Quem não quer ser picado foge das abelhas

Até à meia-noite, foi apenas uma a resposta que o Rodrigo deu aos 525 comentários que foram escritos no cartoon em que parasita os desempregados. Do Expresso, nem uma palavra. Se restavam dúvidas sobre o que lhe disse por ocasião do seu comentário na posta do Rafael, agora fica claro que o imbecil além de profundamente reaccionário nem sequer tem a dignidade de assumir que foi infeliz. Quem não admite um erro está condenado a errar indefinidamente. Quem não se desculpa perante todos aqueles que insultou está a fazer um obsceno convite a que as abelhas se organizem para lhe espetar o ferrão, vezes sem conta.

“Meus amigos,” (Não necessariamente).

“estamos numa era de imediatismo na obtenção da informação,” (Grande porra, não é?)

“em que se compreende” (Dupla porra!)

“que por vezes as coisas sejam lidas de forma fugaz e superficial,” (Como por vezes se escreve e desenha com grande superficialidade. Não foi, no entanto, o caso.)

“ao contrário daquilo a que o trabalho que faço propõe, que é lançar a reflexão sobre um determinado tema.” (O trabalho de um cartoonista não permite reflexões aprofundadas?!? Até o do Rodrigo, que é mau do ponto de vista estético e abjecto do ponto de vista político, permitem debates de grande fôlego.) 

“Posto isto, e dado o efeito em cadeia que se gerou injustamente em redor do cartoon,” (O Rodrigo não gosta que o seu trabalho produza efeito em cadeia? Escreve para a gaveta? Preferia ser só o patronato a ver?)

“devo esclarecer que ele não expõe de forma literal o que penso sobre os desempregados em geral” (Ah… bom. O que expõe então?)

“cada caso é um caso e não ponho em causa que a grande maioria esteja nessa situação contra a sua vontade.” (Então porque chamou a todos os desempregados de parasitas, esquecendo que só uma minoria tem direito a subsídio de desemprego, que todos os que têm direito e muitos que não lhes é concedido pagaram esse direito através da Segurança Social e ainda assim praticamente todos o trocam por qualquer emprego, mesmo que de qualidade duvidosa?)

“O problema do desemprego é grave e preocupante, como aliás por tantas vezes já foi sugerido inclusive nos meus cartoons.” (Pesquisei, pesquisei e pesquisei e não encontrei um. Ainda assim, percebe-se que da sua pena saem apenas traços de encomenda. Por isso se pode desenhar uma ideia e o seu contrário.)

“As pessoas que realmente necessitam do subsídio desemprego” (Há quem não necessita? Quem? E se for verdade, e houver quem se aproveite, porque coloca todos os outros na berlinda?)

“deveriam ser as primeiras a se revoltarem contra aquelas que, não precisando,” (Outra vez aqueles que não precisam? De quem fala? O que move quem prefere migalhas ao pão inteiro? Das duas uma, ou está rodeado de chupistas ou devia ter desenhado, nem que fosse ao fundo, uma colmeia à procura de flores para trabalhar.)

“fazem questão de o receber, ou que, tendo a hipótese de trabalhar, preferem continuar sem fazer nada – uma minoria,” (Ufa! Até que enfim. A pergunta não pode agora ficar sem resposta. Vai pedir desculpa a todos os outros?)

“é certo, mas que existe.” (Outra vez?!? Vai fazer um cartoon sobre todos os médicos como abusadores das suas doentes? E sobre todos os advogados a agiotar os seus clientes? E de todos os jornalistas a lamber as botas dos seus patrões?)

“O cartoon não diz que estas pessoas são a maioria, muito menos que este é o caso de todos os desempregados.” (É mentira. É a única coisa que diz e por isso está a causar toda esta indignação, que vale a pena guardar para recordar. Como já terá percebido por esta altura, o tiro foi ao lado e só lhe ficava bem reconhecer o insulto e desculpar-se perante todos aqueles que humilhou. Acredite, sobretudo nos tempos que correm, é carinho que dispensam de bom grado.)

Agora, porque são quase todos muito bons, os 525 comentários:

•             169 partilhas

o

Cristina Santos lol

Ontem às 13:05 • Gosto

o

Eurico Duarte se despedissem o cartonista rodrigo é que eu me ia fartar de rir…

Ontem às 13:06 • Não gosto •   35

o

Nádia Neves Cada um “fala” do que conhece mas esta não é a única realidade Rodrigo…

Ontem às 13:08 • Não gosto •   7

o

Nuno Damas Não Nádia, está é a maior realidade, trabalho não falta, mas o que as pessoas procuram é emprego (tachos…)

Ontem às 13:13 • Gosto •   2

o

José Manuel Pinheiro comentario mto infeliz, tal como o cartoon

Ontem às 13:13 • Não gosto •   30

o

Natália Carvalho quando vivemos um momento tão complicado como este,quando o flagelo do desemprego atingiu valores nunca vistos, quando há tantas famílias a passar fome por não terem dinheiro para o básico… considero este cartoon uma brincadeira de mau gosto, sem sentido ou despropositada! Na situação actual, os “parasitas do desemprego” não passam, infelizmente, de uma minoria e são muito menos prejudiciais para o ambiente do que outras comunidades parasitárias que proliferam por aí! Só uma nota: não estou desempregada!

Ontem às 13:13 • Não gosto •   19

o

Rafael Fortes O Expresso publica este cartoon demagógico, insultuoso, ofensivo e degradante da condição de centenas de milhares de portugueses desempregados. Os desempregados são chamados de “parasitas”. O Expresso deve um pedido de desculpas aos portugueses.

Ontem às 13:13 • Não gosto •   33

o

Silvia Camejo O Sr. Nuno Damas não deve ter experimentado procurar emprego nos últimos meses…

Ontem às 13:20 • Não gosto •   18

o

Cristina Santos triste… vejam lá se fazem é um cartoon para os parasitas do rsi… ou da assembleia da republica…

Ontem às 13:22 • Gosto •   6

o

Claudia Veloso Acho este cartoon de muito mau gosto….e acho de uma tremenda ignorância ainda haver pessoas a usar o cliché “trabalho não falta pessoas não querem é trabalhar” que nunca passem por uma situação dessas. A ignorância é triste e o expresso devia ter vergonha na cara de publicar isto!! Os cartoons são sátiras mas isto é insultuoso para com os portugueses desempregados.

Ontem às 13:22 • Não gosto •   28

o

Joana Soares Não concordo e não gosto… estou desempregada e se tenho direito a um subsídio é porque já trabalhei onze anos e dei duro… e irrita-me solenemente a história de que os desempregados querem estar é nas esplanadas a apanhar sol…

Ontem às 13:22 • Não gosto •   27

o

Bruno Carvalho O Expresso tem de pedir desculpa aos desempregados! Isto é um insulto a todos os trabalhadores portugueses. Se há subsídio de desemprego também é porque descontamos para que exista. E só temos direito a ele se antes tivermos trabalhado. Não estamos no desemprego porque queremos.

Ontem às 13:23 • Não gosto •   8

o

Hugo Duarte Mel? Humor? Abelhas ? Gratuito? Social? é apenas o desemprego visto pelo Expresso! Qual é a novidade?

Ontem às 13:24 • Não gosto •   6

o

Álvaro Figueiredo cartoonista e jornal fazem bem o jogo do capital! um insulto a quem está numa situação desesperante de não encontrar emprego e não ter um rendimento para poder sobreviver. vergonhoso!

Ontem às 13:25 • Não gosto •   25

o

Cristina Santos Ainda não estou desempregada, mas vou estar, pois a empresa vai fechar… vou para o fundo de desemprego sim senhora e só vou aceitar uma proposta de trabalho que seja digna de ser aceite, e já agora eu trabalho, e procuro trabalho e não jobs for the boys (tachos).

Ontem às 13:27 • Não gosto •   21

o

Sílvia Santos O Expresso está cada vez pior! Já há muito deixou de ser um jornal de referência!

Ontem às 13:28 • Não gosto •   13

o

Vera Silva Só assim retrata o Desemprego quem não sabe minimamente do que está a falar! Uma tristeza…

Ontem às 13:29 • Não gosto •   20

o

Alberto Luis Cabreira O cartoonista esquece-se de um detalhe importante: O valor do subsidio de desemprego é atribuido na maior parte dos casos a quem trabalhou e o seu valor incide sobre o montante dos descontos efectuados para o estado. Vergonhoso é existirem pessoas que trabalharam e descontaram e nem sequer têm direito a subsidio!!

Ontem às 13:32 • Não gosto •   20

o

Carla Marques O subsídio de desemprego é uma medida social, um direito, ao qual conseguem aceder unicamente os indivíduos que, após um determinado período de ACTIVIDADE e tendo feito os DESCONTOS devidos, cumprindo assim com os seus deveres de cidadania, se vêem em situação de desemprego INVOLUNTÁRIO. Assim, surge como forma de garantir a sobrevivência de pessoas activas e participativas na economia do país. Já a realidade do RSI é levemente diferente, embora também esta medida tenha um objectivo nobre. Antes de publicar algo, deveria haver alguma preocupação de se saber algo mais sobre o que está a ser publicado…

Ontem às 13:35 • Não gosto •   10

o

João Tavares Ó Rodrigo, és a vergonha da classe dos cartoonistas. Não passas de um ilustrador pau-mandado.

Ontem às 13:36 • Não gosto •   17

o

Filipe Vitorino É, de facto, um cartoon muito pouco feliz!

Ontem às 13:41 • Não gosto •   6

o

Floripes Marques Eu fiquei “desocupada”, nem tive direito a subsídio de desemprego! Mas procuro trabalho e não tachos, mas infelizmente os trabalhos que aparecem são uma terta!!!! só se vê anúncios de vendedores e nem um ordenado base existe!!! é trabalhar para aquecer!!! é a tristeza do país que temos!

Ontem às 13:41 • Gosto •   11

o

Ricardo Paiva e o pessoal que anda a recibos verdes é por desporto…

Ontem às 13:47 • Gosto •   10

o

Gil Rodrigues foi muito infeliz esta frase : Os parasitas do “Dzzzzzzemprego”

Ontem às 13:53 • Gosto •   2

o

Nádia Neves Trabalho não falta Nuno???? Não devemos estar no mesmo país certamente!

Ontem às 13:53 • Gosto •   7

o

Samuel Santos Sr. Rodrigo: se é assim tão bom como diz, vá você para o desemprego. Talvez haja lá algum curso de cartoonista, porque como se vê pela imagem você não percebe nada disto. É preciso muito mais do que saber fazer uns rabiscos.

Ontem às 13:55 • Gosto •   7

o

Inês Subtil Talvez o que o cartoonista Rodrigo precise seja provar do seu próprio mel…

Ontem às 13:57 • Não gosto •   9

o

Rafael Fortes http://5dias.net/2012/03/14/exige-ao-expresso-um-pedido-de-desculpas-pelo-demagogico-cartoon-que-classifica-os-desempregados-de-parasitas/

 

Exige ao Expresso um pedido de desculpas pelo demagógico cartoon que classifica os desempregados de.

‎5dias.net

Na página do facebook do Expresso aparece hoje publicado o cartoon que apresento…Ver mais

Ontem às 14:02 • Não gosto •   3

o

Hélder Vieira Acho que o jornal devia despedir o sujeito, seria uma excelente oportunidade para ele fazer uma pesquisa aprofundada sobre o tema do desemprego.

Ontem às 14:03 • Não gosto •   8

o

Carla G. Miranda Lamentável, mas não era de esperar outra coisa do expresso, se levantam-se o rabo da cadeira e fossem conhecer o país, eram jornalistas a sério…

Ontem às 14:04 • Gosto •   5

o

João Graça Lamentável e de muito mau gosto. O cartoonista deverá pensar que por ser labe-botas, consegue disfarçar a falta de criatividade….

Ontem às 14:06 • Não gosto •   7

o

Vasco Portugal Ridículo…

Ontem às 14:07 • Não gosto •   1

o

Rui Prazeres Tanta opinião correcta e ao pensar de cada um. Creio que se estão TODOS a esquecer para qual “elite” se dirige este jornal (que em tempos gostei de ler). O público comprador deste pasquim não sabe o que é desemprego, muito menos subsídio de desemprego!

Ontem às 14:08 • Gosto •   14

o

Maggie Ferreira Estamos, com toda a certeza, a esquecer-nos que a maioria das pessoas que se encontra neste momento no desemprego, desejaria não estar nesta situação… Imaginem o que será, nestes tão falados tempos de crise, viver do subsídio de desemprego e esperar que esses valores míseros cheguem para sustentar a família em todas as frentes: educação, alimentação, etc, etc…

Ontem às 14:14 • Não gosto •   8

o

Hélder Sousa E Silva Lamentável…

Ontem às 14:15 • Gosto •   1

o

Kwan Yin Figueira Desta vez, o cartoonista não esteve no seu melhor.

Ontem às 14:16 • Gosto

o

Renato Teixeira Assim vai o jornalismo e o humor em Portugal, a usar o insulto contra os mais vulneráveis da sociedade. Uma piadola ao roubo da banca e da troika, não?

Ontem às 14:17 • Gosto •   11

o

Renato Teixeira Curiosamente, o Expresso é dos poucos meios de comunicação que ainda não deu notícia da organização dos desempregados que tem vindo a reclamar o direito ao Emprego.https://www.facebook.com/groups/movimentosememprego/

 

Movimento Sem Emprego (MSE)

Somos um grupo de trabalhadores que alterna a sua condição entre o desemprego, o…Ver mais

Ontem às 14:17 • Gosto •   2 •

o

Joana Quelhas Vou partir do principio que a etiqueta no pote de mel deveria dizer “Rendimento Mínimo Garantido”…….! PF Sr Cartoonista, mais atenção da próxima vez!

Ah.. só mais uma coisa: já vi vários casos de pessoas a ficar em situação de DESEMPREGO por situações muito menos graves!!

Ontem às 14:17 • Gosto •   2

o

Joana Patrao o estigma nunca desaparece!!!! moralistas….

Ontem às 14:17 • Gosto

o

Alexandre Fonseca O cartonista que se cuide que ainda há-de atrás de restias de mel como nós-

Ontem às 14:19 • Gosto •   1

o

André Carapinha Verdadeiramente abjecto. Um insulto aos milhares de portugueses que todos os dias sofrem por não encontrar trabalho. Quiçá preferisse o cartoonista, e desconfio que também a direcção do Expresso, que nem ao subsídio tivessem acesso, que fossem pedinchar nas ruas, morrer à fome, atirar-se de uma ponte. Cada vez mais desconfio que é isto mesmo que faz a “moral” de uma certa casta que dirige este Portugal, e que depois vai rezar piedosamente à missa de Domingo.

Ontem às 14:22 • Não gosto •   3

o

Luis Miguel Rainha Além de estúpido, é boçal, sem graça e com um traço velho de pelo menos 40 anos…

Ontem às 14:28 • Não gosto •   8

o

Fernando Ferreira Este cartoon apesar de polémico, aplica-se a muitos casos e parte da nossa realidade.

Ontem às 14:29 • Gosto •   3

o

Cláudio Castro As pessoas responsáveis por esta critica não devem viver no mesmo país que nós. Será que estão a par da presente tendência na comunicação social? Quem tem telhados de vidro…

Ontem às 14:31 • Gosto •   3

o

Paulo Jesus EU gostava de Ver esse “Artista” com um filho nos Braços, sem Dinheiro para comprar Comidar?? O que fazia Comprava tintas ou Leite pro Filho… E Se os Leitores não mais Comprassem o Expresso??

