Nós NÃO somos todos Cohn-Bendit!

Vídeo descoberto pelo Luís Branco.

O que pensa o líder dos Verdes Europeus sobre a Grécia? Para que serve os grupo dos Verdes no PE? Cohn-Bendit, em 2’17”, sintetiza muitos anos de política.
“Corre Rui, o velho mundo está atrás de ti”.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 respostas a Nós NÃO somos todos Cohn-Bendit!

  1. Pai dos Povos diz:

    Cohn-Bendit coloca algumas questões que pertencem ao mais elementar bom-senso. Questões para as quais nem o Tiago, nem a restante malta de extrema-esquerda, têm resposta. Mesmo assim, ficam muito escandalizados quando pessoas como o Cohn-Bendit chamam à atenção para o óbvio. Definitivamente o óbvio não entra no mundo de fantasia da extrema-esquerda. No mundo da anti-Matemática…

    • De diz:

      O “bom senso” com que PP assinala o comentário de Cohn-Bendit mostra a qualidade deste.
      A de Conh bem entendido,porque de PP já sabemos que o estribilho se resume a isto. Com o habitual escrito sobre a Matemática, qual aldrabão de feira a defender o que pensa que seja o osso.

      O que é notável neste post é o posicionamento de alguém que se reclama de esquerda, colocando-se desta forma do lado da banca, dos grandes interesses económicos,da troika e do latir de Merkel.
      Há que desmascarar activamente coisas assim.Cavalos de Troia nas lutas de quem é explorado e reduzido á miséria.O contarem com os apoios explícitos de PP confirma até que ponto vai a sua sabujice.
      Vai fundo, longe e sem qualquer pudor

  2. leonor diz:

    Este Cohn-Bendit – por quem tinha muita hipotética admiração – é um refinado idiota. É claro que não conheço o caso da Grécia, mas conhecemos o nosso que é parecido. O dinheiro que vem da Europa é na sua grande parte para pagar a dívida anterior e para capitalizar os bancos, NÃO É PARA PAGAR SALÁRIOS ao contrário do que diz a propaganda. Logo, se suspenderem o pagamento da dívida, deixam de precisar de uma parte, e se nacionalizarem os bancos e as EDPês e as telefónicas, acabarão por autofinanciar o Estado, já que esses negócios são chorudos. Afinal, o que o Syriza promete é apenas repor as coisas como estavam há 2 anos. Qual será o salário mínimo em França, já agora?

  3. leonor diz:

    olha, segundo o Eurostat, em 2011 era 1365 euros, melhor que na Grécia:
    http://cileneagramunt.wordpress.com/2011/02/16/mapa-do-salario-minimo-na-europa/

  4. Carlos Carapeto diz:

    As noticias vindas da Grécia por agora são estas.

    http://sp.rian.ru/doings/20120524/153841257.html

  5. neotonto diz:

    É claro que não conheço o caso da Grécia…
    Qual será o salário mínimo em França, já agora?

    Comença a falar da Grecia mais interesarse pelo salario mínimo na França? E uma alternativa? Emigrar para o pais dos “gabachos”…

Os comentários estão fechados.