PASOK=PS

Longe de mim cair na ingenuidade de pensar que Hollande fará o que defendeu na campanha – curiosamente no seu site parece que já não se consegue aceder ao programa.
Contudo, o que é certo, é que Hollande defendeu nas eleições uma agenda bem mais à esquerda do que o PS português sonha defender. Ainda que Hollande se instale como mais um porta voz da banca, o eleitorado francês, deu um sinal claro. Votou no que Hollande defendeu, não no que fará.
Já o PS português mostra a sua coluna flexível. O PS não tem a mínima legitimidade para festejar qualquer vitória no dia de ontem. Será que pensam que já não nos lembramos de quem votou com PSD e CDS o Tratado de Execução Orçamental de Merkel e Sarkozy?
O seu partido gémeo, o grego PASOK, perdeu mais de 2 milhões de votos e foi o grande derrotado do domingo eleitoral. Na Europa, não há outro partido tão parecido com o PS português como o PASOK grego.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

7 Respostas a PASOK=PS

  1. JgMenos diz:

    Sempre tudo à volta da metafórica «política de esquerda contra a troika e contra a austeridade de direira imposta pela CEE».
    Não será que essa política de esquerda requeria a manutenção e até o acréscimo do crédito que essa troika e a CEE viabilizam, tendo como condição a austeridade?
    Ou a ‘política de esquerda’ é fazer o que nos é exigido clamando com grande ruído, ou teria de haver uma alternativa de financiamento de que ninguém quer falar porque, pelo seu irrealismo, estragaria a metáfora (figura retórica pela qual um conceito se exprime por outro diferente).

    • De diz:

      É melhor ficar-se da explicitação dos sinónimos.
      O resto já se auto-explicitou.
      Um austeritário a defender a troika e a camarilha neoliberal do poder.Já o sabíamos.
      Fedem diariamente nos media que diariamente nos massacram.Figurinhas travestidas de economistas e de politólogos e de comentadores,mais ou menos bem pagos. Replicando o missal ideológico do poder dominante

      Mas a traição aos que trabalham não deve estar na massa do sangue da esquerda.
      Sorry Menos.Enganou-se na catequese.

  2. ricardosantos diz:

    Em portugal a aliança psd,cds,be e pcp tambem deu bons resultados.

    • antónimo diz:

      Deu ao menos um bom resultado. Tirou o PS do governo.

      O passo seguinte foi dos eleitores, mas nunca reparei que zelar pelos programas e manutenção no poder de outros cores políticas fosse a justificação para a existência de partidos.

      De qualquer forma, isso parece a conversa daqueles benfiquistas* que acusam o Sporting de lhes ter tirado a vitória no campeonato ao vencê-los quando iam à frente. Tivessem jogado melhor e vencido mais jogos.

      (eu sou benfiquista, antes que isto descambe)

    • Zuruspa diz:

      Olha, mais um socretino viúvo.

      A “aliança psd,cds,be e pcp” deu eleiçöes, onde os portugueses puderam escolher o seu Governo. Näo gostaste do resultado? Nem eu! Vai bater é em quem votou pro-troyka. Espera, mas tu és todo PS, até gostaste, tens a troyka assinada pelo teu Querido Líder.

      Vocês nem conseguem entender que o Socras até quis ir a votos sozinho (em 2009 que aliança propös ao BE ou PCP? E em 2011? Pois, as mesma, i.e. NADA) , convencido que estava de que iria ganhar novamente. O hubris é lixado.

Os comentários estão fechados