Ontem às 14:31 • Gosto •   6

o

Isabel Pedrosa Branco Pires O cartoonista Rodrigo devia passar para a banda desenhada classe C porque análise política não percebe nada e os responsáveis do jornal ficam a saber que eu já comprava pouco o expresso e agora vou mostrar este boneco a todos os meus amigos do FB e aos outros para que deixem de comprar. Depois Rodrigo Parazita não se queixe…

Ontem às 14:33 • Não gosto •   6

o

Pedro Lopes com q então 14,8% de parasitas…

Ontem às 14:34 • Não gosto •   5

o

Pedro Pinto FASCISTAS!!!

Ontem às 14:36 • Gosto •   8

o

Manu Ribeiro Rodrigo espero que sejas o proximo a comer desse mel,apesar de não o mereceres pq era um despedimento por justa causa por ofensa a 1milhão e duzentos mil desempregados com tendencia a aumentar.

Ontem às 14:37 • Gosto •   8

o

Maria Pedroto Não sei se o problema será do Rodrigo ou de quem tiver sugerido o tema… talvez as pessoas devessem deixar de comprar o Expresso em sinal de protesto :)… Até o Rodrigo, ou o chefe do Rodrigo irem para o desemprego…

Ontem às 14:37 • Gosto •   10

o

Manu Ribeiro VERGONHA!!!

Ontem às 14:38 • Gosto •   3

o

Paulo Jesus Há muitos “Anonymus” desempregados… Vejam lá se estes não vos Entram no Servidor? Mas Já agora gostava de Ver se o Expresso e o Pintor tem Coragem de Brincar com o O ALCORÃO…

Ontem às 14:38 • Gosto •   3

o

Renata Candeias que vergonha de cartoon! chamem parasitas aos outros! aqueles com as reformas chorudas!

Ontem às 14:38 • Gosto •   10

o

Álvaro Figueiredo isto resolve-se quando todos os trabalhadores, aqueles que vivem do rendimento do seu trabalho, e todos aqueles que estão desempregado a viver desesperadamente cada dia por não terem perceptivas de trabalho, se unam contra estes verdadeiros parasitas. porque o expresso e o seu “cartoonista” são os mesmos que todos os dias apoiam as políticas que conduzem o país e os portugueses à miséria. Está na hora de acabar com a roubalheira e com o saque. luta! organiza-te!

Ontem às 14:39 • Gosto •   16

o

Nuno Violante Mau demais para ser verdade!.. Assinatura do Expresso cancelada!!!

Ontem às 14:40 • Gosto •   13

o

André Amador Depois de ver ver o que se passou na fábrica e Valadares onde os trabalhadores defenderam o seu posto de trabalho com 2 meses de salários em atraso. A grande maioria não está desempregada porque quer, mas porque não consegue arranjar trabalho (40 % dos jovens portugueses) ou aqueles que são novos para ir para a reforma e velhos para recomeçar a trabalhar . A minha mãe está desempregada há mais e 2 anos e ainda não encontrou nada para fazer vai todas as semanas ao cCentro de Emprego, além disso a maioria dos desempregados em Portugal NÃO RECEBE SUBSÍDIO! Com o Desemprego já a ultrapassar os 14 % este cartoon é um insulto a centenas de milhares de Portugueses desemprgados e a outros milhões de Portugueses a rabalhar a recibo verdes e a contratos. Se o Expresso não se retratar deixarei de comprar o Jornal!

Ontem às 14:40 • Gosto •   15

o

Paulo Jesus Que eu Saiba o Expresso/Impresa já mandou muitos para a Fila do Desemprego… Ou Voces não sabem o que quer Dizer Moral: Vão verá Wikipédia ou façam uma busca no Google.

Ontem às 14:44 • Gosto •   2

o

Paulo Coimbra Ignorante, boçal e sacana.

Ontem às 14:45 • Não gosto •   12

o

João Castela Cravo Das duas uma, ou este senhor Rodrigo já há muito atingiu o prazo de validade em termos de criação e produção de humor e se sente ameaçado pelo desemprego e faz apenas aquilo que pensa que os seus patrões gostariam que ele fizesse ou então o senhor Rodrigo já há muito atingiu o prazo de validade em termos de criação e produção de humor e se sente ameaçado pelo desemprego e faz apenas aquilo que pensa que os seus patrões gostariam que ele fizesse…

Ontem às 14:45 • Gosto •   5

o

José Domingos Costa Alarvice pura!

Ontem às 14:49 • Gosto •   5

o

Carlos Brigadeiro Asqueroso, no mínimo!

Ontem às 14:52 • Gosto •   7

o

Filipa Gonçalves Este cartoon é uma vergonha, e uma afronta a todos os portugueses principalmente os desempregados. O subsidio de desemprego não é nenhum favor que nos fazem. Quero ver se o expresso tem coragem de chamar parasitas, aqueles que o realmente são; os que provocaram esta crise e tiram aproveito dela. O expresso deve um pedido de desculpa a todos os portugueses.

Ontem às 14:53 • Gosto •   13

o

Marta Raquel Fonseca NOJO TOTAL este boneco imbecil, sem um traço de humor e ou inteligência, só e simplesmente mau gosto a galope de um expresso que de jornal tem muito pouco. Que vergonha esta falta de conhecimento do que é a vida de quem está desempregado. MEL gratuito é na casa do teu patrão, Rodriguinho.

Ontem às 14:54 • Gosto •   6

o

Paula Montez Mais um servente do sistema… a gentalha desta nunca falta emprego, obedecem à voz do dono!

Ontem às 14:54 • Gosto •   2

o

Alexandre Pereira Deixei de ler o expresso… tao simples como isso… 🙁

Ontem às 14:58 • Gosto •   6

o

Marta Raquel Fonseca and by the way os ursos é que comem mel..as abelhas fazem-no

Ontem às 14:58 • Gosto •   14

o

Pedro Moura onde está a piada?? ó Rodrigo és um lambe-botas!!

Ontem às 15:00 • Gosto •   4

o

Rui Miguel Torres Lambe-cus do capital é o que tu és….a pouca vergonha não tem limites!!!!

Ontem às 15:00 • Gosto •   6

o

Alexandre Pereira acho que e tempo de lancar o Rodrigo e a administracao do expresso ao “mel gratuito” e poupa-los ao “trabalho duro”, deixando de comprar o expresso…

Ontem às 15:03 • Gosto •   6

o

João Pedro Lobato Assim se propaga a ideia de que os desempregados são preguiçosos. Entretanto… a taxa de desemprego continua a aumentar a par da destruição em larga escala dos postos de trabalho. Espero que o cartoonista nunca se apanhe numa situação de desemprego… é o que espero.

Ontem às 15:03 • Gosto •   8

o

Tiago Tomé Ah ganda “Rodrigo”! Espero ansiosamente pelo dia em que também tenhas direito a parasitar, com essa cabecinha tão cheia de ideias geniais e talento sem fim! Quanto ao “Espesso”? Nada de novo… Não é este o tal jornal dos concursos para “furar greves de scooter”? Está tudo dito…

Ontem às 15:04 • Gosto •   9

o

Sergio Pereira parasita é quem aproveita a desgraças do pais para fazer coisas ridículas como esta. O “Expresso” sempre a somar, sempre ao serviço do parasitas que meteram o pais na miséria.

Ontem às 15:05 • Gosto •   8

o

República Viana Se te despedirem também viras “parasita”? Quem tem direito a desemprego por norma, trabalhou e descontou para ter direito a esse mesmo subsidio.Assim sendo, onde está o parasitismo? Sendo eu trabalhador por conta própria ou seja, patrão de mim mesmo sou obrigado a descontar mas se tiver que fechar o negócio nem direito a subsidio de desemprego. Sendo assim nem direito a ser “parasita” eu tenho! Entendi o que pretendiam dizer mas a frase está demasiado generalista e infeliz! Os meus pêsames!

 

Ontem às 15:05 • Gosto •   7

o

Alexandre Pereira sao coisas destas que so se resolvem com uma guerra civil… ha limites para a falta de respeito e para o abuso… os que estao desempregados nao teem culpa, mas teem o onus do estigma que carregam…

Ontem às 15:06 • Gosto •   4

o

André Vidal Pelos vistos o Sr. Rodrigo sabe quem é o seu patrão, Pinto Balsemão, as suas funções no Clube Bilderberg, capaz de ‘fabricar Presidentes’ e sabe a doutrina imposta, bajulando-o! Tem duas opções, fazer o que está certo, retratando-se do cartoon ou ser conivente com esta amoralidade liberal!

Ontem às 15:11 • Gosto •   9

o

Filipe Ferreira Peçam desculpa pelo erro enorme que cometeram… Pois não se goza com as pessoas que precisam… Deviam ter vergonha nessa cara…

Ontem às 15:12 • Gosto •   11

o

João Neves E um cartoon com o Sr. Rodrigo na fila do Centro de Emprego a esfregar as mãos de contentamento por receber o quantia principesca que é destinada ao subsidio de desemprego, e com a qual se pode viver uma vida desafogada?!?!Que falta de sensibilidade…lamentável!

Ontem às 15:14 • Gosto •   12

o

Anabela Ferreira q vergonha! Q o sr cartoonista nunca perca o seu trabalhinho de enorme utilidade publica e social a fazer bonecos para animar o jornal e ficar no dzzzemprego.Ou alguém da sua familia directa, ou amiga, sei lá.E que nunca seja obrigado a pagar umas contas de água e luz,gáz ou alimentação,ou escola dos filhos e roupa, com o tal subsídio sem esforço.divirta-se a fazer bonecos

Ontem às 15:15 • Gosto •   9

o

Luís Filipe Torre Gonçalves que grande anormal…

Ontem às 15:17 • Gosto •   5

o

Vasco Cortez Porque é que não despedem esse cartonista? E já agora, sem direito a subsídio de desemprego. Idiota e anormal!

Ontem às 15:17 • Gosto •   8

o

Diogo Serra Que vergonha! O expresso deve-me, deve-nos, um pedido de desculpas. Quanto ao cartoonista…que nunca caia no desemprego.

Ontem às 15:18 • Gosto •   8

o

Espalha Brasas O Sr Rodrigo, É mais um lambe botas e um parasita que me mete nojo, eu sou um desempregado e estou a receber o subcidio de desemprego, mas trabalhei 33 Anos ! e recebo o que é meu, ao contrario do Sr. Rodrigo que faz a merda dos bonecos e nem sabe o que é trabalhar.

Ontem às 15:19 • Gosto •   9

o

Ricardo Costa os fascistas do expresso no seu melhor !!!! qualquer dia não vão poder andar na rua para não levarem na tromba!!!!!!!!!

Ontem às 15:21 • Gosto •   7

o

Afonso Macedo ideia de merda num desenho de merda num jornal de merda!

Ontem às 15:21 • Gosto •   1

o

Luísa Mota Olhar mordaz?? Só podem estar a brincar! Olhar de um lambe-botas, isso sim! E o Expresso não tem vergonha de achincalhar a tragédia que afecta milhões de portugueses? Talvez os senhores jornalistas que escreveram a tal frase do “mordaz” e que riram ao ler este nojo, talvez mais cedo do que pensam, o desemprego lhes bata à porta e percebam o mal que fazem aos portugueses, todas as semanas, todos os dias! Talvez nessa altura percebam que se em vez de ser jornaleiros, tivessem sido verdadeiros jornalistas, esclarecendo as pessoas, mostrando a verdade, em vez de as convencerem que os direitos acabaram, que não são direitos, mas sim benesses, talvez não tivessemos chegado aqui, talvez tivesse sido possível arrepiar caminho e construir um futuro digno para todos! E o Expresso poderia pelo menos disfarçar, pelo menos isso, as ligações que tem desde a sua fundação aos mais poderosos, àqueles que nos levaram à miséria. Que vergonha! Que vergonha!

Ontem às 15:21 • Gosto •   11

o

José Barata O senhor Nuno Damas é apenas um tolinho.

Ontem às 15:22 • Gosto

o

José Barata O senhor Rodrigo é apenas um pau-mandado.

Ontem às 15:22 • Gosto •   2

o

Dinis Santos nunca digas deste mel não beberei… enfim…

Ontem às 15:23 • Gosto •   5

o

Liberdade Maria é preciso ser-se mesmo mal formado …. desejo que fique desempregado

Ontem às 15:25 • Gosto •   9

o

Carlos Gonçalves A quem obedecerá o sr. Nuno? A quem será????

Ontem às 15:27 • Gosto •   2

o

Filipa Vala Exmo. Sr. Director do Expresso, gostaria de lhe dizer que este cartoon de mordaz não tem nada – já de estúpido tem tudo. Ora dado que mais de 14% da população ativa está desempregada, se fosse a si, tinha cuidado: tamanha estupidez ainda faz o seu jornal perder leitores.(Aproveito esta oportunidade também para transmitir a minha opinião relativamente ao design do cartoon: é graficamente é deplorável. E olhe que há bons cartoonistas em Portugal… provavelmente desempregados). Com os melhores cumprimentos, FV

Ontem às 15:27 • Gosto •   16

o

João Pedro Caniço O mínimo que se pode desejar ao palhaço lambe-botas que rabiscou esta barbaridade é que caia no desemprego o quanto antes e que por lá continue por muitos e bons anos!

Ontem às 15:28 • Gosto •   8

o

Rui Miguel Torres É filho dum senhor colonialista angolano,reaccionáriozito!!!!!

Ontem às 15:31 • Gosto •   3

o

Sergio Bastos por amor à Santa ninguem no expresso entende que isto não tem piada?

Ontem às 15:32 • Gosto •   5

o

Vitor Alegria Devias era apanhar no num mel que eu cá sei! FASCISTAS!!!!

Ontem às 15:34 • Gosto •   4

o

Alfredo Campos Uma pouca vergonha, de um cartoonista sem vergonha a trabalhar num jornal sem vergonha. Tivesse o expresso vergonha na cara, pedia desculpa aos portugueses e mandava o cartoonista para junto destas abelhinhas.

Ontem às 15:34 • Gosto •   7

o

Espalha Brasas EU SUGIRO AO O SR RODRIGO MATOS, LEVE ESTE DESENHO A UM CENTRO DE EMPREGO, ONDE ESTEJAM LÁ PESSOAS QUE PERDERAM O EMPREGO, PARA VER SE LHE DÃO UM MURRO NOS CORNOS ! E LHE ENFIEM OS “BONECOS” PELO CU ACIMA !

Ontem às 15:35 • Gosto •   9

o

Carlos Moura Achei lamentável este cartoon, sem mais comentários…

Ontem às 15:37 • Gosto •   5

o

Nélson Ricardo Tenha vergonha na cara. Gozar com quem pouco ou nada tem.

Ontem às 15:38 • Gosto •   4

o

Ana Isabel Ferreira Estou desempregada e este cartoon ofende-me. Sempre tive a ideia de que o Expresso era um bom jornal… pelos visto enganei-me. Depois disto, e se o Expresso não vier a público com um pedido de desculpas a todos os desempregados que não são «parasitas do “Dzzzzzzemprego”», não voltarei a comprar este jornal. Haja respeito, Sr. Rodrigo… Haja respeito…

Ontem às 15:40 • Gosto •   14

o

Isabel Martins Fala de barriga cheia…gostava de saber que conseguia viver, com 95€ por mês, de subsidio social…

Ontem às 15:40 • Gosto •   4

o

António Filipe O sr. Rodrigo devia ir para o desemprego, para saber o que custa.

E, para bem dele, devia ir já, enquanto tem DIREITO a três anos de subsídio. Isto é, tem direito se descontou para a segurança social.

Caso não saiba, sr. Rodrigo, o desemprego é um direito e não uma esmola.

Ontem às 15:42 • Gosto •   6

o

Mário Rebelo Tenham vergonha….e peçam desculpa a todos os desempregados deste País,e o merdas do desenhador,que se agarre a uma chave inglesa,uma enchada,uma maq de soldar,a um martelo pneumático,para saber o que é trabalho e mal renumerado. Ou em ultimo caso,que caia no desemprego e sinta na pele o desespero de quem quer um emprego,e não consegue. Tenho 52 anos e trabalho desde os 11anos. HJA RESPEITO E DECORO,FASCHISTAS!!!!

