Louçanices

Francisco Louçã falava hoje do sectarismo no KKE e da sua possível marginalização parlamentar.  Estão condenados à morte, disse. Fala o líder de um partido que passou de quase 10% para 5%. Se o KKE tiver 7% como prognosticam as sondagens isso significa que perdem 1,5% em relação às eleições de Maio. O que significa que apesar de não ser um bom resultado consegue, em parte, aguentar a chantagem do voto útil no Syriza, os ataques da imprensa e manter um grupo parlamentar que represente todos os que, à esquerda, acham que a União Europeia e o euro fazem parte do problema e não da solução.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

47 Responses to Louçanices

  1. Bolota diz:

    Bruno

    O que Louçã não diz é que o seu candidato ás Presidenciais diz alarvedades deste tamanho

    ” Manuel Alegre diz que moção de censura do PCP é mais contra o PS do que contra o Governo”

    http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2012/06/16/manuel-alegre-diz-que-mocao-de-censura-do-pcp-e-mais-contra-o-ps-do-que-contra-o-governo

    • Rui F diz:

      Parente

      e tens alguma dúvida que o M Alegre está podre de Razão?

      • De diz:

        Tretas.
        Ou por outras palavras.De como uma alarvidade é transformada em razão por Rui F. Podre,claro está

        Entretanto cito do Público:
        A questão que parece colocar-se neste momento ao PS é a de saber se haverá uma abstenção “violenta ou violentíssima” à moção dos comunistas ao Governo, comentaram alguns deputados do PS.

        Alguém vir defender a posição do PS perante esta merda de situação é no mínimo curioso.Tenho mais qualificativos.Mas por ora não me apetece

      • Bolota diz:

        Parente,

        Dou de barato que o Poeta diga o que disse porque é um contricionista encartado, vai para onde lhe cheirara mamanço.

        Tu um puto como és é que me deixa preocupado.

        Regimentamente uma moção de censura só pode ser dirigida a qûem??? Tudo o que estrapules a partir daqui é converseta á Bloco de esquerda

  2. Augusto diz:

    Não Bruno Carvalho, o que dizem os resultados é que o KKE perde METADE do seu eleitorado e metade dos seus deputados, o sectarismo do KKE não resultou.

    Quando a chantagem sobre o povo grego atingiu o inconcebivel, o KKE aliou-se OBJECTIVAMENTE a essa campanha contra o Syriza.

    Bolota, o PCP tambem apoiou o Mario Soares recorda-se……

    • Bruno Carvalho diz:

      Os resultados não dizem nada porque ainda não foi escrutinado mais do que 44,4% dos votos…

      O KKE tem direito a criticar, como sempre fez, o Syriza. E o Syriza tem direito a criticar o KKE, como sempre fez. Porque se todos defendem a UE e o euro, ao contrário do KKE, porque raio é que tenta colar o KKE à direita?

    • Bolota diz:

      Comparar Soares ao Poeta é comparar cagalhões com marmelos

    • Rui F diz:

      é…apoiaram o Soares e já tinham engolido outro sapo, o Eanes.

      É aqui que o PCP se perde…acha-os reaccionários…mas apoia-os…mas acha-os reaccionários…mas apoia-os.

      • André Silva diz:

        Leia um pouco de história, Rui, e veja qual a alternativa a Soares na altura.

        E, já agora, não finja que não sabe a diferença entre uma primeira e uma segunda volta.

        Não se faça de ingénuo que aqui ninguém é parvo.

        • Rui F diz:

          André

          Alternativa? Nenhuma.
          Quem não estava com o PC estava contra.
          Simples. È a imagem mais fiel do partido.

      • Bolota diz:

        Parente,

        Vou repetir-me, está a comparar cagalhões com marmelos.

        Por muito que te doa e eu sei que doi, o Poeta foi o candidato do desde a primeira hora do BE, enquanto Soares ou Eanes, foram males menores. Enquadrados no espectro politico na atura.

        Tu sabes isso se calhar melhor que eu, mas a converseta á BE estraga-te o raciosinio.

        O Chico Louçã agora anda todo inchado com a vitoria na Grecia, como sempre a calvagar uma onda para o qual nada comtribuio. Lá como cá…

        Atina Parente

        • Rui F diz:

          Parente

          O que me comove é o sectarismo do PCP e de alguns apoiantes como tu. Mas também sei que no PC não são todos assim.
          Por exemplo, não querem aprender nada também com o PC Francês nem sei se alguma vez tiveram relações “extra conjugais”

          O Chico e muito bem (e o Miguel Portas por exemplo) tem razões para estar feliz. O Syriza tem relações muito próximas com o BE há muitos anos. É sem dúvida nenhuma uma quase cópia do Bloco

  3. Sa diz:

    as comunices de bruno carvalho ou, como falar antes de tempo é uma merda… o kke perdeu mais de metade dos deputados, passa de 26 para 12 (de 8,48% para 4,45%)

    • Bruno Carvalho diz:

      Falar antes do tempo é o que faz você. Ainda só foram escrutinados 44,4% dos votos e você já está a mandar postas de pescada. E nunca disse que era um bom resultado, disse que era hipócrita o que escreveu Francisco Louçã.

