu concordar com o Renato Teixeira mas, desta vez, ha que reconhecer que ele deixa pouco espaço para alternativas.

    Boas

  3. licas diz:

    Acho bem: venha a Ditadura do Proletariado comandada
    pelo *Operário* Jerónimo de Sousa. VENHA ELA !!!

  4. licas diz:

    Acho bem: Que venha a Ditadura do Proletariado comandada
    pelo *Genuino Operário* Jerónimo de Sousa. VENHA ELA !!!

  5. Vítor Vieira diz:

    What goes on the Net stays on the Net…

    2007-http://web.archive.org/web/20070608055350/http://www3.parlamento.pt/deputados/Deputado.aspx?ID=124

    2008-http://web.archive.org/web/20080109105756/http://www.parlamento.pt/deputados/Deputado.aspx?ID=124

    … so what else is news?

  6. Rafael Ortega diz:

    Consegui concordar até à última frase. Fogo homem, estava quase a concordar com um artigo seu na totalidade…

  7. Para quem leu o conto “Papagaio” do Fernando Pessoa: já nos entraram em casa para matar o papagaio; foram dois tiros calmos e certeiros.

    Revoltados pacificamente, assistimos ao acto desde um sofá de canto.

  8. Rocha diz:

    PS é igual a PSD. Os comunistas já perceberam. E os bloquistas quando vão entender?

    • licas diz:

      Ora, ora, os comunistas andam a afirmá-lo desde 1975 !
      (a grande descoberta de Rocha . . . palavra d´honra)

  9. Clint Eastwood diz:

    APOIADO!!!

  10. Pingback: O que escondem o Dr. Seguro e o Reitor Moutinho sobre a licenciatura do Dr. Relvas? | cinco dias

  11. Zeitgeist diz:

    “a necessidade de Sovietes e a urgência da Ditadura do Proletariado”… tudo para bem do povo claro.

  12. Francisco d'Oliveira Raposo diz:

    Vá lá, não sejam assim…
    O “Dr” Relvas ensinou-me uma coisa: é que sou “Mestre em Sociologia”.
    ?
    É que fiz dois anos e meio de Sociologia na FCSH-UNL com todas as cadeiras do 1º,quase todas do 2º e 1 ou 2 do terceira…
    Mais as “equivalências”…
    Oh pessoal tratem-me lá por Mestre, tá?

    PS: haja pachorra

Os comentários estão fechados.