Ontem às 15:43 • Gosto •   6

o

João Paulo Santos Mas o expresso não é o “porta voz do governo” ?

Ontem às 15:45 • Gosto •   1

o

Ricardo Costa eu como estou desempregado e nem subsídio de desemprego tenho,podes me chamar vegeta FDP…

Ontem às 15:46 • Gosto •   5

o

Mário Cunha Vergonhoso para um jornal supostamente de referência como o Expresso. A realidade é demasiado complexa e o assunto é demasiado sério para ser tratado com uma ligeireza tão facciosa como aqui se vê.

Ontem às 15:47 • Gosto •   5

o

Rui Sá Para aqueles que ainda têm trabalho e para aqueles que estão desempregados, sugiro que se faça um boicote TOTAL a este pasquim.

Ontem às 15:47 • Gosto •   7

o

Filino Rupro Em 1º lugar: À bradamerda ao autor do cartoon.

Em 2º lugar: À bradamerda o Expresso por o publicar.

Em 3º lugar: À bradamerda a boa-educação com fdp deste calibre!

Ontem às 15:48 • Gosto •   12

o

Sofia Guerreiro epá isso não se faz, até parece alguns estão no desemprego pq querem, né? mta falta de respeito!

Ontem às 15:50 • Gosto •   3

o

Manuel Carlos Patrício Tal é o “cartonista da treta” como o Director do Expresso. Dois lambe-botas imbecis.

Vamos boicotar o Expresso e rebentar com ele à bomba se não pedirem desculpas.

Ontem às 15:50 • Gosto •   6

o

Susana Rodrigues O problema deste cartoon é que está anos luz atrasado. Tempos houve em que as pessoas tudo faziam para estar no desemprego. Era fácil, era bom e todos nós fomos coniventes com a situação. Porque todos conhecíamos as histórias das mulheres que tinham filhos para receber o X a que tinham direito e não trabalharem, ou aqueles que trabalhavam apenas os 6 meses necessários para voltarem para o desemprego…Hoje em dia a situação é outra, o subsídio não é mel, mas pode ser fel. Não é suficiente para as despesas e dura muito menos. Voltar ao mercado de trabalho é díficil e pode significar descer “degraus” no status profissional (e monetário) em que a pessoa se encontrava antes.

Ontem às 15:51 • Gosto •   2

o

Mário Rebelo Exacto,que ninguém compre esta merda do Expresso..

Ontem às 15:52 • Gosto •   4

o

Anabela Chaves Mas que vergonha é esta? Mas onde é que estamos? Que grande miséria. Tristeza.

Ontem às 15:54 • Gosto •   4

o

Maria Pereira Mais uma vez…Os Justos pagam pelos Injustos!!!!

Ontem às 16:01 • Gosto

o

António Costa Santos ó expresso, pá! não havia necessidade…

Ontem às 16:02 • Gosto •   2

o

Carlos Barradas Este cartoon é ideologicamente comprometido e intelectualmente desonesto. Eu fui desempregado e nunca fui assim. Nunca.

Ontem às 16:04 • Gosto •   12

o

Meu Avô a partir de sabado não compro mais o expresso!. vão gozar com a pata que vos pôs.

Ontem às 16:08 • Gosto •   8

o

Luis Ramalho mas andam a apagar comentários????

Ontem às 16:11 • Gosto •   1

o

Vítor V C Vieira O Expresso assume uma posição “piegas” para fugir a um possível “efeito Ensitel”: cala-se e assobia para o lado a ver se as pessoas se calam. Típico de quem é incapaz de assumir responsabilidades.

Ontem às 16:11 • Gosto •   4

o

Sam Namby-pamby Kitano Rodrigo: .|.

Ontem às 16:12 • Gosto •   1

o

Manela Martins que vergonha!!!!!!!!!!!!! Péssimo jornalismo!!!

Ontem às 16:16 • Gosto •   2

o

Fábio Azevedo Realmente as pessoas excitam-se com pouco. O traço deste tal de rodrigo é pueril e quase ao nível do cariz infanto-juvenil de uma disney de esquina. Reparem que a “colmeia” está vazia. Só por ali andam 2 abelhas e estas pelos vistos têm emprego. O resto inteligentemente deve por certo ter emigrado. Depois reparem no despojamento do desenho. É austero, simplista, quase podia ter sido feito por uma criança de tão básico que é. Terá o desenhador se encostado na sua zona de conforto e não saiba criar nenhum desenho mais complexo? Ou o Expresso é mais ligeiro a mandar para casa críticos à sua linha do que a linha defendida pelo rodrigo? Eu acho que andamos a fazer uma tempestade num copo de água. Nem o Expresso é um arauto da democracia nem o “desenhador” é um arauto da inteligência…

Uma pessoa só pode dar o que tem. Se o “autor” só consegue dar isto não lhe peçam mais nem lhe dêem a importância que ele não tem.

Ontem às 16:16 • Gosto •   8

o

Maria Jose Vaz Azevedo PATRÒES PRECISAM SE! Para dar trabalho a esta gente toda!!! Porque senão sou eu e outros tantos como eu que descontamos e redescontamos para esta gente toda ! PATRÕES PRECISAM SE! Nem que seja na agricultura porque há por esse Portugal muito terreno para cultivar! Ou na agricultura os trabalhos não serão chamados de empregos?

Ontem às 16:18 • Gosto •   1

o

Miguel Santana Que filhos da “prostituta” (a ver se passa na censura do jornal…)! Quero ver como farão quando perderem os vossos empregos! Se por acaso não vão receber o mel gratuitamente, e sem esforço, como todos os cidadãos na mesma situação.

Ontem às 16:18 • Gosto •   6

o

Fernando Silva Para além de mordaz, incisivo e real! Parabéns.

Ontem às 16:19 • Gosto •   1

o

Alexandre Isaac Vergonha

Ontem às 16:21 • Gosto •   1

o

Jorge Fernandes Com as costas quentes eu também faria comentários desses. Mas se o Sr. Rodrigo estivesse desempregado já pensaria doutra maneira…

Ontem às 16:21 • Gosto •   4

o

José Barata Fernando Silva, espero que não precise dessa tal “falta de esforço”, ou melhor, se você um dia ficar desempregado, seja íntegro e não peça o tal subsídio, ok?

Ontem às 16:22 • Gosto •   5

o

Claudia Veloso O Sr Fernando Silva se for patrao de emprego ao pessoal desempregado!! Ja que está tao bem na vida que vive fora da realidade do país….ajude entao os que querem trabalhar… Aguardamos resposta!

Ontem às 16:22 • Gosto •   2

o

Paulo Jesus Aposto que o Cartonista, recebe á “peça” e esta a Recibos Verdes e que o Fez A pedido de um Editor… E já vi muitos editores a Cair no Fundo “Desemprego” Pensamento do Dia Um Blomerang volta sempre a quem o Manda.

Ontem às 16:22 • Gosto

o

Renato Carreira O Expresso agora emprega cartoonistas de 11 anos de idade? Não há leis que proíbem isso?

Ontem às 16:22 • Gosto •   8

o

Igor Gandra que nojo.

Ontem às 16:28 • Gosto •   2

o

Luis Ramalho quando fui a uma entrevista de emprego e algumas pessoas disseram “para quê ir trabalhar? vocês oferecem uma renumeração inferior ao que eu ganho com o subsidio de desemprego”. e saíram da entrevista. sem dúvida que estámagem aplica-se a muita gente.

Ontem às 16:33 • Gosto

o

Ivo Silva isto so mostra a quem serve o expresso! Imparcialidade, pois!

Ontem às 16:33 • Gosto •   2

o

Gonçalo Fonseca No mínimo será de exigir um pedido de desculpas por ofensa a toas as pessoas que ficam sem emprego e ficam sem possibilidade de viver..d comer e de fornecer uma vida decente à família. Penso também que é de exigir também a demissão do Cartoonista que dá pelo nome de Rodrigo…

Ontem às 16:35 • Gosto •   4

o

Renato Teixeira Aqui está um exemplo, ocultado pelo Expresso, de que os desempregados querem sobretudo um emprego.https://www.facebook.com/events/241646325927197/

 

Coluna de Desempregados na Manifestação da Greve Geral

Quinta-feira, 22 de Março às 15:00 em Praça do Rossio

Ontem às 16:35 • Gosto •   4 •

o

José Barata Aplicar a muita gente, não é aplicar a toda, e este cartoon generaliza. Que tal um cartoon que mostre que todos os jornalistas são corruptos ou mal intencionados?…

Ontem às 16:36 • Gosto •   2

o

Renato Teixeira Hoje há um plenário de desempregados na margem sul. Vai uma reportagem ou vão continuar em silêncio? :https://www.facebook.com/events/349869798364580/

 

Plenário de desempregados na margem sul do Tejo

Sexta-feira, 16 de Março às 19:00

Ontem às 16:36 • Gosto •   3 •

o

João Magalhães Moreira terroristas!!! tenham vergonha!!

Ontem às 16:39 • Gosto •   3

o

António Olaio Este senhor Rodrigo saberá o que é a vida?

Por acaso ele saberá o que é ir para o desemprego, como milhares de compatriotas nossos, que de um momento para o outro se vêem sem outro sustento que que não seja um, a prazo, “subsidio de desemprego”, com contas para pagar, com filhos a quem se quer garantir um futuro minimamente digno??

Tenham vergonha!

Ontem às 16:40 • Gosto •   8

o

Ana Filipa Lopes Desempregados nos queram! Abelhas-bzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz-rebeldes nos terão!

Ontem às 16:41 • Não gosto •   12

o

Ana Filipa Lopes http://tvnet.sapo.pt/noticias/video_detalhes.php?id=71029

 

MSE quer dar visibilidade aos desempregados

tvnet.sapo.pt

Criar um movimento para dar resposta aos desempregados é o objetivo do MSE – Mov…Ver mais

Ontem às 16:44 • Gosto

o

Filipe Melo Esse cartoonista Rodrigo devia ir para o desemprego para saber do que está a falar!

Ontem às 16:44 • Gosto •   7

o

José António Jardim Nojento e indigno de um orgão de informação mesmo que de cariz fascista

Ontem às 16:46 • Gosto •   5

o

Marco Felgueiras Isto é de um mau gosto atroz. Pior que o cartoonista, só quem aprovou esta tristeza.

Ontem às 16:49 • Gosto •   11

o

Helder Fernando Para mim o expresso ardeu.

Ontem às 16:52 • Gosto •   4

o

José Monteiro O problema não está no Subsídio de Desemprego, pois só tem direito a ele que já trabalhou. O problema está em outros Subsídios que serão ou não justos se forem controlados.

Ontem às 16:57 • Gosto •   1

o

Ana Filipa Lopes https://www.facebook.com/events/241646325927197/

 

Coluna de Desempregados na Manifestação da Greve Geral

Quinta-feira, 22 de Março às 15:00 em Praça do Rossio

Ontem às 17:01 • Gosto

o

João Buga granda merda esse rodrigo!… espero que alguma abelha te morda o caralhinho, e depois como és desempregado, não sejas atendido nos centros de emprego que fecharam… e não tenhas dinheiro para ir aos privados… e a pissa te inche até rebentar-te com o cerebro, e que fiques todo entrevadinho a ver a merda que defendes corroer-te todo até ao atrofio completo!….

 

e que não sejas incapaz de sequer matar-te…. que caguem de alto nas tuas suplicas pla eutanasia…. e que morras lentamente porque não conseguiste comparecer no centro de emprego/trabalho “voluntario” que te obrigaram a fazer para receberes a merda que tiveste a descontar para a situação de desemprego….

 

e depois de morreres, espero que ainda condenem a tua familia a pagar-te o funeral… e se não pagarem que lhes roubem tudo… “porque é assim que tu queres viver numa sociedade bonita!”

 

morre filha da bófia! no desemprego, na miseria, com abelhas africanas a picarem-te todo para pareceres o bonequinho da michelin, e ainda seres processado plos parasitas que defendem a acta/patentes, pla imagem que roubaste!…..

 

e o expresso tambem!…. puta que os pariu!….

Ontem às 17:03 • Gosto •   12

o

Anabela Chaves Mesmo do ponto de vista artístico, é merdoso. Tão merdoso que é mesmo este o único adjectivo que lhe serve. Básico e infeliz.

Ontem às 17:04 • Gosto •   7

o

João Buga isto não é “humor” é mesmo merda!

Ontem às 17:05 • Gosto •   5

o

Ricardo Moura Primeiro, esquece-se que foi preciso trabalhar duro para se ter direito ao subsídio de desemprego. Depois, esquece-se que se paga para a Segurança Social todos os meses por alguma razão. Ainda se esquece de que só se recebe 75% do que se recebe enquanto se trabalha. E, mais importante do que isso, esquece-se do peso da depressão que envolve a situação de desemprego prolongado. Cartoonismo imoral em Governo de Direita é assim..

Ontem às 17:08 • Gosto •   11

o

André Lara ‎:(

Ontem às 17:10 • Gosto

o

Albertina Albuquerque Isto é uma vergonha! Só pode falar assim quem nunca esteve nessa situação… mas pode acontecer a todos! Não cuspas para o ar….

Ontem às 17:10 • Gosto •   6

o

Vita Vitinha que vir isto até deve pensar que todos os desempregados,recebem subsidio de desemprego

Ontem às 17:12 • Gosto •   6

o

Hugo Ferro Desejo sinceramente que este Rodrigo nunca fique desempregado e que o Expresso continue a ter quem pague por ele. Podia contra argumentar contra este rabisco, mas acho que nem vale pena.

Ontem às 17:13 • Gosto •   4

o

João Buga rodriguinho?!??!?!?!?!?! a ver se te encontramos num centro de (des)emprego… ha tanta gente desejosa de ser o teu “gestor de carreira”….

 

sem dentinhos és capaz de não ter dinheiro sequer para o nestum….

é o chamado azar do caralhinho….

 

“trabalhasses parasita… em vez de andares aqui a roubar quem trabalha”

 

GRANDA OTÁRIO!…

Ontem às 17:13 • Gosto •   8

o

Vita Vitinha e o subsidio de desemprego é um direito,não uma regalia,sua cambada de pulhas!

Ontem às 17:14 • Gosto •   8

o

Jorge Ferreira fatwa pra cima deles…

Ontem às 17:15 • Gosto •   3

o

Maria De Lourdes Pedroso Parasitas?? Olha quem fala!

Ontem às 17:16 • Gosto •   2

o

Renato Teixeira Responde ao Expresso, ao governo, ao patronato e à troika na Coluna de Desempregados que ira participar na manifestação da greve geral!

http://5dias.net/2012/03/14/vivemos-em-prisao-domiciliaria-o-expresso-nao-quer-fazer-humor-com-esta-declaracao-e-o-seu-dever-de-informar-tambem-nao-quer-cumprir/

 

“Vivemos em prisão domiciliária” – O Expresso não quer fazer humor com esta declaração? E o seu deve

‎5dias.net

Enquanto os leitores entopem o aviltante cartoon do Expresso, um grupo de desemp…Ver mais

Ontem às 17:18 • Gosto •   4 •

o

Luís F. Cristóvão triste…

Ontem às 17:25 • Gosto •   3

o

Renato Guedes E assim segue o Expresso o seu incansável caminho de criminalizar as vítimas e desculpabilizar os carrascos, bem ao gosto do dono. Toma lá um osso Rodrigo.

Ontem às 17:27 • Não gosto •   13

o

Pedro Bergano Expresso… propriedade do militante nº1 do PPD/PSD… Podem pegar na “liberdade de imprensa” e limpar o cu com ela!!!

