As palavras ditas na cara dos traidores.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

13 respostas a As palavras ditas na cara dos traidores.

  1. JM diz:

    Um discurso muito, muito bom. Excelente. Do melhor que tenho ouvido!!

  2. Não vale a pena! Enquanto estes senhores do PCP não falarem língua de porco ninguém os entende. Veja-se a gordura sebosa que brilha na cara dos excrementos em gente que abaixo dele estão sentados…os ps’s os psd’s os cds’s e outros da mesma laia.
    Digno era entrar naquele parlamente num 25 de abril com o corpo repleto de explosivos e BUM! Adeus… fecha a loja da assembleia!

  3. silva diz:

    História da corrupção em Portugal.
    Comissário contra a Corrupção, Fong Man Chong devia investigar este caso :

    Vejamos o procedimento de gente corrupta.
    Márocas, como administrador da empresa, ao fim de uns anos e sabendo, que o seu lugar está chegando ao fim, começa a pensar o que vai ser de mim, embora com uma reforma choruda, deixo toda uma atividade que me mantinha vivo.
    Bom antes que isso aconteça vai preparar, já o caminho, aos seus amigos e familiares, que trabalhando na sombra, asseguram outro rendimento, que o deixa orgulhoso dele mesmo.
    Sendo assim, combinado com os seus amigos e familiares, constroem empresas de outsourcing, para quando envolver a empresa num despedimento coletivo, alegando a quebra de lucros, os amigos e familiares estejam, preparados para substituir ilegalmente os trabalhadores despedidos.
    Ora quem vai desconfiar de mim, administrador da empresa com cartas dadas a todos os níveis, jogando toda a influência que tem, com os médias, empresários, governos e até gabinetes de advogados, além de todo o corpo gerente da empresa.
    Estando tudo isto organizado, com o estado a meu favor mais a justiça, e a empresa a criar já o ambiente de preparação faço o ultimato o DESPEDIMENTO COLETIVO. Desgraço a vida de muita gente, mas tem que ser, pois tenho que levar uma vida de rei, dando tudo aos amigos e familiares, que se lixem os que querem trabalhar sem a minha bênção.
    O administrador tem a capacidade de enganar de tal modo que alguns, apercebendo – se mais tarde deste golpe e que no fundo ainda lhes resta um pouco de solidariedade e decência, querem mostrar – se, mas já estão de tal maneira comprometidos com o corrupto, que só lamentam o despedimento coletivo.
    NÃO HÁ NINGUÉM EM PORTUGAL QUE NÃO CONHEÇA CASOS DESTES, DESDE GOVERNOS Á POPULAÇÃO EM GERAL, MAS O MAIS GRAVE É ADTIRMOS QUE SE CONTINUE COM ESTE FLAGÊLO NACIONAL QUE ESTÁ A LEVAR O PAÍS PARA A MISÉRIA TOTAL.
    Por: luta até á morte

  4. joaquim d'odemira diz:

    Este é o discurso ideológico que Portugal precisava de ouvir: do melhor que temos ouvido nos últimos tempos.Foi o chamar dos bois pelos nomes !

  5. Luis Magalhães diz:

    Nem mais.
    Força Agostinho Lopes!

  6. julio ferreira diz:

    Uma lição de história e um amor à Pátria que mais ninguém mostrou.

  7. licas diz:

    Raquel Balelas says:
    26 de Abril de 2012 at 12:23
    Não vale a pena! Enquanto estes senhores do PCP não falarem língua de porco ninguém os entende. Veja-se a gordura sebosa que brilha na cara dos excrementos em gente que abaixo dele estão sentados…os ps’s os psd’s os cds’s e outros da mesma laia.
    Digno era entrar naquele parlamente num 25 de abril com o corpo repleto de explosivos e BUM! Adeus… fecha a loja da assembleia!

    _______________

    Por que razão não o faz , BALELAS . . .
    Depois vê-se como ALGUNS/algumas entendem o convívio
    democrático entre todos os concidadãos de um país . . .
    REVELADOR . . . (de que a Democracia não encaixa para os Guineenses).

    • Não é necessário. Estas aqui tu como principal representante dessa língua, sem qualquer desprezo pelos porcos. Como alguém disse e por falar em convívio : “O porco tornou-se sujo apenas depois de entrar em contato com o homem. Em estado selvagem, é um animal muito limpo.” Digamos que o teu conceito de democracia seja talvez, porque esta é ainda uma boa hipótese em relação à tua pessoa, aquele que transferiu aos porcos os vícios do homem. Agora acontece o seguinte, vivendo-se em estado selvagem, e não num estado democrático, o porco vive sujo porque nem o seu estado selvagem -o do porco- se quer alguma vez se assemelhar ao estado selvagens humano. Por isso LICAS estás em casa, o mundo és tu, tu és o nosso mundo, deverias-te candidatar só por isso a porta voz da CREOLINA!

      Fica bem…

      e além disso continua a ser difícil compreender-te…

  8. Paulo68 diz:

    Foi pena o lapso de “1850… e o jugo filipino”, porque esse facto histórico e de má memória para o país ocorreu em 1580, quando os responsáveis pelo tesouro fugiram (com o próprio tesouro) para Espanha e deixaram tudo aberto para os espanhóis entrarem em Lisboa.
    De resto, concordo com tudo o que disse Agostinho Lopes.
    É pena, de facto, a rapidez na leitura do texto, porque estas coisas deveriam ser ditas, com mais calma, olhando nos olhos algumas das figuras que estavam sentadas à sua frente.

  9. licas diz:

    Eu sabia de experiência feito que o Agostinho Neto é analfabeto.
    Como se viu quando um internacionalista/revolucionário de classe *operária*
    veste a pele de patrioteiro imediatamente sai borrada : lá vão os Filipes viver no sec. XIX.
    (mas nem por isso deixa de ser aplaudido pelos seus congéneres : *do melhor que tenho ouvido*). É que está tão oposto aos seus genes que logo fica revelado o quanto
    oportunista/artificial/ demagógica/ popularuncha foi a sua intervenção ( julgou-se ele, por artes mágicas, transportado à defunta Assembleia Nacional ?).
    Quanto a Balelas, posta na condição de woman-bomb recua e desata a peixeirar,
    o que também condiz com a condição Heloística – de – putada.

  10. licas diz:

    Agostinho Lopes, o Neto ainda era capaz de botar *duas* acertadas . . .

Os comentários estão fechados.