Acrescentar greve à greve geral!

Depois da madrugada e da manhã a reforçar os piquetes da Greve Geral de 22 de Março, há um chamado às 13h para Ocupar as Ruas no Saldanha. Às 15h, no Rossio, participa na concentração da Coluna de Desempregados que irá participar, às 16h, na Manifestação que ruma até São Bento, para realizar uma Assembleia Popular em frente à Assembleia da República. Vamos juntar forças para derrotar a austeridade e o governo.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

12 respostas a Acrescentar greve à greve geral!

  1. artista diz:

    a manif é às 16h!

  2. Muito bem! Posso sugerir, além disso, a exemplo do que está convocado para o dia 1 de Maio nos Estados Unidos, uma greve ao consumo? Eventualmente com ocupação de alguns hipermercados?

    • Renato Teixeira diz:

      Se é para ocupar supermercados, não entendo que se faça greve ao que já não conseguimos ter acesso. Acho mais piada ao que se fez na Argentina, com o saque dos supermercados com o material “nacionalizado” a ser endossado a quem não tem como alimentar os vindouros.

  3. Gentleman diz:

    A convocação de grave geral pela CGTP é um movimento desesperado e que pode levar ao esfrangalhar da central.

    Com as suas manobras perderam todo o sector privado, ficam à porta da Autoeuropa e outras grandes empresas, cujos trabalhadores já não querem nada com eles.

    Já conseguiram pôr toda a população contra os trabalhadores dessas empresas de transportes nacionalizados. Tarde ou cedo, estes mesmos trabalhadores começam a ver que com a CGTP não se chega a lado nenhum, que o objetivo é político e não laboral.

    O PCP e o seu braço sindical têm somado derrotas atrás de derrotas, perdeu o seu bastião principal, os professores, que concluíram que é melhor o dialogo com o ministério do que a política de bota-abaixo.

    Se esta greve geral correr mal, como julgo que vai acontecer, o melhor é mudar de estratégia. Jogar na destruição do sistema democrático deixou de ter sentido.
    Veja-se pelas sondagens que, mesmo com um governo que nos entra nas algibeiras, as pessoas preferem estabilidade e esperança.
    Um bom político deve saber ler estes sinais………

    • Renato Teixeira diz:

      Esfrangalhada ficou a UGT por se alinhar com o interesse dos patrões e do governo. A CGTP esteve bem em marcar a Greve Geral. Só é pena que não a tenha articulado com aquela que passado dois ou três dias se realizará no Estado Espanhol.

    • Samuel diz:

      “Um bom político deve saber ler estes sinais………” e, obviamente, ser um “gentleman” 🙂

  4. Saque, é isso mesmo.
    Quanto aos *vindouros* são os que estão para vir, portanto
    esses, ainda não consomem, a não ser que se trate de grávidas . . .
    (esta coisa da educação à *novas oportunidades* dá *nisto*).

    • Caxineiro diz:

      ..o deslumbramento tambem dá nisso*
      Os vindouros irão colher o que restar do saque a que estamos sujeitos; irão herdar a miséria que nos querem impor
      Saquear os saqueadores até que não é má ideia, não concorda?
      Há um pequeno pormenor: o nosso saque talvez não seja legal, mas tambem não somos nós quem faz as leis, não é?

  5. Pingback: GREVE GERAL – Começar mais cedo e acabar mais tarde! | cinco dias

Os comentários estão fechados.