Ontem às 17:27 • Gosto •   7

o

Acácio Rebelo Rodrigo…Mordaz e imbecil!

Ontem às 17:27 • Gosto •   8

o

Rui Meireles Só espero que este parasita nunca precise de trabalho, nem passe as dificuldades de andar a bater de porta em porta e ser tratado com indiferença total

Ontem às 17:28 • Gosto •   7

o

José Manuel Pinheiro como o Expresso por vezes desilude… lá vão as vendas descer outra vez… é bem feito!

Ontem às 17:33 • Gosto •   3

o

Afonso Irina De facto é um cronista de merda…

Ontem às 17:33 • Gosto •   6

o

Pete Pinto Como cartoonista e ilustrador, acho muito triste que este senhor, tendo a posição de destaque que tem, a use para lamber cús.

 

“Fazer cartoons imparciais, ou ser um jornalista tendencioso…é uma escolha difícil!!!”

Ontem às 17:34 • Gosto •   10

o

Tiago De Lemos Peixoto Lembro ao cartoonista Rodrigo, que, coitado, trabalha bem duro na sua função de fazer desenhos, que as pessoas que têm subsidio de desemprego trabalharam no duro durante anos. Ele não veio do ar. Uma condição para o termos é a de termos antes sido trabalhadores. Com descontos para a Segurança Social. Portanto, antes de usufruir desse direito para o qual pagámos antecipadamente do nosso próprio bolso, fomos, nós mesmos, trabalhadores que trabalharam no duro durante pelo menos 2 anos.

 

 

Não fomos também trabalhadores incompetentes, uma vez que o subsidio não é dado a quem é despedido por justa causa. Tão pouco quisemos estar no desemprego, uma vez que também não usufrui quem activamente rescinda o contrato. O subsídio, contas feitas, é uma rede para quem trabalhou e se viu, contra vontade, privado de trabalho.

 

Talvez esteja a ser um bocado duro, caro Rodrigo. A julgar pela amostra, o simples acto de pensar deverá ser, no seu caso, dar bem no duro. Mas cada um faz o que pode com as limitações que tem.

Ontem às 17:35 • Gosto •   5

o

Vita Vitinha o mesmo jornal que : “O Expresso sabe, também, que em casos muito excepcionais, há notícias que mereciam ser publicadas em lugar de destaque, mas que não devem ser referidas, não por auto-censura ou censura interna, mas porque a sua divulgação seria eventualmente nociva ao interesse nacional. O jornal reserva-se, como é óbvio, o direito de definir, caso a caso, a aplicação deste critério.” (Estatuto editorial do Expresso, redefinido e publicado a seguir às eleições de Junho de 2011

Ontem às 17:36 • Gosto •   4

o

Pedro Pereira Neto Triste. Profundamente triste. Mas cada vez mais frequente no Expresso.

Ontem às 17:36 • Gosto •   3

o

João Mascarenhas Bronca!

Ontem às 17:36 • Gosto

o

Dub Bud Bilderberg mon amour…

Ontem às 17:40 • Gosto •   4

o

Liliana Medina Lamentável.

Ontem às 17:45 • Gosto •   4

o

Alvarinhe Fever Tambem me parece mais que o Pote de Mel é as tranches da Troika e abelhas o expresso. Triste!

Ontem às 17:46 • Gosto •   4

o

Renato Teixeira As suas desculpas dizem tudo sobre o seu carácter Rodrigo. Mais valia ter ficado calado. O rabisco já era mau demais para que o agravasse com justificativas.http://5dias.net/2012/03/14/vivemos-em-prisao-domiciliaria-o-expresso-nao-quer-fazer-humor-com-esta-declaracao-e-o-seu-dever-de-informar-tambem-nao-quer-cumprir/

 

“Vivemos em prisão domiciliária” – O Expresso não quer fazer humor com esta declaração? E o seu deve

‎5dias.net

Enquanto os leitores entopem o aviltante cartoon do Expresso, um grupo de desemp…Ver mais

Ontem às 17:48 • Gosto •   4 •

o

Ricardo Silva estupidez é o que este cartoon é

Ontem às 17:49 • Não gosto •   4

o

Vanda Pacheco Este cartoon é de tão mau gosto que duvidei se valeria a pena comentar… Deixo só uma citação para fazer refletir o autor: “O verdadeiro teste à vontade de trabalhar de uma pessoa passa pela oferta de um trabalho decente” (John Veit Wilson)

 

Ontem às 17:49 • Não gosto •   14

o

Ana Filipa Lopes http://www.youtube.com/watch?v=ZUEeBhhuUos

 

José Afonso – Os Vampiros (ao vivo no Coliseu)

www.youtube.com

O último concerto de Zeca Afonso em 29 de Janeiro de 1983, no Coliseu “Os Vampiros”

Ontem às 17:49 • Não gosto •   4

o

Tiaguris Esperançahttps://www.facebook.com/events/239222952837123/

 

Manifestação a 22 de Março, dia da greve geral

Quinta-feira, 22 de Março às 16:00

Ontem às 17:50 • Não gosto •   1

o

José Ferreira Alves Eu ainda tenho a felicidade de ter um emprego. Mas não posso deixar de manifestar o meu repúdio por esta forma (imbecil) de (tentar) fazer humor, sem o menor respeito por quem se encontra no desemprego e não tem como sair dessa situação. Esse Rodrigo pode ser muito bom no traço, mas é péssimo na inteligência e uma nulidade na sensibilidade!

Ontem às 17:50 • Não gosto •   6

o

Renato Teixeira https://www.facebook.com/events/241646325927197/

 

Coluna de Desempregados na Manifestação da Greve Geral

Quinta-feira, 22 de Março às 15:00 em Praça do Rossio

Ontem às 17:56 • Gosto •   2 •

o

Jorge Ribeiro Pode ser que lhe calhe tb um dia….é tudo o que lhe desejo…!!!!!!!

Ontem às 17:57 • Gosto •   5

o

Carlos Dos Santos Almeida quem colou o papel por cima do nome “pote de merda burguesa”?

Ontem às 17:57 • Gosto •   2

o

Cristina Ramos ‎”Olhar mordaz”?????? esse vosso cartoonista parece que está mesmo a precisar é de trabalhar duro… ou então paguem-lhe melhorzito para aumentar a qualidade do humor…

Ontem às 17:58 • Não gosto •   3

o

Manu Ribeiro Nem no traço nem em nada.Se fosse bom não precisava de anddar a fazer humor com a situação dificil que muitas familias estão a passar.

Ontem às 17:58 • Não gosto •   5

o

António Lopes Além de imbecil é ignorante. Então não é que, hoje em dia, um empregado já mal ganha para fazer face ao custo de vida. O que dizer de um desempregado (a receber o mísero subsídio-aquele que tem direito-por pouco tempo). Talvez esteja a defender o seu tacho e só por isso tem atenuantes. O seu patrão, se não me engano ainda há pouco despediu alguns, por isso a sua subsorviência ao chefe, com receio de passar para o lado oposto.Tem juízo, oh Rodrigo, não te acobardes nem percas a dignidade.

Ontem às 17:58 • Não gosto •   5

o

Ana Antonio Ou então isto:http://www.facebook.com/photo.php?fbid=3008196083652&set=p.3008196083652&type=1&theater

Ontem às 18:01 • Gosto •   4

o

Antonio Craveiro Em linguagem vernácula, pqp!

Ontem às 18:04 • Gosto •   1

o

Alice RedShoes Ora bem…eu estou desempregada há mais de dois anos, não consigo arranjar trabalho, nunca recebi um tostão de subsídio de desemprego nem de outro subsídio qualquer, vivo com enormes dificuldades e com ajudas, e não mando este gajo para a puta que o pariu ? Mando, claro! Senhor Rodrigo, parasita do expresso ou da sociedade ou do raio que o parta: vá mesmo para a puta que o pariu!

Ontem às 18:04 • Não gosto •   15

o

Sandra Marques Concordava com o diálogo das abelhas se no pote estivesse escrito …..Rendimento social de inserção.Agora Subsídio de desemprego só tem quem já trabalhou! Sr.Não sei das quantas falta-lhe uma grande dose de bom senso.

Ontem às 18:05 • Gosto

o

Margarida Vicente Gostava de te ver no desemprego,palavra que gostava! Imbecil,retardado,fdp,da…se

Ontem às 18:07 • Não gosto •   5

o

João José Cardoso Rodrigo, sai da zona de conforto, desemprega-te, experimenta novos desafios, emigra.

Ontem às 18:08 • Não gosto •   11

o

Daniel Oliveira Este cartoon é revoltante e idiota. A parvoíce é livre, felizmente. Espero que o cartoonista nunca sinta a tragédia do desemprego, de não ter como pagar as contas, a comida, os transportes e o mais básico dos básicos. É de mau gosto e infantil.

Ontem às 18:09 • Não gosto •   30

o

Alice RedShoes Ah! E se por acaso recebesse algum subsídio, mandava-o igualmente para o mesmo sítio.

Ontem às 18:09 • Gosto •   6

o

Maria Fernanda Costa A manipulação dura, isso sim !!!

Ontem às 18:12 • Gosto

o

Filinto Melo Vergonha.

Ontem às 18:13 • Gosto •   2

o

António Jorge Ceu A única forma desse rodrigo não ser desempregado e parasita é besuntar o cu dos seus patrões e lambêlos de seguida.

Ontem às 18:14 • Gosto •   2

o

Sebastião Peixoto ‎:( ofensivo

Ontem às 18:15 • Gosto •   1

o

António Jorge Ceu de preferencia com ácido sulfurico.

Ontem às 18:15 • Gosto •   1

o

Vasco Lopes Será que este imbecil não vê o que se passa à sua volta?

Ontem às 18:16 • Não gosto •   4

o

Rodrigo de Matos Meus amigos, estamos numa era de imediatismo na obtenção da informação, em que se compreende que por vezes as coisas sejam lidas de forma fugaz e superficial, ao contrário daquilo a que o trabalho que faço propõe, que é lançar a reflexão sobre um determinado tema.

 

Posto isto, e dado o efeito em cadeia que se gerou injustamente em redor do cartoon, devo esclarecer que ele não expõe de forma literal o que penso sobre os desempregados em geral (cada caso é um caso e não ponho em causa que a grande maioria esteja nessa situação contra a sua vontade). O problema do desemprego é grave e preocupante, como aliás por tantas vezes já foi sugerido inclusive nos meus cartoons.

 

As pessoas que realmente necessitam do subsídio desemprego deveriam ser as primeiras a se revoltarem contra aquelas que, não precisando, fazem questão de o receber, ou que, tendo a hipótese de trabalhar, preferem continuar sem fazer nada – uma minoria, é certo, mas que existe. O cartoon não diz que estas pessoas são a maioria, muito menos que este é o caso de todos os desempregados.

Ontem às 18:16 • Gosto •   1

o

Renato Teixeira O problema não está na reflexão, que está lá. Está nas suas conclusões e na generalização abusiva do comportamento dos desempregados.

Ontem às 18:19 • Gosto •   5

o

Armando Santos dar importância a um imbecil destes é uma perda de tempo…. é apanhá-lo a jeito e “fazer-lhe vêr” que… ou deixa de ser asno e de se comportar como fascista ou nós comporta-mo-nos da mesma forma e fica em risco ele publicar mais seja lá o que fôr…

Ontem às 18:20 • Gosto •   5

o

Renato Teixeira https://www.facebook.com/photo.php?fbid=3008196083652&set=p.3008196083652&type=1&theater

 

Fotos de Miguel Gomes

Tomei a liberdade de corrigir um certo cartoon publicado pelo Expresso. Partilhe…Ver mais

Por: Miguel Gomes

Ontem às 18:21 • Gosto •   4 •

o

Manuel Duarte Este Rodrigo é um ignorante social. Mas não deixa por isso de merecer uma valente ” ferroada ” dos leitores!

Ontem às 18:22 • Não gosto •   10

o

Ana Menta Como ilustradora/cartoonista e desempregada digo que este cartoon é desumano e horrível. Tanto do ponto de vista técnico como no conteúdo. Que trabalho tão mau.

Ontem às 18:22 • Não gosto •   16

o

Maria João Marques mas ….. ca gande imbecil!!!! Deve ser impotente…

Ontem às 18:24 • Gosto •   5

o

Marco Gomes Não há comportamentos abusivos dos desempregados que recebem o subsídio de desemprego. Se recebem o subsídio de desemprego é porque cumpriram todos os requisitos para o receber, ou seja, trabalharam e descontaram para este subsídio. Conclusão: não é oferecido o subsídio de desemprego a ninguém. Quem o aufere, descontou para tal.

Ontem às 18:24 • Gosto •   17

o

Tiago De Lemos Peixoto Crédito ao Miguel Gomes por repor a verdade dos factos.

 

Ontem às 18:25 • Não gosto •   3

o

João de Sousa Pior que o cartoon é a nota introdutória escrita certamente por algum cretino que não faz ideia do que é querer dar de comer aos filhos e não ter como porque muitos da laia dele estão a ocupar os lugares que deveriam ser das pessoas de bem.

Ontem às 18:27 • Gosto •   10

o

Mafalda Ramos Espera Rodrigo até passares pelo Desemprego e os teu humor muda num instante!

Ontem às 18:28 • Gosto •   9

o

Ana Menta Adiram ao Movimento Sem Emprego (MSE), vamos organizar-nos: desde desempregados a trabalhadores precários (sem emprego), todos os que discordam deste cartoon são bem vindos à luta.

Ontem às 18:29 • Não gosto •   13

o

Mafalda Ramos SHAME ON YOU! és tu e o Cavaco – intocáveis e fracos de espírito!

Ontem às 18:30 • Gosto •   6

o

Lara Raquel Caldeira Ferraz SENTI REPUGNÂNCIA AO VER ESTA IMAGEM… DE CERTEZA QUE ESTE CRONISTA FEZ ALGO QUE OS SEUS PATRÕES LHE ENCOMENDARAM, porque qualquer pessoa no seu lúcido juízo JAMAIS zombaria da sempre degradante … humilhante … depressiva … situação do desemprego. E logo neste momento em que existem mais de 1 milhão de desempregados no país. Não se brinca com estas coisas, já de si amargas demais para ter qualquer sentido de humor.

Ontem às 18:34 • Gosto •   11

o

Ana Fátima Isto é o reflexo da forma como as PESSOAS são tratadas…Trabalhadores, quer estejam no activo quer se encontrem na situação de desemprego. Sim porque as pessoas não são “desempregados”. São Pessoas “em situação de desemprego”. E não é por quererem, que estão nesta situação, ao contrário do que diariamente nos quer transmitir a comunicação social. Há pessoas a quem não faria mal passar por uma situação de desemprego. Talvez o cartoon fosse diferente. Pois…há humor e humor. E este não é, decididamente de bom gosto.

Ontem às 18:34 • Gosto •   9

o

Rita Travassos Numa palavra: nojo. Nem o autor sabe o que é um cartoon, nem a crítica subjacente é passível de ser aplicada à realidade de 14,8% dos portugueses. Há muito muito tempo atrás cheguei a ser leitora assídua do Expresso. Ao longo dos anos notei-lhes tiques demasiado tendenciosos para um jornal que se diz de referência. Partilhei e asseguro que perderam leitores.

Gozar com pessoas que trabalharam e descontaram durante anos é que não. Isso é inadmissível!

Ontem às 18:34 • Gosto •   9

o

Pedro Milhazes isto dava direito ao cartonista provar desse mel

Ontem às 18:37 • Gosto •   9

o

Rui Godinho Sera que cartonista tambem tem direito a susidio de desemprego?infelizmente estou desempregado mas gostava que esse parvalhao tb soubesse o que é para nao fazer comentarios sarcasticos sobre quem nao tem trabalho!

Ontem às 18:41 • Gosto •   8

o

Tiago Silva Absolutamente vergonhoso. E eu até gosto de humor negro. Isto é simplesmente nojento.

