Rock in Rio: Xutos & Pontapés e James atacam Passos Coelho e troika


Até ao momento, James e Xutos atacaram Passos Coelho e a troika. E ainda falta o Bruce Springsteen!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

11 Responses to Rock in Rio: Xutos & Pontapés e James atacam Passos Coelho e troika

  1. Sa diz:

    que fixe…. vieram cá mamar uns milhares e falar contra a crise… só a malta do 5dias para não (querer) perceber esta hipocrisia. por um mundo melhor, não é? acho que o do James, Xutos e Boss deve ser bem bom.

    • Carlos Vidal diz:

      Sa Sa Sa Sa Sa Sa…………………….
      Viva o Sa que eu não sei quem é Sa Sa.
      Ganda Sa.

    • De diz:

      Não diga asneiras.
      A postura de quem diz não a este estado de coisas e o sabe dizer em público perante uma audiência de dezenas de milhares de pessoas é uma atitude que se deve louvar.
      E que contrasta pela positiva com tantos “remediados situacionistas” que por aí se vêem.
      Deve ser por isso que lhe sobrou o seu comentário.
      Ficou com urticária

  2. Pingback: “SONG FOR CHE”: Será que o coelho vai escapar? Ou o fim está para breve? | cinco dias

  3. Baresi88 diz:

    O problema é que todos têm de o fazer, e não fazem. A maioria destas bandas portuguesas ficam caladas e é preciso virem os James para virem por o dedo na ferida e falaram em Português sobre a situação. Foi lindo.

  4. Edgar diz:

    a anedota do coelho:
    Certa vez, o leão, que tentava manter a ordem na selva, apanhou o coelho, agachado, a fazer as necessidades junto a uma árvore , em local público.
    – Ah, meu sacana, então tu não sabes que há lugar próprio para isso?
    РDesculpa, desculpa, mas tenho de me esconder do elefante, ele perguntou-me se largava p̻lo e, como eu disse que ṇo, agora limpa sempre o cu comigo.

  5. Thestudio diz:

    Afinal isto hoje foi um concerto ou um comício? Podiam ter contratado o Louçã e o Jerónimo para actuar também.

    • apartidario diz:

      Com um comentário tão inteligente como o seu sr Thestudio voce deve ser do psd e ter algum tachinho. só é pena n estar espetado nakele sitio que tanto deve gostar. Mansos otários

    • M.D. diz:

      É o movimento de massas. Diz-se umas banalidades perante umas dezenas de milhares de “indignados” mas que lá vão pagando 60 euros por um bilhete, mais umas coroas para a cerveja, e o sucesso é garantido. Sugiro uma série de slogans, profundos de conteúdo, e que qualquer artista pode dizer, na certeza de ser aplaudido:

      РPaz si, guerra ṇo!
      – Fuck Them All!
      – Yes We Can!
      – Pela liberdade!
      – Não à miséria!

      Depois é só voltarem para o jacto privado e rumarem a outras paragens!

  6. JM diz:

    Hahaha, estavam uns crominhos ao meu lado que cantaram e dançaram as músicas todas até aquele momento e que, depois, nem sabiam onde pôr as mãos!!!
    Foi lindo…

  7. Antónimo diz:

    Dos James já ouvi o que disseram, mas afinal que fizeram os Xutos?

    Regressaram aos tempos dos Esquadrões da Morte e de menos óbvias intervenções punk, fazendo esquecer os lapsus linguae do Zé Pedro em relação ao tema do Senhor Engenheiro Sem Eira Nem Beira ou o estranho caso da estranha letra do Restos Pós Pobrezinhos*, escrita, alegadamente, por um Tim em momentânea paragem cerebral?

    (*acho que não se deve estragar comida – e já o achava, adolescente, quando Herman Vacondeus a estragava no Tal Canal armado em cozinheira – mas aquela letra, senhores, aquela letra, aquela letra e aquele patrono),

Os comentários estão fechados.