Fazer um manifesto vazio é fácil…

A vida não está fácil para a “esquerda livre”. Depois de uma imensa visibilidade em todos os órgãos de comunicação social (num mês terá tido mais visibilidade que o PCTP-MRPP tem em quatro anos) ainda não conseguiu chegar aos 3000 subscritores (o POUS obteve mais de 4000 votos nas últimas legislativas). Curiosamente, ao contrário do que esperava, na sua homilia inaugural parece não ter conseguido mobilizar para a oratória muito mais do que dirigentes do “partido mole” – ainda que não os coloque na sua página oficial. Oficial parece ser que o petit comité não deixará fugir esta “esquerda livre” do sistema capitalista. “A malta” já terá decidido que não há lugar para anti-capitalismos (sabe-se aqui, lá para o  minuto 15’20”).

P.S. – Entretanto parece que também as intenções de voto vão tramando esta “esquerda livre“:

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

14 Responses to Fazer um manifesto vazio é fácil…

Os comentários estão fechados.