Carlos Silva, o próximo secretário-geral da UGT

Já falou com o seu patrão [sobre a candidatura]?

Como sabe, eu sou bancário, do BES, que é quem paga o meu salário – o único que tenho e que faço questão de manter. Por isso, antes de formalizar a candidatura, fiz questão de ter uma reunião com o doutor Ricardo Salgado, a quem transmiti, de forma transparente, a minha intenção. Naturalmente que ele, enquanto presidente da comissão executiva do BES, desejou-me sorte e disse que era também um factor de prestígio para o BES ter um dos seus colaboradores como secretário-geral da UGT.

Excerto da entrevista feita pelo diário As Beiras que pode ser lida aqui. Carlos Silva é candidato único à liderança da UGT e é apoiado pelas tendências socialista, social-democrata e democrata cristã.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

17 respostas a Carlos Silva, o próximo secretário-geral da UGT

  1. Vasco diz:

    Oh pá, isto é muito bom. Maravilhoso!!!

  2. antónimo diz:

    Claro, a UGT é sempre uma coisa que prestigia. Isso e as comendas distribuidas pelo Cavaquito.

    Por outro lado também é bom saber que se pode contar com facto de a central ter à frente um “colaborador” de Ricardo Salgado. Talvez a seguir, a CIP aceite ficar com um “colaborador” de um comité central ou de uma mesa nacional, iss’é qu’era.

  3. Edgar diz:

    Factor de prestígio para o BES? O BES é escola de sindicalismo? O próximo secretário-geral da UGT é um sindicalista, representante dos trabalhadores e dos sindicatos associados ou um colaborador do BES?
    Depois da aprovação à alteração das leis laborais, já não há o mínimo pudor, a mínima vergonha, nenhum limite?

  4. antónimo diz:

    Ainda receei que metessem à frente daquilo alguém de vocação marítima, uma coisa em forma de trafulha e que em simultâneo faz um lindo defensor dos colaboradores e outros ofícios correlativos.

    Não ficaria tão bem como os lulus do pedaço de toucinho alemão, mas também enfeita.

  5. LAM diz:

    E este gajo fica-se pela autorização do patrão? Não sabe ele que António Saraiva, presidente da CIP, também deveria ter uma palavra a dizer?

  6. Bolota diz:

    Bruno,

    Agora fiquei baralhado…mas o futuro Secretario Geral da UGT não é o Antonio Chora, o patrono do sindicalismo moderno???

    • closer diz:

      o Bolota com a sua habitual dor de cotovelo. Chora tem sido eleito e reeleito? Porque será?

      • Bolota diz:

        E eu disse o contrario??? João Proença tambem e por isso não deixa de ser o lacaio que tem sido.

        Onde foste buscar essa da dor de cotovelo????

        Atina porra

      • Rocha diz:

        E porque será que há sindicatos da UGT eleitos por trabalhadores que insultam e traem os seus camaradas, nomeadamente os de baixos salários, precários e desempregados?

        O Chora com a sua bajulação dos patrões e dos seus amigos do PS, está ao nível da UGT.

    • Augusto diz:

      O Chora tem a representatividade que os OPERÁRIOS da Auto-Europa lhe dão.

      Quer quando era MILITANTE DO PCP, que agora como DIRIGENTE DO BLOCO DE ESQUERDA.

      Discordar POLITICAMENTE do Antonio Chora é um direito de qualquer cidadão.

      Caluniá-lo, é de miseráveis.

      • Bolota diz:

        Augusto,

        Como sabes se calhar melhor a Auto-Europa a continuar assim irá pelo cano como outros mosntros da industria já foram.
        O papel do Chora aí vai ser nenhum, menor igual ao que tem sido até aqui.

        Tive um familar, Engenheiro que trabalhou lá e preferiu ir para a Turquia do que viver o que apregoam de bom na AE.

        Do Chora nem quiz falar

  7. Cap. Maltez diz:

    Nada a opor assino e mando publicar
    Cavao Silva

  8. Vítor Vieira diz:

    AH!, AHAH!, AHAHAHAHAHAH! (COF! COF! COF!) (desculpem, engasguei-me de tanto rir… e sujei-me todo ao rebolar no chão…)

  9. Streetwarrior diz:

    …O mais engraçado, é que a plebe anda tão empanturrada de propaganda politica, que não vê nenhum contraditório nisto!
    Ou melhor…é só mais um, dos muitos elementos contraditórios que temos na nossa pobre e triste sociedade.
    Enfim…
    e lá seguem eles gritando de bandeiras da UGT nas mãos….UGT! UGT ! UGT….Abaixo os bancos e o capitalismo.
    Isto é uma novela

  10. Zé Carioca diz:

    Acho muito bem que queira manter o emprego que tem, só não percebo ( sabe como é, nem todos somos iguais) porque teve que ir perguntar/pedir? ao patrão? Graças a Deus que ele é boa pessoa, olha se não o fosse…

  11. Carlos Carapeto diz:

    O Proença numa entrevista recente ao jornal I, afirmou que a CGTP se comportava como uma celula do PCP.
    E a submissão da UGT aos interesses do patronato o que é?

Os comentários estão fechados.