Manifestação pelo Direito ao Trabalho ganha dimensão nacional!

A Manifestação Pelo Direito ao Trabalho já ultrapassou as fronteiras do Porto e de Lisboa e chegou também a Coimbra e a Braga. Clica na imagem da tua área de residência e ajuda a organizar um protesto fundamental para derrotar o desemprego, a troika e a austeridade. Relativamente a Lisboa, estaremos hoje, às 18h30, no Clube de Santa Catarina, onde contamos com toda a ajuda possível para alargar as fronteiras deste protesto, num Plenário aberto a todas as organizações interessadas, em especial, às que foram expressamente convidadas no Convite Público.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , . Bookmark the permalink.

20 respostas a Manifestação pelo Direito ao Trabalho ganha dimensão nacional!

  1. Baresi88 diz:

    A manif de amanhã não conta?????

  2. Gentleman diz:

    Mas quando é que esta malta perceberá que o emprego não se reivindica?

    • Renato Teixeira diz:

      Claro. Na cabeça do Gentleman o emprego não passa de uma fracção negociável para maximizar a mais-valia.

      • De diz:

        O emprego implora-se na cabeça do Gentleman.
        Implora-se de boné na mão e de olhos no chão à espera da graça patronal.
        Eis o mundo dos Passos Gentleman Gaspar de ocasião

      • Gentleman diz:

        Porque não reivindicam também o direito de todo o homem heterossexual a ter uma mulher (de preferência atraente e de feitio doce)?!
        Não sei como é que os socialistas nunca prestaram atenção a este aspecto tão importante da felicidade humana que poderia muito bem ser incluída na categoria dos “direitos” numa sociedade dos amanhãs que cantam…

        • Renato Teixeira diz:

          Revelador.

        • De diz:

          Até mesmo na chunguice e na demagogia neoliberal sebenta,gentleman não consegue esconder o seu machismo lusitano.

          Poder-se-ia então ouvir da boca de um certo tipo de machos, o direito a poderem cobrir outro certo tipo de machos…como os personificados por Gentleman.
          Tudo uma questão de direitos de acordo com o desmesurado padrão de direitos de gentleman.

          O fulano bem tenta.Agora até se socorre do quarto das traseiras do argumentário para tentar passar a sua baba neoliberal.Gosta do cenário e parece que fica vidrado com este.
          Às vezes mete nojo.Esta é uma destas.

  3. thestudio diz:

    Eu sou leitor assíduo do 5dias e do arrastão e por isso sei muito bem que o nosso país precisa de imigrantes. Se precisa de imigrantes é porque há postos de emprego por ocupar. Se existem postos de emprego por ocupar, é porque os actuais desempregados não os querem ocupar. Portanto, a única coisa que podemos dizer aos desempregados é o seguinte: Parem de fazer manifestações e em vez disso vão trabalhar seus calões.

    • Baresi88 diz:

      Tem tino e não digas disparates, se existe mais um milhão de desempregados é por alguma coisa oh vampiro!

    • Renato Teixeira diz:

      Milhares de trabalhadores mandam cv´s diariamente, estão no centro de emprego e os postos de trabalho que o thestudio anuncia não se vislumbram a quem não viva na lua.

    • Dundee diz:

      Para Thestudio; para sua informação nunca tive medo do trabalho, e tem toda a razão, preciso pagar contas, gasolina para o carro e até assegurar o meu futuro com dignidade e alguma qualidade de vida. Mas garanto-lhe k esses pretos e monhés e afins ñ tem emprego, têm “trabalho” sem qualquer tipo de regalias sociais, alimentam-se mal, são explorados e vivem em qualquer lugar muitos deles.
      Digo-lhe por experiência própria, tenho 54 anos, já percorri kms em entrevistas de todo o género e sempre levei com a negativa, mas os/as emigrantes estão lá todos. Por isso mesmo vou estar presente nesta e noutras manifestações, e lutar sempre contra este misero (des)Governo de traição Nacional e todos os k o apoiam e pensam como o sr. thestudio k fala de barriga cheia naturalmente e é mais um dos k talvez tem roubado à tripa forra, e se arma em honestozinho.

    • De diz:

      Renato Teixeira por vezes é um (semi)-provocador.(Sorry Renato, não leves a mal)
      Todavia não perde (quase) nunca a compostura.Ele comporta-se seguramente melhor do que eu me vou comportar.

      thestudio vá mas é lamber o rabo ao Passos mais o seu discurso de calões.
      O seu boss falava no desemprego como oportunidade.Eu falo-lhe que esse emprego que lhe prognostico está adequado não só a si como ao Passos..Estão bem um para o outro.
      Ouviu bem seu calão?(Calão feito verme entenda-se) .

  4. António diz:

    Estou curioso. Renato amanhã vais queimar pneu?

  5. Zegna diz:

    Tanta energia gasta em manifestações para quê? eu gostava era ter visto o pessoal a gastar a energia ao participar nas ultimas eleições e escolher outro caminho para Portugal , agora fazer zumbidos …….Enquanto tivermos um povo (42%) que não participa nas eleições e nada contribui para a democracia iremos ter sempre os mesmo de sempre a se governarem e os otários que não votam a destruirem um país de todos. Dizem alguns otários : a minha ABSTENÇÂO FOI VIOLENTA ! foi ……..e está a ser……

  6. Mentiroso diz:

    De que servem queixumes e reclamações, senão para satisfazer os desígnios da corrupção. Cão que ladra não morde, e enquanto os portugueses reclamam, desabafam e não fazem mais do que isso. Só o controlo dos políticos pelo povo pode levar à democracia, substituindo a oligarquia que existe. Nunca houve democracia, mas apenas logro para papalvos e burguesia saloia apoiarem quem os come.

    Estes movimentos cheios de razões justas, não fariam melhor em juntar os cordelinhos e formarem uma corda bem forte a baterem o pé no chão até que uma nova constituição fosse concebida pela nação inteira e não pela canalha de parasitas, como na Islândia? Os cordelinhos e os queixumes avulso sã o melhor que se pode oferecer à corrupção e exactamente o que esles esperam para lhes permitir a continuidade na impunidade.

Os comentários estão fechados.