Um cobarde será sempre um cobarde

Aqui é possível constatar que o bastão do «senhor agente» está virado ao contrário, deixando a parte metálica ajudar a deixar marcas em quem se lhe atravessa no caminho. Já tinha visto isto no início da década de 90. Volto a ver 20 anos depois.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.