Ontem às 18:45 • Gosto •   7

o

Rui Moondust Sem comentários…

Ontem às 18:46 • Gosto •   1

o

Noemia Malva Novais Eu nunca recebi subsidio de desemprego e se ficar sem trabalho, como trabalho a recibos verdes, não tenho direito a qualquer apoio. Ainda assim, partilho da opinião do Daniel e de todos os outros que classificam este cartoon como imbecil. Para não dizer mais!

Ontem às 18:46 • Gosto •   7

o

Isabel Lacerda Mesmo a brincar, a missão de um jornal é informar e não perpetuar preconceitos. Sr. Rodrigo, não lhe desejo o desemprego, pois já passei por ele e não é fácil, sobretudo quando se encontram pessoas com a sua revoltante forma de pensar… 1. Quem recebe o subsídio de desemprego é porque tem direito a ele, pois já trabalhou, descontou impostos e segurança social (ou seja, não é “grátis” e “sem esforço”). 2. Os desempregados tem direito de escolha, não estão reféns do Estado, obrigados a aceitar qualquer trabalho em quaisquer condições. 3. Estar desempregado não é o mesmo que estar de férias e o subsídio de desemprego não é o euromilhões, nem uma renda vitalícia…

Ontem às 18:47 • Gosto •   10

o

Sérgio Dinis Silva Espero que o Expresso lhe faça a vontade e o ponha no olha da rua

Ontem às 18:49 • Gosto •   10

o

Filipe Abms Caldeira Exijo um pedido de desculpas na qualidade de cidadão português que precisa de emprego e não o arranja. Podia fazer cartoons idiotas e imbecis para ganhar a vida, mas isso não me parece trabalho produtivo e ao contrário do Sr. Rodrigo, eu tenho princípios.

Ontem às 18:49 • Gosto •   11

o

Joana Rodrigues estava a tentar escrever uma coisa decente, mas só me sai mesmo: que cartoon de merda e estimo bem é q o sr rodrigo tenha um amargo de boca que o leve a recorrer a algum apoio social para depois saber se é por preguiça que o faz… é que há com cada filho da puta sempre pronto a apontar os dedos aos outros, que até mete dó…

Ontem às 18:51 • Gosto •   10

o

Fabian Figueiredo Espero que depois desta o Expresso tenha a decência de deixar de se intitular como jornal de “referência”, tal é a demagogia e tristeza deste cartoon. Indescritível, para não dizer fascinora!

Ontem às 18:51 • Gosto •   7

o

Bébé Silva vergonha

Ontem às 18:53 • Gosto •   1

o

Myriam Zaluar Já tentei várias vezes deixar umas palavras sobre isto mas não consigo. É simplesmente triste.

Ontem às 18:55 • Gosto •   4

o

Rui Costa E qual é o mel dos parasitas do Expresso?

Ontem às 18:59 • Gosto •   6

o

Manuela Félix O olhar mordaz do Rodrigo há-de mudar de opinião… quando incidir sobre ele o mesmo mel… nessa altura é capaz de lhe parecer mais fel que mel !!!!

Ontem às 19:03 • Gosto •   6

o

Rodrigo Costa A vida está tão difícil, que, se não se fizer uns “bochechos”, a coisa não funciona —mais do que a péssima qualidade da ilustração (?), incomoda-me o nome 🙂

Ontem às 19:04 • Gosto •   1

o

José Pedro Gomes um cartoonista para o outro: deixa ver se eu percebi, eu trabalhei no duro, logo fiz descontos para a segurança social, logo tenho o direito constitucional e laboral ao subsídio de desemprego derivado do meu esforço. É difícil de perceber?

Ontem às 19:05 • Gosto •   11

o

Helena Cordeiro cartoonista com a inteligência no desemprego

Ontem às 19:07 • Gosto •   8

o

Antonio Subtil e não sei quem é mais imbecil, se o cartoonista, que coitado, talvez nem tenha noção do seu elevado grau de anormalidade, se o editor.

Ontem às 19:08 • Gosto •   12

o

José Pedro Gomes É bom afastar as abelhas da colmeia desta maneira. Parabéns EXPRESSO, pela qualidade de humor extra refinada. Menos um leitor, peremptoriamente.

Ontem às 19:09 • Gosto •   11

o

Anónimo Teixeira este cartoon é completamente parvo e insultuoso, e revela o desprezo que quem tem por emprego ser idiota tem pelos que nem trabalho conseguem arranjar.

Ontem às 19:10 • Gosto •   7

o

Zi Punkinha A este senhor falta-lhe com certeza estar desempregado e ver a realidade do país …

Ontem às 19:10 • Gosto •   5

o

Carlos Matos quem é que não gosta de viver com € 400 ou € 500, deve-se ter cá uma qualidade de vida…aposto que muitos dos que apregoam a culltura do trabalho devem ser do género faz como eu te digo e não faças como eu faço

Ontem às 19:13 • Gosto •   6

o

José Pedro Gomes Não gastem energias, deixem de comprar o Expresso simplesmente. Eu, sem margem para dúvida vou fazê-lo.

Ontem às 19:14 • Gosto •   17

o

António Gomes Bravo, Expresso! Menos um jornal ao fim de semana!

Ontem às 19:19 • Gosto •   10

o

Bijuca Melo Sousa Vergonhoso….estes anormais (cartoonista e editor) deviam ir já para o desemprego e terem direito só ao subsidio social de desemprego, que era para ver como é bom ser “parasita”….. imbecis….

Ontem às 19:22 • Gosto •   11

o

João Verde Quem publicou, simplesmente, nunca comeu o pão que o diabo amassou, ou então, a sua cultura era verde e algum burro a comeu, como acontece com muitos estrategas deste país.jjjjjjjjjjjjjj

Ontem às 19:22 • Gosto •   9

o

Manuel-António Silva a conivêcia da direcção do ‘expresso’ com o nojento cartoon do demagogo rodrigo mostra bem o baixo nível projecto jornalistico do grupo de pinto balsemão.

Ontem às 19:23 • Gosto •   9

o

Helder Fernando Expresso, nem para forrar a caixa do gato. Que vão trabalhar, pq isto é parasitar os leitores.

Ontem às 19:26 • Gosto •   8

o

Maria Brites Nunes Vergonha!!! A subserviência imbecil grassa.

Ontem às 19:29 • Gosto •   8

o

Joana Manuel Quando o Expresso despedir o Rodrigo, ele vai para o subsídio ou está a recibos verdes?

Ontem às 19:34 • Não gosto •   14

o

Pedro Canha no minimo era despedir este atrasado!!!

Ontem às 19:36 • Gosto •   6

o

José Pedro Magalhães ‎?

Ontem às 19:37 • Gosto

o

Miguel Louro Que nojo de cartoon! Vocês deviam ser empalados por publicações como esta, cambada de bandalhos!

Ontem às 19:41 • Gosto •   10

o

João Paz Já tinha visto o Expresso descer muito baixo mas nunca o tinha visto descer TÃO BAIXO. É simplesmente… reles

Ontem às 19:44 • Gosto •   19

o

Ricardo Sequeiros Coelho Porque não vai o Rodrigo então para o desemprego, já que é tão fácil viver à custa dos outros? Assim pelo menos deixava de meter nojo. Quanto ao Expresso, demonstra uma vez mais que está ao nível do lixo.

Ontem às 19:45 • Gosto •   16

o

Miguel Marques Rodrigo, não vale a pena stressar com os comentários, um lambe-cus como tu tem sempre o emprego garantido.

Ontem às 19:55 • Gosto •   8

o

Catia Faria palhaço

Ontem às 19:56 • Gosto •   4

o

Júlio Ferreira pois ….??? que dizer???…..osga-se

Ontem às 19:57 • Gosto •   2

o

Michelle Hapetian É feio, mesmo.

Ontem às 19:59 • Não gosto •   5

o

David Afonso Pinho Não é mordaz. É apenas estúpido.

Ontem às 20:00 • Gosto •   5

o

José Pedro Gomes A minha resposta ao Rodrigo no 5dias.net: Também sou cartoonista, infelizmente não exercendo profissão como tal. Dou-lhe um ponto por se ter exposto. Mas tiro-lhe vários por fazer um cartoon de algo que não domina. O cartoonista primeiro estuda um assunto, depois satiriza-o, mas somente depois de ter arcaboiço suficiente para fazê-lo. É condição sine qua non para alguém ter acesso ao subsídio de desemprego, ter trabalhado e descontado para a segurança social anteriormente por um N de anos mais um N de descontos. Constitucionalmente é um direito garantido, logo não existem potenciais desempregados a aproveitar-se do subsídio. Existem pessoas que trabalharam anteriormente que têm TODO o direito ao subsídio. Portanto não é sátira nem tão pouco mordaz. É ignorância de facto e falácia medíocre. Mas como lhe disse no início, merece um ponto por se ter exposto.

Ontem às 20:00 • Gosto •   14

o

José Pedro Gomes E a minha mensagem para o Expresso: Liberdade de imprensa não é? Liberdade de mercado. Menos um leitor.

Ontem às 20:03 • Gosto •   16

o

Sara Da Costa o menino deve ter nascido em berco de ouro, e nunca passou dificuldades na vida…. devia mesmo ser despedido!! para ver o quao amargo o sabor do mel e! o artista de merda!!

Ontem às 20:03 • Gosto •   5

o

Ana Menta E os nossos pais que descontaram anos e anos e anos para o subsídio de desemprego para nós NÃO termos direito a ele? Somos nós os ‘aspirantes a parasitas’ ou foram eles os roubados?

Ontem às 20:06 • Gosto •   7

o

Rosa Dias se isto continuar assim o cartoonista chega ao fim-de-semana sem trabalho!! e bem merece!

Ontem às 20:08 • Gosto •   6

o

Acacio Oliveira esta FDP devia era cair no desemprego para saber o que é bom para a tosse…grande cabrão!!!

Ontem às 20:08 • Gosto •   5

o

João de Sousa Deviam estar todos a DENUNCIAR ESTA FOTO, escolhendo a opção PORQUE ATACA UAM PESSOA OU UM GRUPO, em cima logo por baixo da foto

Ontem às 20:09 • Gosto •   9

o

Afonso Jorge Agonia-me profundamente a estupidez patenteada.

Ontem às 20:10 • Gosto •   8

o

Joao Paulo J Bom…. é uma forma de estar fora do comboio do desemprego… Embora o rapazola deva ter noção… Que ninguem conhece a próxima estação.

Ontem às 20:10 • Gosto •   2

o

Sara Algodres Simões Sugiro que enviem uma nota do vosso desagrado ao director do expresso, por ter deixado publicar esta merda: diretor@nullexpresso.impresa.pt

Ontem às 20:12 • Gosto •   8

o

João de Sousa Vamos virão, põe isso em todos os grupos a que estendes, o Pedido para Dennciar a FOTO por aquela razão, que é a óbvia. vamos?

Ontem às 20:16 • Gosto •   3

o

João de Sousa não é virão é VIRAIS

Ontem às 20:17 • Gosto

o

Antonio Subtil Vamos

Ontem às 20:17 • Gosto •   2

o

João de Sousa Que este par de FDP até me fazem dar erros de ortografia, porra! Tal foi a raiva com que fiquei

Ontem às 20:18 • Gosto •   5

o

Daniel Baptista Se o Rodrigo, Parazzzzzzzzzita no Expresso, ficar sem emprego e não conseguir fazer nada para mudar a sua situação, terá neste “MEL” a sua única forma de se alimentar.

Ontem às 20:18 • Gosto •   9

o

Sara Da Costa olhar mordaz do rodrigo – nao !! Olhar merdaz mesmo!

Ontem às 20:19 • Gosto •   11

o

João Curvêlo O Expresso devia ter critérios de publicação. Que vergonha.

Ontem às 20:22 • Gosto •   10

o

Rosinda Beltrão É vergonhoso este cartoon! Nojento mesmo!

Ontem às 20:23 • Gosto •   7

o

Luis Afonso Estou chocado com a forma achincalhante como o cartoonista tratou muita gente que de uma forma injusta e imoral caiu no desemprego, se bem que a alguns-uma ínfima minoria- serve a carapuça.

Vivemos em liberdade e o dito cartoonista tem todo o direito de brincar com quem muito bem lhe aprouver, no entanto as pessoas podem sentir-se ofendidas.

Ficaria muito melhor ao dito cartoonista, fazer um cartoon onde as figuras fossem outras, bem mais gravosas para o país que os ditos desempregados:

 

1- Colocar o secretário de estados dos transportes, qual Jesus Cristo a multiplicar as verbas a atribuir à Lusoponte, com uns “gordos” gestores à cata do dinheiro a saltar do regaço do Sec.estado travestido de JC;

 

2- Colocar um pote de mel com o nome de EDP, uma abelha (Henrique Gomes, ex-secretário de estado da Energia) a fugir de um enxame “enraivecido” encabeçado por Mexia, PP Coelho, Catroga, e afins;

 

3- Colocar um moribundo cadavérico com o nome de Portugal a receber sangue (dinheiro) enviado pela Troika, e ao mesmo tempo um bando de vampiros (políticos, gestores públicos, etc) a sugarem-lhe esse mesmo sangue.

 

Tinha mais uns quantos exemplos, mas o Expresso não me paga para dar ideias sobre temas que motivariam cartoons mais reais do verdadeiro estado do nosso país.

Ontem às 20:25 • Gosto •   11

o

Basili Piatáki gostaria de perceber onde está o “gratuitamente” e o “sem esforço” quando só se tem acesso ao subsídio de desemprego porque se descontou…

Ontem às 20:28 • Gosto •   9

o

Elisa Ribeiro Dos Santos O cartoonista faz “pendant” com o jornal onde publica. Logo, nada de novo.

Ontem às 20:30 • Gosto •   1

o

Ruben Piegas Nunes ridículo.

Ontem às 20:30 • Gosto •   4

o

Fernando Silva Será que os donos dos comentários acima sabem o que é COOPERATIVISMO?

 

Não devem saber, que se 2 portugueses quiserem trabalhar podem iniciar a sua cooperativa. Sem “macacos”, patrões ou gestores de treta.

 

Trabalho justo, criado por pessoas justas. Trabalho não falta! O que falta é vontade de cooperar.

 

Que tal começarem os portugueses a unir-se em cooperativas em vez de se unirem em sindicatos e acções de manifestação?

 

Será que só gostam de se manifestar, querem a papinha na boca em vez de meterem mãos à obra?!

 

Repito: COOPERATIVISMO!

Ontem às 20:37 • Gosto

o

Ana Anjos é por estas e por outras que já deixei de comprar esta voz do dono.

Ontem às 20:37 • Gosto •   4

o

Ana Isabel Ferreira O pseudo-cartoonista Rodrigo tenta defender o indefensável e não gostou das reacções ao seu “trabalho”… Pergunta ele “porque é que um desempregado que o seja por não conseguir encontrar trabalho apesar de o procurar activamente se sinta ofendido com a imagem da abelha”…

Ora, deixa lá que te explique, oh Rodrigo… Eu sinto-me ofendida, sim! Porque mediste todo um grupo de pessoas pela mesma bitola, incluindo aqueles que (infelizmente) nem direito a subsídio de desemprego têm. É que, estás a ver, já bem me basta ter de me apresentar quinzenalmente na Junta de Freguesia, como se fosse uma cadastrada qualquer. Eu, e todos aqueles na mesma situação, não precisam de “iluminados” como tu que acham que têm piada e que fazem uns bonecos cheios de humor “mordaz” (citando os senhores que te dão emprego). Portanto, Rodrigo, sinto-me ofendida. Porque não tiveste um pingo de respeito por nós. Porque foste um imbecil. Porque nem sequer tens a humildade para reconhecer que o teu boneco foi infeliz. Mas tu é que sabes da tua vida. Se queres ter a razão toda, se achas que nós é que percebemos mal a coisa, leva lá a bicicleta. Mas uma coisa te garanto eu: não volto a comprar o Expresso, e assim deixo de contribuir para o teu ordenado. E como eu, outros farão o mesmo e se formos muitos, talvez ainda nos cruzemos, eu e tu, numa das apresentações quinzenais lá na Junta.

