Grécia, Eleições em Junho! Civilização ou Barbárie.

Em Junho haverá novas eleições na Grécia. Não é necessário aprender grego para confirmarem. A Coligação da Esquerda Radical (aka Syriza) poderá vir a ser a força mais votada. Até lá espero que se constitua uma fente que vá para lá da própria Syriza e inclua outra forças Anti-Troika. O combate eleitoral será muito renhido e há uma diferença qualitativa em ser o segundo ou o primeiro. Mais do que isso, após as eleições, todos serão poucos para enfrentar a subversão, externa e interna, com que um governo minimamente progressista se irá confrontar.

Nunca é de mais sublinhar o quão decisiva é esta batalha, não é por acaso que o Finantial Times “plagia” o título de um dos posts que aqui coloquei, Seven days that shook Europe /5 DIAS QUE ABALARAM A EUROPA! (5dias, com todas as suas contradições, sempre na Vanguarda! LOL). Já temem o Apocalipse, espero que sim, espero que seja o Apocalipse para os partidos e oligarquia corrupta que governou a Grécia, espero que seja o Apocalipse para a Troika que nos governa (e se governa), espero que seja o Apocalipse para os constantes ataques às massas populares. Mesmo que não seja o juízo final dos Troikistas, sempre pode dar uma ajuda! Entretanto as ameaças e chantagem sobre o povo grego ganham novo ânimo. Mas a coisa não é assim tão simples, por mais que digam estarem “preparados”, a realidade impõe-se. Com o agudizar da situação, a probabilidade é  que as contradições entre a classe dominante europeia se agudizem, uma saída da Grécia do Euro terá efeitos devastadores. Para lá das mais óbvias consequências económicas e sociais, não se tem falado tanto das monumentais consequências políticas e geopolíticas que uma expulsão da Grécia do Euro traria (da UE? nem se sabe como se processaria tal coisa).

As classes dominantes têm cavalgado a crise como oportunidade de ouro para efectuar uma maciça redistribuição da riqueza e poder a seu favor, a continuar o ritmo é a própria democracia liberal que está posta em causa (este texto trás uma interessante perspectiva). Aqui está uma oportunidade para contra atacar, a eleição de um governo minimamente progressista na Grécia é algo que vai para lá do mero protesto e pode, objectivamente, contribuir para travar o avanço da barbárie. Aliás mesmo sem lá chegar tenho poucas dúvidas que a “ajuda” será renegociada com condições mais favoráveis para a Grécia…

Agora que se encerra o epílogo deste processo, agora que já todos tivemos tempo para “aprender grego”, agora e antes dos próximos capítulos, relembro:

Aprende a nadar companheiro, que a maré se vai levantar!

Troikistas não conseguem formar governo na Grécia! E agora??? O momento é de Atacar! Não é de resistir!

Esquerda radical quer nacionalizar bancos e rasgar acordo com ‘troika’

Estamos a viver um momento Histórico!!! A luta contra a ditadura da dívida entra numa fase decisiva!!!

5 DIAS QUE ABALARAM A EUROPA! Certezas e Questões em aberto.

PELO TRIUNFO DA FRENTE ANTI-MEMORANDO E ANTI-TROIKA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES! POR UMA POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO E EMPREGO NA GRÉCIA E NA EUROPA!

PELA DERROTA DOS VELHOS PARTIDOS CORRUPTOS E DEFENSORES DA OLIGARQUIA! QUEM PROVOCOU A CRISE NÃO IRÁ SOLUCIONAR A CRISE!

PELA DEFESA DA INDEPENDÊNCIA DA GRÉCIA FACE AOS DICTATES DE BERLIM! PELA SOLIDARIEDADE ENTRE TODOS OS POVOS DA EUROPA!

PELA DEFESA DA DEMOCRACIA AMEAÇADA NO PRÓPRIO BERÇO!

Aqui, dois interessantes textos foram sugeridos, destaco a “Necessidade histórica de avançar” (um título muita bem metido). De facto,

Creio que será um erro se o Syriza se debruçar exclusivamente sobre as causas e soluções para os problemas que estão à tona, dissociando-se do problema de fundo que é a necessidade de romper definitivamente com o sistema em vigor e de criar uma alternativa. Da mesma forma, será um grave erro se o KKE se concentrar de forma exclusiva no objectivo final do socialismo e do comunismo, sem desempenhar um papel imediato e activo nas mudanças de que o povo e os trabalhadores gregos neste preciso momento histórico mais necessitam. A concertação é, por isso, inevitável. O entendimento pode e tem mesmo de ser possível.

Espero, que a bem de todos, sim, espero mesmo que sim. Espero que o KKE se cure da enfermidade que dele se apoderou, Esquerdismo, doença infantil do comunismo. Espero que não prossiga com as sua deriva para as teorias do social-fascismo, espero que não venha a desempenhar na Grécia de 2012 as tristes e trágicas figuras prestadas pelo MRPP em 1975, ou mais recentemente pela Bandera Roja na Venezuela. Espero também que a Syriza não se retraia e tenha uma postura verdadeiramente aberta na procura de um entendimento. Espero que que o seu discurso em torno do Euro e da UE incorpore um “Plano B”.

Ainda sobre esta questão, e já que foram amplamente expostas as diferenças Bloco-Syriza (inclusive por mim), convém também não esquecer as importantes diferenças entre KKE e PCP, eu pecador me confesso, acho que o programa para a Revolução Democrática e Nacional está muita bem esgalhado e o livro “Acção Revolucionária, Capitulação e Aventura” de leitura obrigatória…  Embora no decorrer do PREC fosse claro que a única forma de implementar esse programa seria avançar, é a tal da “revolução permanente“… Mesmo assim muito se conseguiu.

Outros importantes artigos e análises:

The extremism of Greece’s centre ground

The crisis in Europe: a decisive turn in the situation

The “Drama” of the Greek Elections

The Greek paradox and the left

Why Europe needs Greece

A Triumph of the Radical Left in Greece: A Message to Europe

Syriza!

Greek election results analysis

Greece: Trying to understand Syriza (cultura geral)

Moderate, pragmatic and unloved: Greece’s liberal parties (queriam não queriam? agora é tarde de mais)

E vale sempre a pena estar atento…

Grécia: uma oportunidade de validação no terreno das ideias da esquerda radical.

Vem aí a esquerda comer criancinhas ao pequeno-almoço, valha-nos Deus!

Entretanto, para lá das eleições…

Left-wing group named after Greek riot dog torch EU finance chief’s car

Responsibility Claim for the arson of the vehicle of Themis Skordeli (Golden Dawn candidate)

Collective agreement continuance expires today; hundreds of thousands of private sector workers face 15-40% wage decrease

Office of the Nazi party Golden Dawn trashed in the city of Patras (once again!)

Explosive devices cause damage at Maroussi tax office

Police and Nazis in joint operation against migrant traders and anarchists in central Athens, in broad daylight 

At least 16 protesters of pacifist ‘March to Athens’ detained in the morning in Syntagma

… à poix é.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

23 Responses to Grécia, Eleições em Junho! Civilização ou Barbárie.

  1. Pingback: Missão Troika/FMI – Transformar a Grécia (e os outros PIGS) em países estilo África Subsariana | cinco dias

Os comentários estão fechados.