Pelo Panfleto Livre! (Actualizado)

“Em Abril, uma activista do MSE (Movimento Sem Emprego) foi constituída arguida, acusada de desobediência e de manifestação ilegal, apenas por distribuir panfletos a convocar os desempregados para um plenário no Centro de Emprego do Conde Redondo.

A PSP, por intermédio do seu porta-voz, afirmou que não tinha justificações, comentando no entanto que “duas pessoas já é uma manifestação”, recordando as regras que vigoravam antes do 25 de Abril de 1974 e o regime fascista que então vigorava.

Voltamos ao Centro de Emprego a 28 de Maio, data em que faz 86 anos que foi instituído o Estado Novo, período que o actual governo insiste em recuperar quer através das suas políticas, quer através da sua falta de cultura democrática.

Vamos mostrar que não abrimos a mão da liberdade de expressão, do direito à manifestação e do direito a um emprego justo e com direitos.

Participa e leva um amigo também!”

Daqui a poucas horas um grupo de cidadãos vai deixar claro que nem sempre “mais de dois é uma manifestação”, que distribuir panfletos ainda é um direito adquirido e que as baboseiras que o Miguel Macedo manda a sua porta-voz dizer são tão anti-democráticas como ilegais. 

Podem continuar a criminalizar os desempregados,  a suspender direitos adquiridos, ou a levar-nos de volta para o século passado, mas não o vão fazer sem que a luta vá até às últimas consequências e isso é, paradoxalmente, a nossa garantia de que não terão sucesso.

Porque o tempo das licenças de isqueiro, do ultramar e da mocidade portuguesa já acabou há 38 anos, a ida de hoje ao centro de emprego do Conde Redondo faz-se no aniversário da data de fundação do Estado Novo. Além de deixar claro quem violou a lei, lembraremos o facto da noite fascista ter contado 48 longos Invernos mas que não completou 86 anos de vida.

Eis o panfleto subversivo para hoje. Descarrega, imprime e distribui no teu bairro e centro de emprego e ajuda a preparar a manifestação pelo direito ao trabalho de 30 de Junho.

Actualização: Hoje, no dia de nova panfletagem no centro de emprego do Conde Redondo, concretizou-se a acusação sobre a anterior panfletagem. Por carta, intimam a perigosa desobediente a pagar uma multa por desobediência qualificada ou a prestar serviço comunitário se quiser evitar o julgamento onde enfrentará uma pena de prisão até dois anos. Como temos a razão do nosso lado não pagaremos sob nenhum eufemismo o uso dos nossos direitos que fazemos questão de voltar a usar, já daqui a pouco, às 15h, no mesmo local do crime que só o Estado cometeu.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

11 Responses to Pelo Panfleto Livre! (Actualizado)

  1. Pingback: “Juntos querem ter força para encontrar o caminho do salário no final do mês” | cinco dias

Os comentários estão fechados.