A cara de um não é o cu do outro

Curiosa a troca de acusações entre o PS e o PSD sobre as licenciaturas do Relvas e do Sócrates. O que para uns ontem era um escândalo é hoje perfeitamente normal. O que para outros ontem era perfeitamente normal é hoje um escândalo. Uns e outros são incapazes de defender que um tipo para ser ministro ou primeiro-ministro não precisa de nenhum canudo e ambos deixam perceber que há por aí uma mão cheia de analfabetos que seriam capazes de governar substancialmente melhor que qualquer um destes doutores de pacotilha. Contar alternadamente com o Eng. Sócrates e com o Dr. Relvas à frente do desígnios do Estado é a melhor propaganda que se poderia pedir para recuperar a actualidade da Revolução Permanente, a necessidade de Sovietes e a urgência da Ditadura do Proletariado.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

18 Responses to A cara de um não é o cu do outro

  1. Pingback: O que escondem o Dr. Seguro e o Reitor Moutinho sobre a licenciatura do Dr. Relvas? | cinco dias

Os comentários estão fechados.