Carlos Silva, o próximo secretário-geral da UGT

Já falou com o seu patrão [sobre a candidatura]?

Como sabe, eu sou bancário, do BES, que é quem paga o meu salário – o único que tenho e que faço questão de manter. Por isso, antes de formalizar a candidatura, fiz questão de ter uma reunião com o doutor Ricardo Salgado, a quem transmiti, de forma transparente, a minha intenção. Naturalmente que ele, enquanto presidente da comissão executiva do BES, desejou-me sorte e disse que era também um factor de prestígio para o BES ter um dos seus colaboradores como secretário-geral da UGT.

Excerto da entrevista feita pelo diário As Beiras que pode ser lida aqui. Carlos Silva é candidato único à liderança da UGT e é apoiado pelas tendências socialista, social-democrata e democrata cristã.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

17 Responses to Carlos Silva, o próximo secretário-geral da UGT

Os comentários estão fechados.