Este ano, por aquilo que é noticiado em toda a imprensa, felizmente, ninguém no dia 25 de ABRIL se vai querer misturar com Paços de Coelho e Gaspar

Eles que chamem e assumam a sua convidada de honra :

 (aqui)

(aqui)

(etc.)

(e muitos mais, de variados matizes e opções higiénicas : é preciso esvaziar o palácio para lá caber a francesa e seu séquito. Com Magina por perto.)

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

11 Respostas a Este ano, por aquilo que é noticiado em toda a imprensa, felizmente, ninguém no dia 25 de ABRIL se vai querer misturar com Paços de Coelho e Gaspar

  1. garcia pereira diz:

    Assim não vamos lá, meu caro. Uma coisa é o fascismo, outra é o mercado livre. Não se confunde alhos com bugalhos. Com certeza também não gostaria ver o PCP confundido com o PS só porque alguma opinião “pública” diz que são os dois de esquerda.

    • Carlos Vidal diz:

      Percebo.
      Mas o mercado livre tem as suas formas de exercício fascizante.
      Se se abandonar gente com idade e os deixar sem cuidados médicos (Ferreira Leite dizia que quem tiver mais de 70 anos pode ter direito a fazer hemodiálise – se pagar!), pratica-se uma morte democrática (?).
      Desde Milton Friedman que se sabe que o mercado livre “funciona” sobre rodas em regimes militarizados (de Pinochet à sua amiga Thatcher, heroína de várias guerras).

      Além do mais, parece-me que, este ano, ninguém quer ir à “festa” do governo/PR.
      Eles têm de convidar alguém, sob pena da sala vazia.
      E esta foi a minha sugestão.

  2. xico diz:

    Do discurso que ouvi desta senhora, pareceram-me que as teses dela estão longe de Passos Coelho. Contra a banca, contra a finança, contra a Europa, contra os sacríficios impostos sobre a população. Foi isto que a senhora disse.
    Ele há remédios para a cegueira…
    Quanto à sala vazia, gostava de lembrar que ela não pertence nem ao governo nem ao PR. Mas ao povo que lá tem os seus representantes. E a festa não é do governo nem do PR. Parece que a cegueira também deu nos militares de Abril, em Soares e em Alegre.
    Parece-me mesmo que é esta cegueira que pretende “convidar” os le Pen que por aí começam a espreitar.

    • Carlos Vidal diz:

      Percebo, como disse, as diferenças e as semelhanças (que o meu caro não vê, porque não directas, digamos).
      De um lado, o racismo económico, do outro lado o racismo étnico.

      A sala em concreto, não pertence a ninguém e muito menos ao povo.

      • Observatório da Esquerda Fracturante diz:

        O Carlos Vidal, após visionar estes videos sobre a luta anti imigração do PCF de outrora, estaria disposto a repetir comigo que Marine Le Pen, em matéria de imigração, é assim a modos que….um George Marchais de saias?

        Neste video George Marchais, sem papas politicamente correctas na lingua, faz um discurso comunista abertamente de “extrema direita” sobre imigração:

        http://www.youtube.com/watch?v=LG2BA9SxClM

        http://farm4.static.flickr.com/3363/3649460123_30789b2deb_o.png

        Ficou para a história o famoso ataque a Buldozer levado a cabo em 1981 por militantes comunistas ortodoxos do PCF contra uma residencia de imigrantes no municipio comunista de Vitry:

        http://www.dailymotion.com/video/x1vtbb_communistes-expulsant-des-immigres_news

        Os trotskystas denunciaram então o racismo xenofobo dos militantes ortodoxos do PCF:
        http://www.workersliberty.org/node/10748

        Na sequencia do ataque dos ortodoxos do PCF aos imigrantes em Vitry, George Marchais escreveu uma famosa carta xenofoba ao responsavel máximo da Mesquita de Paris, que foi publicada no L´Humanité orgão central do PCF:

        http://ripostelaique.com/Georges-Marchais-etait-il-un.html

        O sucessor de George Marchais no PCF, o semi ortodoxo Robert Hue, denunciando a criminalidade imigrante marroquina na municipalidade a que presidia:
        http://www.dailymotion.com/video/x1xk3j_les-communistes-ladrogue-l-immigrat_news?ralg=behavior-meta2#from=playrelon-2

        Quem tinha, na época de George Marchais, um discurso relativamente proximo do da esquerda fracturante em matéria de imigração era o representante máximo do grande patronato francês, George Bouygues, um dos homens mais ricos de França.
        Vejam-se estas suas declarações inteiramente fracturantes sobre imigração, em 1970:

        http://www.dailymotion.com/video/x6slux_bouygues-et-l-immigration_news

        Porque motivo Georges Marchais, comunista relativamente ortodoxo, lider de um partido ainda de base operária, alinhava o seu discurso em matéria de imigração com teses ditas “xenofobas de extrema direita” pelo Carlos Vidal, mas o representante do grande patronato fazia declarações “progressistas” na matéria, é facil de perceber….

        • Carlos Vidal diz:

          Uma provocação inútil e absurda.
          Não tenho de dar explicações, como comunista, de todas as declarações e actos de todos os líderes comunistas ao longo da história.
          Não segui, nem teria tempo para isso, todos os seus links, mas não deixa de ser interessante que posições xenófobas tenham vindo de um nome conhecido do eurocomunismo (corrente morta e bem morta e com a qual nunca simpatizei, nem simpatizo à distância dos factos mesmo considerando a minha idade, idade de quem não acompanhou as “glórias” do eurocomunismo).

          • De diz:

            Uma resposta à altura.

          • Carlos Vidal diz:

            É uma táctica velha a do “camarada” “Observatório da Esquerda”.
            Quem não a conhece?
            (Por exemplo, por eu admirar muito Althusser talvez o comentador que em cima escreve também ache que eu teria de explicar tudo o que ele fez, quando e em que circunstâncias o fez. E ele sabe ao que me refiro. Caro “Observatório da Esquerda”, o futuro é muito tempo.)

  3. Santos.se diz:

    Desde a Constituição de 1976, todos os presidentes da republica trairam o povo!
    Quando é que acabam com as reformas de luxo e as mordomias dos politicos?
    Quanto é que custa sustentar a loja maçónica em que se transformou o parlamento?
    Se a idade da reforma aumentou como é que os politicos como os marques mendes, ou os juizes como a presidente da assembleia da república, se reformam com 50 e poucos anos?
    O discurso de que somos todos culpados, do tipo marcelo rebelo de sousa é uma falácia!
    Culpados são todos os que trairam os ideais de Abril.

    • Carlos Vidal diz:

      E foi isso mesmo que a Associação 25 de Abril mostrou:
      que existe uma coisa chamada “ideais de Abril”.
      Que, por acaso (não, não foi por acaso) levou os canalhas que “governam” a usarem cravo vermelho, vá lá saber-se porquê, tanto que na bancada dos seus partidos eles não existiam.

  4. Justiniano diz:

    Meu caro Vidal, terá, porventura, sido o único 25 de Abril em que se pôde estar na AR!! Isto porque lá não esteve o colossal e sempre eterno Mário Soares!! Lá, onde estiver esse personagem, não se pode, nunca, estar (respirar)!!

Os comentários estão fechados