Ontem às 20:41 • Gosto •   13

o

Andreia Gomes Ferreira Seria uma pena que o cartoonista Rodrigo e editores ficassem no desemprego, não seria?

Ontem às 20:41 • Gosto •   5

o

Fernando Sarmento Este idiota – cartoonista – deve considerar-se acima de qualquer um de nós. Desemprego? Nah, isso é só para os outros! Inteligência? Só com ele! Desenho. desenhinho??? – Já vi melhor, muito melhor! Lacaio servilista do poder?! Há tantos por aqui neste mundo da pretensa informação. Desempregados a “sugar” do seu mel? – Lamentável este cartoon. De todo nojento!

Ontem às 20:42 • Gosto •   6

o

Ruben Piegas Nunes já pediam era desculpas publicas aos quase 15% de portugueses que andam a passar mal, isto sem contar com os não registados nas estatísticas…

Ontem às 20:53 • Gosto •   5

o

Francisco Alves Silva Ramos Estes gajos nasceram com o “cu virado prá lua” não sabem nada da vida……

Ontem às 20:56 • Gosto •   6

o

Hugo Queirós esta bonito sim senhor!!! continua! o que n falta prai é trabalho.. emprego é que n ha!!! quem quer trabalhar arranja!!!! bom cartoon!! sem medo de opinar!!!

Ontem às 20:56 • Gosto

o

Nuno Miguel Tomé Deviam era ter vergonha na publicação deste cartoon!! Pode ser que um dia tenham que provar tambem desse mel!!…As pessoas estão a ficar todas sem trabalho e não existe trabalho em lado nenhum e ainda gozam com a porcaria do subsidio de desemprego que é tão curto no tempo, meus senhores tenham vergonha existe imensas familias a ficarem sem fonte de rendimento todos os dias!!

Ontem às 21:00 • Gosto •   6

o

Alexandre Pereira quem quer trabalhar arranja…?? hahahahah vives onde…???

Ontem às 21:01 • Gosto •   4

o

Alexandre Pereira ha quem diga que quem quer arranja… 😀 ou seja, sou “levado” a concluir que parece que 15% nao querem…

Ontem às 21:04 • Gosto

o

Maria Da Paz Carvalho Quem quiser trabalhar que vá para Santa Comba Dão. Parece que criaram lá uma marca ‘Salazar’, vinho… sempre pode dar de comer a um milhão de portugueses. Aceitam cartonistas e directores de jornais.

Ontem às 21:16 • Gosto •   6

o

Maria Gusmao Vergonhoso… sem palavras!

Ontem às 21:20 • Gosto •   4

o

Hugo Vasques Lopes A este Cartoon eu digo Não…

Ontem às 21:22 • Gosto •   4

o

Ines Cardoso Caro Rodrigo (seja lá o que isso for), não basta ter neurónios… as sinapses são fundamentais.

Ontem às 21:28 • Gosto •   11

o

Miguel Mimoso Correia À boa maneira do facebook: NÃO GOSTO. Shame on you, Rodrigo.

Ontem às 21:33 • Gosto •   4

o

Jose M Ramos Macedo Vou passar a usar o Expresso apenas para limpar o cu!!!!

Ontem às 21:37 • Gosto •   8

o

José Manuel Varela Nojento…

Ontem às 21:44 • Gosto •   4

o

José Manuel Silva O que podemos esperar mais deste “tipo” de jornalismo?

Ontem às 21:44 • Gosto •   5

o

Sandra Paiva Absolutamente miserável. Do dandy que o fez, não esperava outra coisa – como se sabe, a qualificação e honestidade intelectuais não se ganham por herança nem se adquirem no bolor da sede partidária.

Ontem às 21:45 • Gosto •   8

o

Jose M Ramos Macedo Com este cartoon o Expresso devia de ir já à falência para que este Rodrigo monte de merda ficasse também desempregado!

Ontem às 21:47 • Gosto •   7

o

Sandra Paiva Que este jornal a tenha publicado, também não me surpreende – é costume ver lixo, ideologia e propaganda serem confundidos com informação.

Ontem às 21:48 • Gosto •   7

o

Liliana Barroso de Sousa Tenham vergonha, muita vergonha!

Ontem às 21:49 • Gosto •   11

o

José Balça Populismo do mais básico! Simplesmente vergonhoso!

Ontem às 21:50 • Gosto •   10

o

Pedro Diniz Sousa Pode parecer estranho um ato de propaganda ideológica como este aparecer como cartoon de um jornal como o Expresso. Mas em tempo de guerra não se limpam armas. Um espectro mais e mais alargado de jornalistas adere ao liberalismo radical, ou pelo menos exibe essa adesão àqueles que lhes pagam.

Ontem às 21:52 • Gosto •   6

o

Júlia Oliveira O rapaz é ignorante! Se calhar pensa que o subsídio de desemprego é uma esmola dada por caridade! Olhe estude História! E veja se arranja consciência social, espírito de solidariedade e outra coisas que fazem bem à alma!

Ontem às 21:52 • Gosto •   12

o

Rui Duarte NAO COMPREM O JORNAL. BOICOTE !

Ontem às 21:55 • Gosto •   9

o

Mónica Santos Este Rodrigo só pode ser um monte de m… e trabalha no jornal certo – talvez por cunha, porque, evidentemente, quem faz um cartoon destes desconhece o prazer, a honradez, o bem-estar de trabalhar. Não comprar, não ler, não clicar é que merece uma publicação destas: um desprezo proporcional ao preconceito que alimentam, em vão. A maioria, a esmagadora maioria dos portugueses sabe que isto não é verdade. Tenham vergonha!

Ontem às 21:56 • Gosto •   7

o

Dominous Sunrise por isso é q nao compro jornais…

Ontem às 21:58 • Gosto •   2

o

Beatriz Medina Não faltam ofendidos! Eu trabalho duro!

Ontem às 22:00 • Gosto •   1

o

Pedro Machado Santa Propaganda. Da mais reles. Não sabia que o profissionalismo do Expresso tinha descido a este nível, ao nível de jornais tipo “Crime”, ou o “Diabo”.

Ontem às 22:06 • Gosto •   9

o

Ana Marta Carmona Almeida nem sei qual o adjectivo a usar???……as pessoas descontam quando trabalham para receberem o subsidio de desemprego….nao é gratuito!!!!nem as pessoas sao abelhas vs. as pessoas normais!!! filhos da puta…(será sempre a escolha mais evidente em caso de dúvida)

Ontem às 22:07 • Gosto •   6

o

Francisco Colaço Parvalhão……..

Ontem às 22:14 • Gosto •   5

o

José Barata O Hugo Queiroz farta-se de trabalhar. Acedam à sua página de facebook e conprovem a sua capacidade de trabalho.

Ontem às 22:19 • Gosto •   4

o

Adelino Abrunhosa Como disse a Sara da Costa, o Rodrigo cartoonista tem é mesmo um OLHAR MERDAZ……………………….

Ontem às 22:20 • Gosto •   6

o

João M. Gönçalves O Rodrigo podia ser burro e ter alguma piada. Infelizmente é apenas burro. Espero que trabalhe a recibos verdes.

Ontem às 22:31 • Gosto •   7

o

Júlio Baptista Quando ele estiver nessa situação que se assoe ao que publicou, para não dizer outra coisa. PARASITA!!

Ontem às 22:32 • Gosto •   5

o

Jorge Branco Como desempregado devia sentir-me profundamente indignado mas já estou a habituado a esta gente reles e sem valor nenhum!

Ontem às 22:32 • Gosto •   4

o

João M. Gönçalves E que se lhe acabem as encomendas de trabalho.

Ontem às 22:32 • Gosto •   3

o

João M. Gönçalves Depois que peça o subsídio de desempr… Ah, espera.

Ontem às 22:32 • Gosto •   3

o

MrDaffy Duck Expresso acabou de conseguir o efeito streisand…good luck….

Ontem às 22:32 • Gosto •   4

o

Pedro Manuel Sousa Ribeiro Oh Balsemão o que fazes tu na lista dos Bildenberg com o Aguiar Branco ? – Pega em ti e no Proença de Carvalho e vai dar música a outros…não me dês mais pontos de comentário que já não te leio nem vejo a tua tv Right Wing….PALHAÇOS

Ontem às 22:33 • Gosto •   4

o

Filomena Carocinho Monte de esterco!!

Ontem às 22:36 • Gosto •   3

o

Joao Pimenta Chamar burro UM IMBECIL, é chamar nomes ao animal que não tem culpa nenhuma, devias de ir é para a fila do desemprego às 6 da matina para tirares a senha para ser atendido…

Ontem às 22:37 • Gosto •   3

o

MrDaffy Duck O expresso…nem se expressa?

Ontem às 22:43 • Gosto •   1

o

Lily Nobrega Guilherme um nojo! esse “Rodriguinho” cartonista anda mesmo a assegurar o lugarzinho! está bem ensinadinho pelo patrão. Já há muito que deixei de ler essa “chungaria” de jornal com pretensões!

Ontem às 22:51 • Gosto •   4

o

Mário Alves Parasita não será o dono expresso?

Ontem às 22:52 • Gosto •   3

o

Catarina Cardoso que lástima

Ontem às 22:52 • Gosto •   2

o

Pedro Mestre mordaz? o argumento mais pobre e batido daquele nicho da direita mentecapta?

 

Cartoonista?? Quando muito, um reles ilustrador.

Ontem às 23:01 • Gosto •   4

o

Ana Sara Cruz Cartoonista? Rabiscador da treta… Ó Rodrigo, uma pessoa para ganhar o seu salário não precisa de lamber o cú ao director do jornal. Há que ter um pouco de dignidade e saber ser homem. Que nojo, sempre tive nojo de lacaios e cada vez tenho mais…

Ontem às 23:07 • Gosto •   9

o

Jorge Manuel Silva Carvalho Rodrigo, dava-te com agrado uma valente ferroada!…

Ontem às 23:08 • Gosto •   1

o

André Duarte Rodrigo, com este cartoon mostras que és um sacana, um merdoso, um chulo sem escrúpulos de qualquer espécie! Mostras que és um canalha vulgar porque não tiveste um mínimo de respeito pelos milhares de pessoas, repito, pessoas que não têm nem trabalho nem rendimentos para se sentirem úteis e viver uma vida com um mínimo de dignidade. Desejo-te os maiores sucessos como canalha que és ;))

Ontem às 23:08 • Gosto •   5

o

António Trigueiro O Rodrigo. o editor e a direcção do Expresso já deviam ter pedido desculpa por esta ofensa aos desempregados…Se o não fizerem é a prova de que não passam de uns provocadores, a merecer uns carolos na tola… (No mínimo..)

Ontem às 23:09 • Gosto •   4

o

Pedro Sousa Gostava de saber qual é o “parasita” que recebe subsídio de desemprego sem antes ter trabalhado? Este cartoon é vergonhoso!

Ontem às 23:11 • Gosto •   4

o

Bruno Coimbra jornal de merda. cartoonista de merda. resumindo É TUDO MERDA!

Ontem às 23:12 • Gosto •   5

o

Jorge Falcato Nojento o cartoon, quem o fez e quem o publicou.

Ontem às 23:14 • Gosto •   5

o

Artur Delfim Jornalismo reles, nojento e degradante. Acredita, que se te visse na rua ó imbecil, cuspia-te na cara que é o que voçês “jornalistas” de merda e vendidos merecem.

Ontem às 23:15 • Gosto •   3

o

Miguel Serzedello Devia ter vergonha, a partir de hoje tomarei cuidado quando comprar algum jornal o revista, se esse sr for colaborador não comprarei de certeza.

Ontem às 23:17 • Gosto •   4

o

Inês Merle De muito mau gosto, Expresso, principalmente na altura que o país atravessa. Fazer passar por malandras as pessoas que neste momento de desemprego vivem com dignidade mínima do dinheiro da segurança social para o qual descontaram, é de muito mau tom e falta de tacto, com “C”.

Ontem às 23:20 • Gosto •   4

o

Mário Machaqueiro É por estas e por outras que deixei, há muito tempo, de comprar o “Expresso”…

Ontem às 23:23 • Gosto •   2

o

Mário Alves Vergonhoso!!!! Lacaio do patrão!

Ontem às 23:25 • Gosto •   2

o

Paulo Nogueira isso no reino Unido é a coisa mais cumum do mundo, entao mulheres com filhos vive tudo ás custas do estádo e o resto trabalha para eles

há 23 horas • Gosto

o

Flávio Nóbrega só desempregados aqui a comentar!

há 23 horas • Gosto

o

Troglo Dita Deixa ver se percebi: é assim tão difícil a escolha, Rodrigo Merdaz!?

há 23 horas • Gosto •   2

o

Maria Teixeira Lamentável! Brincar com que não tem emprega e o procura desesperadamente!

há 23 horas • Gosto •   4

o

Paulo Pinto há dezenas de empresas a fechar e milhares, centenas de milhar de trabalhadores, à espera de uma oportunidade de regressar ao mercado de trabalho, a ficarem sem as casas, sem os carros e os bancos a banquetearem-se vá chamar amigo ao caralho ! que merda de jornal é este que li anos a fio?

há 23 horas • Gosto •   5

o

Ricardo Andrade Loool. Tantos comentário. A verdade é que realmente há muitos parasitas do desemprego. E esses dificultam todo o sistema social que foi feito para apoiar quem luta muito duro e que não consegue arranjar emprego. Infelizmente há cada vez mais pessoas assim, a lutar e a não conseguir. Mas não foi uma nem duas vezes que ouvi esta de não fazer nada e receber ou pior de receber o ordenado por fora e ir buscar o subsidio.

há 23 horas • Gosto

o

Xavier Cardoso Deves pensar que quem está no desemprego está por gosto.