      • Sa diz:

        não falei antes de tempo… vão ter 12 deputados, quanto à percentagem podem ser alteradas algumas décimas. Portanto, não aguentou nada e aconteceu-lhe o mesmo com aquilo que era o teu motivo de gozo. Menos de metade dos deputados. Ironia do caraças….
        Já agora tens palpites sobre o Portugal x Holanda? Pode ser que seja melhor.

        • Bruno Carvalho diz:

          Mas você leu o que escrevi? O motivo de gozo era do Louçã, líder de um partido a que, por motivos diferentes, teve a mesma sorte.

  4. Armando Cerqueira diz:

    Ó Bruno Carvalho: não se mordam. Coexistam. Não se dividam. Vocês são tão poucos. Nós somos tão poucos… Isso só aproveita à Direita, à burguesia, ao Império…
    Vá lá. Aprendam alguma coisa. Não dêem mais motivos aos adversários (CDS, PPD, PS) para esfregarem as mãos de satisfeitos.
    Já não há pachorra para as criancices desta ‘esquerda’ pequenina.
    Aliás, esta pequenez é nacional e congénita. Citando o meu falecido amigo Augusto da Costa Dias, insigne intelectual comunista em voga nos anos 1960 e 1970,

  5. Armando Cerqueira diz:

    (continuação do comentário anterior) … intelectual comunista em voga nos anos 1960 e 1970, que por sua vez citava Almeida Garrett (Viagens na minha terra) :’A terra é pequena e agente dela não é maior'(!!!)

    Cumprimentos

    Armando Cerqueira

  6. Nuno Cardoso da Silva diz:

    Se se confirmarem os resultados provisórios, a conclusão a que se chega é que foi o KKE que deu o poder aos partidos pró-troika. Ao recusar uma aliança eleitoral com o Syriza permitiu à ND que ficasse em primeiro lugar e que arrecadasse os 50 lugares de bónus, sem os quais não podia formar governo. Preferir um governo da ND/PASOK em vez de um governo de esquerda liderado pelo Syriza, é brilhante! Os comunistas estalinistas gregos devem estar orgulhosos de si… Se esta atitude se repetir em Portugal garanto que 2011 terá sido o último ano em que votei na CDU.

    • Bruno Carvalho diz:

      Claro, a culpa não é da lei eleitoral que é profundamente anti-democrática mas antes dos comunistas, como sempre. Os comunistas têm as costas muito largas.

      • Nuno Cardoso da Silva diz:

        Conhecendo a lei eleitoral em vigor o KKE sabia que estava a correr o risco de entregar o poder de mão beijada à ND/PASOK, e esteve-se nas tintas para isso. O que era preciso era sabotar qualquer hipótese do Syriza poder formar governo. Nada de mais inteligente e patriótico. Os trabalhadores gregos não deixarão de agradecer ao KKE a miséria ainda mais profunda a que os condenou…

        • André Silva diz:

          Nuno,

          Se lhe disser que o melhor caminho para sair da crise é atirar o dinheiro a um poço, vai fazê-lo?

          Então porque haveria o KKE de aceitar um caminho que, na sua óptica, aprofundaria o desastre?

          Porque é o KKE sectário e não a Syriza, que insiste na obediência à UE? Será possível superar a crise estrutral sem superar este problema?

          O KKE sabe que não; isso não faz deles sectários.

    • Bolota diz:

      E CDU perder o voto do Nuno Cardoso da Silva é complicadissimo…fosses tu votante da CDU não dizias isso

      • Nuno Cardoso da Silva diz:

        Mas o facto é que votei ultimamente na CDU, por ter achado que era a melhor opção, nas circunstâncias. Mas não sou militante do PCP e quando voto num partido não é por facciosismo mas por achar que é a melhor hipótese. Se acham que esse tipo de votos vos não interessa então pode ser que tenham uma surpresa – desagradável – nas próximas eleições.

        • Bolota diz:

          Se votou…votou bem, se deixar de votar mas nenhum virá ao mundo até porque o enterro ao PC é feito frequentemente apesar de ser a força politica que mais agita, alerta , promove o debate em Portugal.

          A apresentação da moção é disso exemplo. Ao faze-lo é ter o que falta á politica, politica.

  7. eu diz:

    50 LUGARES DE BÓNUS??É uma democracia?
    Bem,se fosse possível ao povo(foi,em parte na Venezuela)a burguesia nunca ia em votações ‘democráticas’.
    Mas,porque raio +50 votos?Ah! é a mesma marmelada do ‘the winner takes all’ na ‘mais’ velha ‘democracia no mundo(cão).

    O Syriza não é tão avant-garde como o KKE!É assim, como o PT do Brásiu….raipaces….aquilo é o paraíso na terra…

  8. xatoo diz:

    sai uma bússula para certos comentários
    “…o último ano em que votei na CDU”? não é contraditório com “os comunistas estalinistas”?

    • Nuno Cardoso da Silva diz:

      Os comunistas estalinistas referia-se ao KKE. Mas se o PCP quiser enveredar pela mesma via nostálgica de regresso à casa mãe, então a carapuça também lhes servirá. E o meu voto irá para onde eu achar que está a esquerda mais eficaz.

