DESEMPREGADOS IRREDUTÍVEIS – Se o MSE pudesse, votava a favor da Moção de Censura.

No dia 15 de Junho foram apresentadas em conferência de imprensa as razões da moção de censura do PCP ao Governo PSD/CDS. Independentemente do conteúdo, o MSE saúda a moção de censura do PCP e considera que toda a oposição deve votar a favor da mesma, contra este governo que criou “um país mais injusto, com mais desemprego, com mais pobreza, mais endividado e com uma recessão das mais prolongadas da nossa história”. Via MSE.

Faltam 9 dias para a Manifestação Pelo Direito ao Trabalho.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 Responses to DESEMPREGADOS IRREDUTÍVEIS – Se o MSE pudesse, votava a favor da Moção de Censura.

  1. Miguel Miguéis diz:

    Ena! Aposto que o plenário do MSE decidiu o apoio a uma iniciativa partidária. Tenho a certeza. Viva! Viva o Renato Teira, o MAS, a Rubra o MRPP e todos os partidos… ups.. .quer dizer, movimentos apartidários e independentes e democráticos e tudo!

    Vivam os Renatos Teixeiras deste mundo!

    Vivam!

    Compreende-se que para um movimento novo o apoio a uma iniciativa partidária como uma Moção de Censura é algo de pormenor, no entanto, há que elogiar a dinâminca interna que permite legitimamente colocar o Renato Teixeira a decidir tudo o que o MSE diz! Viva!

    Aliás? Já não tinha acontecido o mesmo com o 15 de Outubro?

    Ou com a Primavera Global? Quem não se lembra do Renato ter conseguido que o lançamento da PG fosse no mesmo dia, no mesmo local e no mesmo sítio do que o lançamento da sua iniciativa contra a polícia no largo camões?
    Ah! não foi o Renato! Pois Não foi??!?!?

    E quando a PG que tinha como lema a liberdade, o pacifismo, a participação cívica, teve aqui neste blog pelo Renato aquelas frases e cartazes que comparavam à porrada que havia noutros países!

    Qual acordo político qual quê Renato??!
    Isto tem é de avançar de forma revolucionária!!! Ou melhor, da tua! Seja lá qual for o compromisso que pisas!

    Adiante!

    MSE vota a Moção de Censura do PCP!

    É assim mesmo.

    • Renato Teixeira diz:

      Creio que a minha influência é manifestamente exagerada, mas aprecio os vários elogios. Apartidário não é anti-partidário, mas ele há quem não queira sair da cepa torta.

  2. cavalheiro diz:

    Independentemente do conteúdo?

  3. Ana Rajado diz:

    “Independentemente do conteúdo” significa que apoiamos qualquer moção de censura (excepto de extrema direita) a este governo.
    Mesmo que eventualmente tenhamos desacordo em algumas questões, consideramos que o mais importante é castigar este governo.

Os comentários estão fechados.