desejos para o 13 de Março.

Para 2012 eu quero a queda da oligarquia representada e defendida pelo bloco central que nos governou durante toda a democracia.

Quero o respeito e a defesa Constituição da República Portuguesa, um documento avançado, progressista, realista, e que nunca foi cumprido.

Quero uma auditoria cidadã que deixe clara a ilegitimidade do serviço da dívida e reponha as prioridades do país. O estado emana dos cidadãos. Se não defende os cidadãos, não é legítimo. Quero o fim do dogma da austeridade, claro como está para todos nós que serve apenas para legitimar o saque de Portugal e a humilhação da sua população.

Quero o Serviço Nacional de Saúde e a Educação pública a que tenho direito pelos impostos que pago e não que os meus impostos sejam entregues ao BPN, à Lusoponte e às pensões milionárias das pessoas que trouxeram o país a este mau porto. Quero que a água e a electricidade sejam públicas, porque pertencem ao domínio público, e não privatizadas, ou nacionalizadas por um país estrangeiro como aconteceu com a EDP.

Quero direitos laborais e uma Segurança Social que me proteja em vez de me atacar.

E quero uma Europa democrática, em que os decisores sejam eleitos e não nomeados, e em que a igualdade dos países se reflicta nos direitos como nos deveres. Quero um BCE que seja um Banco Central Europeu e não o Banco Europeu da Usura.

Quero ser respeitada.
Estou farta que me faltem ao respeito.
nota: este post deveria ter saído ontem, mas o dia trocou-me as voltas. e na realidade não tem importância nenhuma. feliz 13 de Março para todxs. avancemos.

Sobre Sassmine

evil fingering.
Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

10 respostas a desejos para o 13 de Março.

  1. De diz:

    Assino por baixo.
    E dia 22 de Março avancemos mais…

  2. ricardosantos diz:

    isto não tem nada a ver mas digam -me cá passa-se alguma coisa na “democratica” siria?

    • De diz:

      Está perfeitamente enganado. Tem tudo a ver.Tanto que precisa vir a correr tentar desviar o tiro.
      Ah,o incómodo patenteado pelos serviçais bacocos em serviço oficioso.

  3. Sassmine
    ___Para além do tal bloco central_____o que há?

  4. Rafael Ortega diz:

    “Quero o Serviço Nacional de Saúde e a Educação pública a que tenho direito pelos impostos que pago e não que os meus impostos sejam entregues ao BPN, à Lusoponte e às pensões milionárias das pessoas que trouxeram o país a este mau porto.”

    Concordo consigo.

    “(…) Constituição da República Portuguesa, um documento avançado, progressista, realista”

    Ri-me.

Os comentários estão fechados.