  9. Sa diz:

    em maio, o kke ganhou 3 distritos, hoje perdeu-os para o syriza (o mesmo aconteceu com os 4 distritos do pasok). acabou o efémero “alentejo” grego.

    • Bruno Carvalho diz:

      É de facto uma derrota. Mas que quer que lhe diga. A nós comunistas o jogo das eleições parlamentares burguesas não é o principal campo de batalha. Importante mas não o principal.

    • Tiago diz:

      “Alentejo grego”.

      Que ignorância extrapolar eleições na grécia para o nosso país.

      O oportunismo do Bloco de Esquerda sempre foi a sua imagem de marca, para querer fazer do Syrisa/KKE o seu cavalo de batalha, numa altura em que Portugal está como está, demonstra bem a sua mediocridade.

      Quando aqui perderam metade dos deputados… o PCP manteve-se. Mas o Bloco estava certo em tudo e o PCP os velhos sectários. Agora do outro lado passa-se o inverso e as conclusões são as mesmas.

      Típico do Bloco de “Esquerda”.

  10. Teixo diz:

    Bruno Carvalho, o comentario de Nuno Cardoso da Silva diz tudo.
    Porque são eternamente auto-convencidos de serem donos da verdade e vivem há décadas com palas nos olhos, os “comunistas” não saem da cepa torta.
    Abram-se c’um catano! Congreguem, juntem-se, caso contrario petrificam ainda mais.
    Vocês não se dão conta de serem mais tolerados que respeitados.
    Lembrem-se que, já em 2009, maas principalmente em 2011, o grande alvo da direita, não era o PCP mas o BE.

    • Bruno Carvalho diz:

      Claro, por isso é que durante anos a direita através da imprensa levou o BE ao colo. O BE como o KKE desceu para os 5%. Que explicação tem para isso?

      • Tima diz:

        O problema do PCP é o mesmo do KKE! A esquerda “radical” é a sua verdadeira inimiga! Continuem assim. Palmas para a vossa linha política!
        Enquanto isso há gente com fome mas o prioritário é eliminar a esquerda alternativa. Vocês assim vão acabar ainda mais isolados a definhar agarrados à vossa pureza ideológica! Patético…

        • Bruno Carvalho diz:

          Esquerda radical? Mas se o Syriza teve todo o tempo a tentar apaziguar a Europa de que não queria sair do euro e da UE. O líder até escreveu um artigo no Financial Times, esse jornal da esquerda radical, a citar Obama. Veja lá que tamanho radicalismo vai para aí…

          • Tima diz:

            Sério… Assim não dá! Portanto o Tsipras agora é um perigoso neoliberal porque escreveu um artigo para o FT? É esta a sua base de argumentação? Já vão a esse pormenor desonesto?
            É preferível o dogma da superioridade moral de um comunista do que matar a fome ao povo. Portanto a vossa moral acima das necessidades do povo! Muito bem. Eu se fosse como você há muito que já tinha mandado os PCP dar uma volta mas acredito mesmo que devemos estar unidos porque para mim é mais importante dar aos portugueses à esquerda do que como você perpetuar o centro e a direita no poder.
            Continue com a política do orgulhosamente sós. O Paulo Portas deve adorar pessoas como você…

          • Bruno Carvalho diz:

            Vá ler o artigo do Tsipras no FT. Depois falamos.

      • Rui F diz:

        o PCP já teve 19%…

      • Teixo diz:

        Está respondido no meu último parágrafo.

  11. Edgar diz:

    Lá como cá: a direita e o PASOK (PS) (des)governam e os culpados são … os comunistas!
    Evidente é que esta crise do capitalismo tende a tornar-se ingovernável.

  12. Carlos Marques diz:

    Caro Bruno Carvalho, o KKE perdeu metade dos votos. Ficou com 4,5%. Fica a lição para o caso da situação grega se transmutar para espaço lusitano.
    Esperando que a análise do CC e das suas células mais sectárias e arcaicas sejam frutíferas,

    cumprimentos revolucionários,
    em permanente oposição à capitulação,
    Carlos Marques

    • Bruno Carvalho diz:

      A lição já passou para espaço lusitano. Ou esqueceu-se da estrondosa derrota do BE nas últimas eleições?

      • Tima diz:

        ESTRONDOSA DERROTA!!! Que maravilha! Dêem-se vivas ao PCP que se o Bloco desaparecer os comunistas vão absorver toda a sua votação não é? No fundo você já está ao nível da necrofilia. Já se rejubila com a possível derrota de um partido de esquerda esperando crescer à custa dos seus restos mortais. A morte fica-lhe tão bem… No fundo tenho cada vez mais pena de pessoas assim.

    • André Silva diz:

      Esta é de rir: quem mais rejubila com o resultado do KKE é o Bloco. Seria triste se não fosse o caso fantástico de lhe ter acontecido o mesmo nas últimas eleições!

  13. Pingback: Vitória alemã nas eleições gregas | cinco dias

Os comentários estão fechados.