Em vez de gozar com os desempregados, vai mas é gozar com os palhaços que estão no governo e que deixaram o país na miséria.

há 23 horas • Gosto •   3

o

Bruno De Amorim Pacheco Com tantos desempregados sérios e competentes no país como é possível que um jornal seja gerido por gente tão pouco sensível aos problemas dos seus leitores dos portugueses.

há 23 horas • Gosto •   1

o

Patricia Barbosa e que tal o cartoonista ir provar o mel? era merecido! Vergonhoso!

há 23 horas • Gosto •   1

o

Xavier Cardoso E quem colocou como descrição da imagem “Os parasitas do “Dzzzzzzemprego” no olhar sempre mordaz do nosso cartoonista Rodrigo.” deveria ter vergonha na cara. Quando esse cartoonista e a pessoa que escreveu isso estiver a viver na rua por ter ficado desempregado e não ter conseguido trabalho para pagar as contas… aí quem vai gozar com eles sou eu.

há 23 horas • Gosto •   4

o

Manuela Galhofo nada de estranhar num pasquim como o expresso. Os bois e vacas que o lêem (embora nem sempre o comprem) não ficam desempregados, ou têm papás com amigos ou são amigados com os amigos dos papás.

há 23 horas • Gosto •   2

o

Ronald Tobias de Moraes unlike now!!!

há 23 horas • Gosto •   1

o

Antonio Oliveira E Silva QUERIDO EXPRESSO: FAÇO PARTE DO ÍNFIMO NÚMERO DE PORTUGUESES QUE, POR ENQUANTO, AINDA N SE PODE QUEIXAR E VIVE DE FORMA DIGNA. TÃO DIGNA QUE IA, ESTA SEMANA, DEPOIS DE TER COMPRADO UM ARTIGO DE TECNOLOGIA, ASSINAR A VOSSA VERSÃO ONLINE. MUDEI DE IDEIAS. BOA SORTE. VÃO PRECISAR.

há 23 horas • Gosto •   8

o

Guilherme Freitas E que tal boicotar a compra do Expresso versão on-line e papel nas próximas semanas… Talvez se os … que aprovaram e o … que desenhou possam sentir o que é ser abelha sem colmeia. Esta vai ser a minha forma de protesto!

há 23 horas • Gosto •   8

o

Paulo Nobre Que cartoon mais reles.

há 23 horas • Gosto •   3

o

Antonio Sampaio Quem vota para o Rodrigo ir provar do mel?

há 23 horas • Gosto •   6

o

Diogo Oliveira ‎”É mordaz enquanto tem trabalho” Hélio Videira.

há 23 horas • Gosto •   5

o

Antonio Oliveira E Silva Antonio Sampaio: 20/20

há 23 horas • Gosto •   1

o

Carlos Santos Num país como o nosso é ofensivo para os DESEMPREGADOS! Serão 1 milhão de parasitas?!… Ou pelo que alguns fazem podemos generalizar? É pena o “Expresso” entrar por aqui! É demasiada baixeza para para um semanário que se diz independente admitir um cartoonista que pensa assim… (Esperemos que rapidamente sinta o desemprego no pêlo!)

há 23 horas • Gosto •   4

o

Antonio Sampaio Podia-se fazer um flash mob. Montes de gente em fatos de abelhas a levar mel ao rodrigo à porta do Expresso.

há 23 horas • Gosto •   6

o

Antonio Oliveira E Silva e depois organiza-se isso?

há 23 horas • Gosto •   1

o

Rui Manuel Lopes Cruz Isto é repugnante. Só um pau mandado do capital, um copinho de leite, de familias de caiscais é que pode fazer uma látima como estes cartoon. è um desrespeito e um enxovalho para quem não tem emprego. è um rodriguinho de mau gosto.

há 23 horas • Gosto •   7

o

Isabel P Santos Deixei de comprar o Expresso. E este sr que experimente as duas versões… boa noite, lá me estáa vir a alma nortenha!

há 23 horas • Gosto •   4

o

Fernando Alves Um cartoon de classe…. muito bem!

há 23 horas • Gosto •   1

o

Pedro Godinho Procurem “Rodrigo Cartoon” e facilmente acham a página pessoal do artista no qual podem deixar a vossa opinião, ao invés daqui, onde provavelmente não a irá ler.

há 23 horas • Gosto •   1

o

Ana Filipa Lopes https://www.facebook.com/events/241646325927197/

 

Coluna de Desempregados na Manifestação da Greve Geral

Quinta-feira, 22 de Março às 15:00 em Praça do Rossio

há 23 horas • Gosto

o

Joao Prata ó bacano quando tiveres de ir buscar o mel porque a merda que desenhas nem para limpar o cu serve lembra te deste dia

há 23 horas • Gosto •   5

o

João Cardoso quem é o cartoonista Rodrigo?

há 22 horas • Gosto •   1

o

Ana Marta Carmona Almeida o condenável nao é apenas o cartoon, mas o comentário do próprio Expresso ‘parasitas dzzzempregados’ é do mais baixo nível: jornalistico porque expressa uma opiniao pessoal (de todo neutra, em abstracto quanto mais na situaçao politica em que vivemos) e de resto duma vilania assim prós lados do paulo ragel ou do miguel relvas…nojo tao grande que nem sei mais que diga sobre este assunto…

há 22 horas • Gosto •   11

o

Jose Antonio Batarda Fernandes k kagada!

há 22 horas • Gosto •   1

o

Sara Boavida rodrigo, isto não é ser mordaz. isto é ser rasca, reles, chunga, medíocre. vai ver se te fazes gente. assim não vais longe.

há 22 horas • Gosto •   1

o

Xugas Paixao este cartoonista deve de ter papás ricos de certeza, porque senão não falava assim. Se ele fosse pobre certamente olhava a vida de outra forma.

há 22 horas • Gosto •   5

o

Antonio Pinto Caldeira Esta canalha fala de cima da burra porque o dinheiro ainda lhe chocalha nos bolsos mas um dia quando quiserem comprar um pacote de leite e umas carcaças para alimentar os filhos e não tiver, aí sim vou querer ver o seu sentido de humor quando um outro fdp qualquer gozar com a sua situação…!

há 22 horas • Gosto •   8

o

Patricia Kok Marinho Deve ser de familias com contactos, como se diz.. no “mundo real” queria ver como te safavas ó Rodrigo. Uma coisa é certa NUNCA MAIS COMPRO O EXPRESSO!

há 22 horas • Gosto •   4

o

Rui Miguel espancava este gaijo brutalmente à frente da família dele… vendido de merda. espero que fiques sem a mão com que fazes os traços cornudo!!!!

há 22 horas • Gosto •   3

o

Sérgio Lavos A ignorância nunca deixa de espantar. Então os “parasitas” que bebem do mel do subsídio não andaram a descontar para a Segurança Social para terem direito ao subsídio? Dois anos seguidos, no mínimo, é o necessário para ter direito. E infelizmente muitos dos que neste momento estão no desemprego descontam há décadas, já descontaram muito mais do que aquilo que agora estão a receber. Se tivesse pensado duas vezes no que estava a fazer, não teria feito este cartoon completamente idiota e reaccionário. Tenha vergonha e respeito por quem está a passar por dificuldades, muitos que nunca julgarem que iriam chegar ao ponto a que chegaram.

há 22 horas • Gosto •   8

o

Sérgio Lavos E o mais triste é que o Rodrigo é de certeza precário, a trabalhar sem vínculo contratual, e que se algum dia ficar sem esta avença do Expresso não irá ter direito a subsídio, mesmo que agora esteja a descontar para a Segurança Social. Enfim…

há 22 horas • Gosto •   7

o

Nuno Atalaia Rodrigueshttps://www.facebook.com/rodrigocartoon

E a página e facebook do senhor, creio que o melhor é trazer a mensagem à pessoa apesar de que creio que o expresso deveria ver exactamente o tipo de reacção que está a ter nos seus leitores.

há 22 horas • Gosto •   5

o

António Domingues puro lixo

há 22 horas • Gosto •   2

o

Rita Peixeiro EXIGIMOS AO EXPRESSO UM PEDIDO DE DESCULPAS, JÁ!

há 22 horas • Gosto •   3

o

Pedro Feijó pronto, é desta que eu não volto a comprar o expresso.

há 22 horas • Gosto •   2

o

Marco Marques Vergonhoso…..

há 22 horas • Gosto •   1

o

Jorge Miguel quem fez isto é um imbecil.. nunca mais compro esse pedaço de esterco..

há 21 horas • Gosto •   3

o

NuNo DeDa Piegas Mau gosto.

há 21 horas • Gosto •   2

o

NuNo DeDa Piegas De mau gosto e insultuoso.

há 21 horas • Gosto •   2

o

Carla Carniça Esquecem-se que quem trabalhou descontou e que o subsídio de desemprego é um direito adquirido não é o dinheiro dos outros… ignorantes…

há 21 horas • Gosto •   4

o

Carla Carniça E a maior parte trabalou duro e bem duro… para receber uma ninharia…

há 21 horas • Gosto •   2

o

Carla Carniça ‎*trabalhou…

há 21 horas • Gosto •   1

o

Nuno F. M. Teixeira-Lopes‎…enlouqueceram?… …e a ética?… …e a humanidade?… …e a vergonha?… …a seguir, vestem o uniforme negro e põe uma faixa vermelha/branca e negra no braço e gritam vivas à morte??!!…

há 21 horas • Gosto •   2

o

Rita Peixeiro Com mais de um milhão de desempregados, o subsídio a diminuir de valor e de duração e a esmagadora maioria das pessoas sem trabalho sem sequer terem direito ao mesmo, nomeadamente por terem sido precárias ou falsas recibos verdes, a generalização torna-se injustificável.

há 21 horas • Gosto •   4

o

Luís Reis VERGONHA!

há 21 horas • Gosto •   4

o

MrDaffy Duck Rodrigo de Matos disse…”Daniel, é verdade que quem recebe o subsídio, recebe-o por ter descontado antes, e como tal, merece-o. Mas é também um facto que muitas vezes o subsídio supera os salários oferecidos por algumas empresas. Eu se porque já passei por isso. Já estive desempregado e recebi o subsídio de desemprego. Aceitei depois uma proposta de trabalho em que fiquei a receber, a recibo verde, menos do que me dava o subsídio. Fiquei em paz com a minha consciência. Mas devo confessar que tive um momento de hesitação…”

há 21 horas • Gosto •   2

o

MrDaffy Duck alguem disse ao Rodrigo…”talvez o facto de viver em Macau lhe possa servir de desculpa, por desconhecimento do que se passa no país, mas se for esse o caso, não custa nada da próxima informar-se.”

há 21 horas • Gosto •   3

o

Paulo Oliveira mau, muito mau. Errado + nojento.

há 21 horas • Gosto •   1

o

MrDaffy Duck E o Expresso…não se expressa……

há 21 horas • Gosto •   3

o

Pedro Godinho Carreguem na roda dentada no topo. Escolher “report this photo”, escolher “attacks an individual or group”. Submeter denúncia.

há 20 horas • Gosto •   4

o

Pedro Sousa E já se censuram comentários por aqui e tudo! Isto está bonito…

há 20 horas • Gosto •   3

o

Carlos Daniel Abrunheiro cartunista de merda

há 20 horas • Gosto •   2

o

Vasco Dias estar desempregado é uma chaga social e causa doenças psíquicas. O desempregado quer trabalhar, com direitos!! quem fez este cartoon deve viver no País da Alice, pois o subsidio de desemprego já é tão pouco que dá para ir se arrastando nas contas cada vez mais altas. O meu passe em 6 meses aumentou 40% não esquecendo o aumento da electricidade, gás, água mais o congelamento de salário, retirada de subsidio de natal etc.

há 20 horas • Gosto •   3

o

Vasco Dias por isso digo para o cartoonista fazer um cartoon dos parasitas que vivem à custa dos trabalhadores, esse é que é real!!

há 20 horas • Gosto •   2

o

Pedro Godinho Depois de descobrir este “cartoon” da mesma criatura, até admira que haja quem lhe dê emprego.

 

“Cartoonista”, porque so o é entre aspas. Não é digno do título.

 

Faz umas ilustrações que se limitam a ser controversas e de mau gosto.

 

O Expresso encomendou isto ou houve liberdade artística para esta alarvidade?

 

http://expresso.sapo.pt/tsunamiversario=f711024

há 20 horas • Gosto •   2

o

Jose Santos ExpectUs Alguem devia ter informado esse imbecil que as pessoas descontam do salario para terem algum rendimento em caso de desemprego.

há 20 horas • Gosto •   5

o

Sadiq Habib Nojento.

há 20 horas • Gosto •   3

o

Carla Duarte Atrasado mental! Mas não te preocupes rapaz pseudo-cartonista… podes já começar a fazer um cartoon de “A VIDA É REDONDA” o que quer dizer que quando der a volta… eu não queria estar nos teus “sapatos” – o Expresso desceu na minha consideração – FDP!! Eu não recebo subsidio porque apesar de ter trabalhado ma vida inteira, faltou-me um mês para ter direito, por nao ter sido um contrato seguido. Mas os meus compatriotas que recebem a merdiçe de subsidio – estão no meu coração!

há 19 horas • Gosto •   5

o

Miguel Serzedello só a titulo de curiosidade o facebook do sr é https://www.facebook.com/rodrigocartoon

 

Rodrigo de Matos

há 19 horas • Gosto •   2

o

Pedro Santos Gomes Ignóbil, vil, abjecto… como é possível o Expresso publicar uma coisa destas????????? Agora sim, estamos a bater no fundo do poço! Inacreditável!!

há 19 horas • Gosto •   1

o

Pedro Santos Gomes Como alguém sugeriu: façam report desta imagem! Qualquer destas opções assenta na perfeição: “Attacks individual or group” ou

“Hate speech or symbol”

há 18 horas • Gosto •   4

o

Nelson Rosa cartoon além de mau, cruel e falso. O expresso passou a cafá de saco de muita má qualidade.

há 16 horas • Gosto •   5

o

António Domingues outrora os cartoonistas satirizavam “o poder”…os poderosos. agora este imbecil goza (humilha) os mais fragilizados.

sinais dos tempos.

há 15 horas • Gosto •   7

o

Luis Oliveira Rodrigo e Expresso: Não tiveram graça!

há 14 horas • Gosto

o

Nuno Martins Muito obrigado Nuno Atalaia Rodrigues! Eu já enviei uma mensagem a este gajo! Concordo contigo! Agora vou virar-me para o Expresso! hehehehe Tamos Juntos!!!

há 14 horas • Gosto

o

Ricardo Madeira Isto é mau demais. O Expresso pactua realmente com esta porcaria? Muito mau.

há 14 horas • Gosto •   2

o

Nuno Fontes Tens razão, a malta só não trabalha porque não quer!!!Arranja aí um trabalhinho ó Rodrigo….

há 14 horas • Gosto •   3

o

Renato Teixeira Desempregados em luta pelo emprego – participa e responde ao rodrigo, à patronal, ao governo e à troika, também na ruahttps://www.facebook.com/groups/movimentosememprego/:

 

Movimento Sem Emprego (MSE)

Somos um grupo de trabalhadores que alterna a sua condição entre o desemprego, o…Ver mais

há 14 horas • Gosto •   3 •

o

Alcatifa Petróleo Que cambada de atrasados mentais!

há 14 horas • Gosto •   1

o

Rui Gonçalves Primeiro foi a scooter para “furar as greves” agora este desenho? Tenham vergonha. Quanto ao cartoonista: por quanto é que vendeste a tua espinha dorsal?

há 14 horas • Gosto •   6

o

Ines Fonseca Mas quem é que se lembra de uma coisa destas. é ofensivo, é nojento, é não saber o que é estar desempregado… &%$#()=&%$#

há 14 horas • Gosto •   3

o

Alex Lynx Em vez de atacar os politicos que deixam este pais na miséria que vemos, e saiem impunes, ataca o seu próprio povo.. bom, dá para ter a noção do quanto os media estão politizados em portugal, quem terá arranjado o tacho a este menino ?

há 13 horas • Gosto •   3

o

Ricardo M Santos O Expresso ainda não pediu desculpa por estaq vergonha?

há 13 horas • Gosto •   3

o

João Carlos contador de tempo que demora o Expresso a pedir desculpas:

20 horas

há 13 horas • Gosto •   2

o

João Carlos tenham vergonha!!!

há 13 horas • Gosto •   1

o

Corporativa Dos Gajos Mais uma boa razão para não ler o Expresso. É só melda esse jornal.

há 13 horas • Gosto •   4

o

Tiago Silva http://www.facebook.com/myeditorialcartoons e que dizermos aqui o que pensamos?

