Pelo Panfleto Livre! (Actualizado)

“Em Abril, uma activista do MSE (Movimento Sem Emprego) foi constituída arguida, acusada de desobediência e de manifestação ilegal, apenas por distribuir panfletos a convocar os desempregados para um plenário no Centro de Emprego do Conde Redondo.

A PSP, por intermédio do seu porta-voz, afirmou que não tinha justificações, comentando no entanto que “duas pessoas já é uma manifestação”, recordando as regras que vigoravam antes do 25 de Abril de 1974 e o regime fascista que então vigorava.

Voltamos ao Centro de Emprego a 28 de Maio, data em que faz 86 anos que foi instituído o Estado Novo, período que o actual governo insiste em recuperar quer através das suas políticas, quer através da sua falta de cultura democrática.

Vamos mostrar que não abrimos a mão da liberdade de expressão, do direito à manifestação e do direito a um emprego justo e com direitos.

Participa e leva um amigo também!”

Daqui a poucas horas um grupo de cidadãos vai deixar claro que nem sempre “mais de dois é uma manifestação”, que distribuir panfletos ainda é um direito adquirido e que as baboseiras que o Miguel Macedo manda a sua porta-voz dizer são tão anti-democráticas como ilegais. 

Podem continuar a criminalizar os desempregados,  a suspender direitos adquiridos, ou a levar-nos de volta para o século passado, mas não o vão fazer sem que a luta vá até às últimas consequências e isso é, paradoxalmente, a nossa garantia de que não terão sucesso.

Porque o tempo das licenças de isqueiro, do ultramar e da mocidade portuguesa já acabou há 38 anos, a ida de hoje ao centro de emprego do Conde Redondo faz-se no aniversário da data de fundação do Estado Novo. Além de deixar claro quem violou a lei, lembraremos o facto da noite fascista ter contado 48 longos Invernos mas que não completou 86 anos de vida.

Eis o panfleto subversivo para hoje. Descarrega, imprime e distribui no teu bairro e centro de emprego e ajuda a preparar a manifestação pelo direito ao trabalho de 30 de Junho.

Actualização: Hoje, no dia de nova panfletagem no centro de emprego do Conde Redondo, concretizou-se a acusação sobre a anterior panfletagem. Por carta, intimam a perigosa desobediente a pagar uma multa por desobediência qualificada ou a prestar serviço comunitário se quiser evitar o julgamento onde enfrentará uma pena de prisão até dois anos. Como temos a razão do nosso lado não pagaremos sob nenhum eufemismo o uso dos nossos direitos que fazemos questão de voltar a usar, já daqui a pouco, às 15h, no mesmo local do crime que só o Estado cometeu.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

11 respostas a Pelo Panfleto Livre! (Actualizado)

  1. Muito bem! São vocês os poucos que me permitem dizer que há ainda em Portugal uma réstea de esperança. 25 de Abril sempre, fascismo nunca mais! Por emprego digno e com direitos, essa é uma luta sempre digna! Apoio total ao MSE.

    João Martins

  2. licas diz:

    Mais de 2 é uma manifestação______de que tão poucos sois . . .

  3. Antónimo diz:

    Nestas alturas devia haver uns advogados tipo os do isaltino que fizessem trabalho pro bono e barulho.

  4. eu diz:

    Porta-voz ou a a voz do dono?

    Ispilicação pós bófias q andam a chafurdar aqui no saite:a voz do dono é igual a cadela.
    É uma telecomandada com perfil de psicopata q não entende a diferença entre o bem e o mal.Entendem?
    Não se pode estar com pessoas da laia do Dias Loureiro e outros do PSD que roubaram,ou roubam à grande e NÓS,os tax payers,que pagamos!e vemos o nosso futuro no século XIX.Além dissso,deixam andar à solta um assassino de velhinhas?Tenham vergonha!!!Não sejam tão básicos

  5. licas diz:

    Não se pode discutir com os que acham que o Bashar al-Assad
    tem todo o direito de matar impunemente os concidadãos . . .
    porque é um assunto inteiramente do foro Sírio.
    Sim também acham que a Revolução Portuguesa foi *traída*
    quando Eanes resolveu pôr cobro ao Carnaval Stalinista.
    Obrigado, General . . .

  6. licas diz:

    E quando se começa a investigar por que razão Jorge Coelho
    tem direito a encomendas do Estado por contratação direta?

    • Renato Teixeira diz:

      Em semanas de comentários sem qualquer substância, enfim a licas encontra assunto de monta. Do que já se sabe, esse caso é, como tantos outros, assunto de policia.

  7. Bolota diz:

    Renato,

    Um grande abraço de agradecimento pela vossa luta, só hoje consegi fazer a ligação entre ti o o teu papel no movimento.
    Ouvi o que disseste hoje á anetna 1 á porta do Centro de Emprego do Conde Redondo e conseguiste arripiar-me OBRIGADO

    Abraços

  8. Pingback: “Juntos querem ter força para encontrar o caminho do salário no final do mês” | cinco dias

Os comentários estão fechados.