Ensinem-nos a dançar

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 respostas a Ensinem-nos a dançar

  1. Rocha diz:

    Agora sim, está tudo dito a Grécia, e em poucas palavras!

  2. xico diz:

    Eu espero, com sinceridade, que este título não seja uma chamada à fábula da formiga e da cigarra. Que não esteja a insinuar que ainda veremos a Merkel, metamorfoseada em formiga, dizendo para os gregos, na tradução do Bocage: “Oh! Bravo, torna a formiga (Merkel); Cantavas? Pois dança agora!”
    A ideia não será pôr os gregos a dançar, mas a Merkel. Ou não será?

  3. An Lage diz:

    Gosto muito dessa cena. É pena que o compositor da música seja um porco anti-semita.

    • De diz:

      Porco anti-semita?
      Oh an lage vossemecê vê-se ao espelho e reflecte nos outros a imagem que o espelho dá de si.

    • xico diz:

      Um porco anti-semita? Porquê?
      Será que qualquer crítica ao estado de Israel significa que somos anti-semitas?

  4. De diz:

    Obrigado por este pedaço.

    Alguém diz:
    Dear Merkel,
    FUCK YOU.GREEKS WILL NEVER DIE.
    WITH LOVE,A 19 YEAR OLD GREEK WHO DOESN’T HAVE A FUTURE IN HIS OWN COUNTRY.
    Espero que …

Os comentários estão fechados.