 

Rodrigo Cartoon

Editorial cartoonist for Expresso (Portugal) and Ponto Final (Macau)

Página: 3.863 gostam disto

há 13 horas • Gosto

o

Miguel Ribeiro Este tipo de piada não podia ter calhado em altura pior. Este senhor cartoonista certamente não vive em Portugal, nem faz ideia do que por cá se tem passado. Além de ser imbecil (e teria sido imbecil há cinco ou seis anos também) agora é extraordinariamente ofensivo. O Expresso naturalmente não tem critérios.

há 13 horas • Gosto •   4

o

Corporativa Dos Gajos Isto deve ser arte daquela para entender ao contrário… É como eu a aplaudir o autor…

há 13 horas • Gosto

o

Tiago Almeida Os trabalhadores descontam para ter subsídio de desemprego… só para lembrar.

há 12 horas • Gosto •   5

o

Renato Teixeira http://www.dinheirovivo.pt/Economia/Artigo/CIECO036130.html?utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook

 

303 mil desempregados já não recebem subsídio

www.dinheirovivo.pt

Pessoas sem emprego mantém-se durante períodos mais longos fora do mercado de trabalho e esgotam os tempos máximos das prestações sociais

há 11 horas • Gosto •   3 •

o

Josina Almeida Ainda por cima o desenho é mt mau. Vê-se bem que nao “trabalhou no duro” para o fazer

há 11 horas • Gosto •   2

o

Rui Gonçalves Deixa-me adivinhar o cartoon para sábado: uma formiguinha atarefada a tentar chegar ao trabalho e uma cigarra com um colete da CGTP num piquete de greve a beber cervejas?

há 11 horas • Gosto •   2

o

Maria Augusta É caso para perguntar quem paga para editar estas barbaridades. Algum político concerteza.

há 11 horas • Gosto

o

Miguel Abrantes é de muitíssimo mau gosto!Para além do subsidio de desemprego ser um direito para o qual descontamos, esqueceram-se que os verdadeiros parasitas chamam-se Catrogas e companhia.

há 11 horas • Gosto •   3

o

 

Miguel Abrantes E que tal começarem a fazer jornalismo a sério? Falta-vos coragem?

há 11 horas • Gosto

o

Claudia Veloso pessoal…bora denunciar a foto….ja que o expresso nem teve a decência de a retirar…..e tb tirei o like da pagina….como eu ja fiz….existem jornais com muito mais seriedade….

há 11 horas • Gosto

o

Paulo Raposo

Vergonhoso, desprezível, inqualificável, num país com mais de 14% de desempregados e em crescendo, com indices de precariedade inaceitaveis, com trabalhadores contratados sem direitos, o Expresso presta através deste cartoonista que espero …Ver mais

há 11 horas • Gosto •   3

o

João Carlos contador de tempo que demora o Expresso a pedir desculpas:

22 horas

há 11 horas • Gosto

o

João Buga

acham que o expresso pede desculpas?!|?!??!?

 

ou o otário?!?!?!??!

 

a esta hora deve estar de cu para o Ar a lamber a ponta do lapiz a ser comido pla redação e a pensar como é que vai desenhar “que este é um país de analfabrutos, em que o p…Ver mais

há 11 horas • Gosto

o

Claudia Veloso

Afinal este cartoonista alem de desenhar como uma criança ainda faz cartoons que segundo ele vão contra a sua opinião…vejam o comentario que ele fez deste cartoon na sua pagina do facebook “Rodrigo de Matos: Oi Falcão. Isto não é a minha…Ver mais

há 11 horas • Gosto •   3

o

Daniel Neves da Costa este cartoon é um verdadeiro asco!! quem o fez devia ficar desempregado, nao conseguir arranjar emprego e depois ver o que sentem os desemrpegados de longa duração que querem trabalhar e não encontram onde!!!! que sofrem por isso, que tem vergonha pr nao conseguirem trabalhar, que se sentem inuteis…. um asco este cartoon, um nojo

há 11 horas • Gosto

o

Rui Gonçalves vi logo que seguia um guião… “a minha opinião guardo-a para mim” que ridículo

há 11 horas • Gosto •   3

o

Nuno Fontes ó Rodrigo….a tua cunha não me arranja um trabalhinho?

há 11 horas • Gosto •   2

o

Marta Inês Silva No comments…

há 10 horas • Gosto

o

Nuno Marques Peirico Meus caros, nao e no individuo que devem centrar as vossas criticas, idiotas a baixar as calsas ao clientelismo sempre existiram e continuarao a existir. Ja o Expresso, e um meio de comuncacao social com responsabilidades e uma linha editorial que nos e cada vez mais clara… A solucao e simples… Deixar o EXP(R)ESSO nas bancas…onde nem sequer devia chegar!

há 10 horas • Gosto •   4

o

Manel José

Esperemos que o sr.rodrigo seja posto na rua em breve e abdique do seu subsidio de desemprego, p ir fazer cartolas na rua e dormir no banco de jardim. Quanto ao expresso, nada surpreende, os seus colunistas hipócritas recebem fortunas para …Ver mais

há 10 horas • Gosto •   1

o

Pedro Neves Olha para mim a fazer desenhos e a gozar com o povo…olha para mim a trabalhar no duro com caran d’ache na mão. E que tal deixares os desenhos da primária e fosses trabalhar a sério?

há 10 horas • Gosto

o

MrDaffy Duck Os parazzzzzitas do expresso…nao se expressam……

há 10 horas • Gosto •   2

o

Nuno F. M. Teixeira-Lopes

‎…o autor vai, num futuro próximo, colher os frutos daquilo que semeou, pois cartoonista não são peças essências em termos financeiros e económicos, seja lá onde for… …são facilmente descartáveis, pois não são significativos, contrib…Ver mais

há 10 horas • Gosto

o

Diana Andreia Mais que o cartoon (que até está errado, pois a abelha tal como a formiga são normalmente vistas como animais bastante trabalhadores), acho mais ofensivo as legendas: parasitas do desemprego.

há 10 horas • Gosto •   2

o

Ana Menta Sim, as legendas ainda são pior. As legendas sim explicitam: PARASITAS. O expresso é que é um parasita. Não dá lucro, só existe para deturpar mentes.

há 9 horas • Não gosto •   6

o

Ana Leitão bem ao estilo do ‘his master’s voice’…é suposto ser satírico?

há 8 horas • Gosto

o

Isabel Pinto Basto Ao Rodriguinho que foi pago para fazer este cartoon, espero que não lhe saia na rifa o desemprego. O expresso não fez investigação, há mais gente a não receber, pode crer, porque quem estava a recibos verdes, e são imensos, nada recebem. Os jornais têm que se venderem!!!!!!!!!

há 8 horas • Gosto

o

Renato Teixeira Aprenda Rodrigo, aprenda!http://5dias.net/2012/03/15/antonio-serzedelo-sobre-o-movimento-sem-emprego/

 

António Serzedelo sobre o Movimento Sem Emprego | cinco dias

‎5dias.net

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this aud…Ver mais

há 7 horas • Gosto •   1 •

o

Fernando Bulhoes O subsídio de desemprego é uma compensação pelos descontos que o desempregado fez enquanto andou no activo.É temporário e nunca é superior ou igual ao ordenado auferido antes.Pelo que este cartoonista em vez de desenhar abelhas devia era ir pentear macacos!!!

há 7 horas • Não gosto •   1

o

Dora Lisboa eu escolhi mal…;)

há 7 horas • Gosto

o

José Trindade Retomando a tradição ancestral das pragas algarvias, o mal que eu desejo ao autor do dito cartoon é que…fique desempregado. Torne-se um expert em economia doméstica, vivendo de 65% do seu último salário ou um IAS (€419). Veja o tempo a passar e você sem arranjar nada (efeito “três cães a um osso”), que é bom para os nervos!

há 7 horas • Gosto •   2

o

Adolfo Torres O bom julgador por si se julga. Provavelmente deviam despedir este senhor para ele receber o mel sem ter de esforçar a fazer …disto!

há 6 horas • Gosto •   2

o

Gonçalo Lobo Pinheiro

Esta leva de comentários é ridícula, bem como são ridículos todos os comentários que têm sido feitos no site do Expresso. Quem não tem humor são os portugueses ressabiados que não fazem ponta de um corno e querem receber o subsídio de desem…Ver mais

há 6 horas • Gosto

o

José Trindade

Se trabalhou 8 anos num call-center devia passar a efectivo, é o que está na lei (3 anos ou 3 contratos a prazo). Foi o que aconteceu?

Eu sou um programador web. Está a sugerir-me que procure trabalho (necessariamente não qualificado porqu…Ver mais

há 6 horas • Gosto •   2

o

Gonçalo Lobo Pinheiro

E depois baralha-se muita coisa… José eu passei a efectivo da PT e despedi-me para a ir lutar pelo que gostava.

Sei bem do que falo. Depois disso trabalhei 10 anos a recibos verdes…

Se há alguém que sabe o que é ser precário sou eu. Re…Ver mais

há 5 horas • Gosto

o

Leo Vasco voces é que sao doidos! ate parece que o subsidio paga a put* da situaçao que assola a quem a ele recorre. Ide pastar mazé pah!

Queria ver esse saudosismo á naçao se trabalhassem na vinha e na fabrica. Cambada de panoes!

há 5 horas • Gosto •   1

o

Leo Vasco quando as kalashs se começarem a ouvir nas nossas ruas sem que a police’ possa fazer alguma coisa.aí sim, ate dao o mar e marinha.jornalistas otarios.

Alem disso nao sei porque é que um jornal em vez de nos dar as noticias tal como sao, andam paí armados em magazine

há 5 horas • Gosto

o

João Buga

gonçalo lobo pinheiro…

 

cheira-me que és como aqueles “policias” que vem á paisana meter comentarios de apoio á actuação policial, contra os delinquentes bla bla bla, de cada vez que a bófia age acima da lei, mata alguem sem necessidade,…Ver mais

há 4 horas • Gosto

o

Lopo Lencastre de Almeida Isto sair no Expresso e nesta altura é uma canalhice sem palavras.

há 4 horas • Gosto

o

Luís Ramos Parabéns portugueses, por ainda não terem partido esta merda toda. A começar por quem merece ser castigado. Os responsáveis do costume!

Fazer uma crítica tão simplista, pegando numa parte, por um todo, é de um gajo com muitos tomates e pouca inteligência.

Eu prefiro ter imtligência.

há 3 horas • Gosto

o

Gonçalo Lobo Pinheiro A questão é mesmo essa. A crítica simplista é dedicada a essa parte e não ao todo, como todos querem à força passar…

há 3 horas • Gosto

o

Dub Bud

O Gonçalo anda a ver se volta para Portugal, talvez para o expresso, tá-se mal em Macau… És amigo do Rodrigo? Pelos amigos faz-se tudo não é? Pois diz o teu perfil que em 1994 estavas na Secundária, em 1997 na Faculdade de Ciências, em 20…Ver mais

há 3 horas • Gosto •   1

o

Fernando Sarmento Quem apaga sistematicamente o que escrevo? Porque será????

há 3 horas • Gosto

o

José Trindade não me parece que o cartoonista (e volto a reiterar o meu desejo de o ver a ter que lamber o «mel» que critica a breve trecho) procure atingir apenas as «maçãs podres». pelo contrário, esta provocação (não lhe chamo cartoon) parece pretender atingir indistintamente todos os desempregados.

há 2 horas • Gosto •   3

o

Cäo de Guarda vergonhoso e lamentável.

há 2 horas • Gosto •   2

o

Cäo de Guarda Diz muito de quem “pensou” esta pérola

há 2 horas • Gosto •   2

o

Manuel Félix da Costa Este não é o Expresso que eu comprei desde o seu nº 1…

há cerca de uma hora • Gosto •   1

o

Manuel Félix da Costa Só escreve isto quem o faz de barriga cheia…

há cerca de uma hora • Gosto •   2

o

Isabel Pereira Será que o desespero pode levar a isto? “Preciso de um emprego/ pode ser na tua empresa/ eu dava conta do recado…” Os patrões do cartonista Rodrigo ter-lhe-ão feito alguma promessa?

há cerca de uma hora • Gosto

o

Natacha Santos Bye bye Expresso

há cerca de uma hora • Gosto •   2

o

Elisa Fardilha Inacreditável! Vergonhoso! Risquei o Expresso ….

há cerca de uma hora • Gosto •   2

o

Ana Tavares Vergonhoso. Fiquei sem palavras. Como é que é possível, numa altura em que todas os dias há empresas a fechar as portas, a mandar funcionários de férias… Ainda brincam com os desempregados. Incrível!

há 47 minutos • Gosto •   1

o

Maria Becas Expresso as minhas condolências

há 22 minutos • Gosto •   1

o

Dub Bud Gonçalo fugiste? Ou foste apanhado?

há 17 minutos • Gosto

 

Até às 23h20 do dia 15 de Março.

Lara Raquel Caldeira Ferraz O Expresso esteve MTO BEM quando dispensou o vendido e inútil e ignorante atrevido daquele que se quer passar por jornalista um tal de Mário Crespo que no anterior executivo denunciava todas e mais algumas (até inventava) injustiças, mas agora calou-se. Estranho.

há 30 minutos · Gosto

 

Paulo Pinto Rodrigo Expresso porque não propões ao Relvas uma estrelinha na lapela para os desempregados? Ainda podes ser promovido a secretário da propaganda…o teu futuro pode ser lançares desempregados ao Tejo ali no cais das colunas uma nova atrac…Ver mais

há 29 minutos · Gosto ·  2

 

Fer Antonio Pei ‎… esse bandalho de merda queria era outro pote … e não é o dos desempregados …. como podem sobreviver neste pais , e de outra forma #FDPs e parasitas assim …?????

há cerca de um minuto · Gosto

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

10 respostas a Quem não quer ser picado foge das abelhas

  1. Dora diz:

    Excelente resposta.

  2. igr al diz:

    De todos os comentários destaco aquele que recorda que “os ursos é que comem o mel, as abelhas só o fazem”. É o suficiente.

    Aparentemente, o autor deste desenho nasceu em Angola, durante a descolonização. Retornado, portanto. Nuff said.

    • Renato Teixeira diz:

      Esse é um critério falacioso. Ele também os há que com o mesmo percurso não recorrem àquela imbecilidade.

      • igr al diz:

        Claro que os há, parte da minha família é composta por retornados e não fazem destas figuras. Mas, exceptuando uma única pessoa, todos são reaccionários. Não houve maior escola de reaccionários que os retornados de África, esse exército anti-comunista do Emídio Guerreiro em 1975.

  3. Anónimo diz:

    “Quem não se desculpa perante todos aqueles que insultou está a fazer um obsceno convite a que as abelhas se organizem para lhe espetar o ferrão, vezes sem conta.”
    É isso mesmo, é preciso ser forte com os fortes.

  4. Vítor Vieira diz:

    Depois de ver os restantes cartoons de Rodrigo (http://expresso.sapo.pt/capitalderisco?num=20&page=1&npages) percebo que este lhe saiu “mal apontado”, alguns outros até são assim-assim; mas pronto, como vive em Macau (http://www.rodrigocartoon.com/, https://www.facebook.com/myeditorialcartoons?sk=app_2373072738, tal como o amigo Gonçalo Lobo Pinheiro que o defende extremosamente)…
    Ao menos podia ler o Expresso: http://expresso.sapo.pt/a-culpa-e-dos-desempregados-pa=f709598.
    Entretanto, revalido um comment: o “Expresso” continua caladinho como uma pedra, com receio do “efeito Ensitel”.
    Se podemos viver sem um pedido de desculpas? Podemos… mas não é a mesma coisa.

  5. Mónica Ramos diz:

    Isto é como tudo, uns querem trabalhar e não têm trabalho, mas há quem tenha oportunidades e não as aproveite, prefere mamar do pote do mel. Vejo por aqui muita gente indignada, mas quem está por dentro da realidade e trabalha em RH por exemplo sabe como isto funciona. Muitos vão à entrevista de emprego e como o salário proposto é pouco mais do que o valor recebido do fundo de desemprego o candidato faz de tudo para não aceitar o trabalho. É incrível o que se vê, já assisti a casos de pessoas que aparecem nas entrevistas com um ar de desmazelo que dá dó, quando são pessoas altamente qualificadas, casos de pessoas com uma atitude agressiva e quase violente usam palavreado abusivo e de uma falta de educação que deixa qualquer um à beira de um ataque de nervos. São uma minoria os que preferem mamar do pote, mas não digam que não existe o mamador de pote de mel profissional, porque existe!

Os comentários estão fechados.