O Bloco de Esquerda e as Presidenciais

 

É isso, Renato. Espero que o Bloco de Esquerda não mantenha a tradição de apoiar o candidato presidencial do Partido que está no Governo…

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

21 respostas a O Bloco de Esquerda e as Presidenciais

  1. Antónimo diz:

    a solução será mesmo carvalho da silva, que terá de avançar sozinho, mas devia já ir fazendo contactos.

    • Renato Teixeira diz:

      Contactos já ele tem. Precisa é de avançar antes que alguém avance por ele.

      • Antónimo diz:

        Pois, Renato, mas

        ele só pode avançar mais em cima da jogada

        não pode avançar com uma cor partidária

        nem sem ter garantido que terá os posteriores apoios do PCP, do BE e – infelizmente – pelo menos a garantia do PS (ou da sua esquerda) de que o apoiará ao menos numa segunda volta.

        • Ricardo Santos Pinto diz:

          Infelizmente, temo que qualquer candidato conotado logo à partida como o candidato do PCP e do Bloco esteja condenado à derrota. Melhor seria avançar como independente e depois esperar que toda a Esquerda se entenda.

          • Antónimo diz:

            Pois, por isso

            1) ele só pode avançar mais em cima da jogada

            2) não pode avançar com uma cor partidária

            3) nem sem ter garantido que terá os posteriores apoios do PCP, do BE e – infelizmente – pelo menos a garantia do PS (ou da sua esquerda) de que o apoiará ao menos numa segunda volta.

            Naquele dia em que a SIC em directo do congresso da intersindical convidou Adão e Silva para comentar a eleição de arménio carlos, tinha Cravinho em estúdio para comentar outras coisas. Perguntaram ao ex-ministro do equipamento o que achava da ideia de Carvalho da Silva a PR e ele disse logo que era complicado sendo do PCP. Garantiu

          • Antónimo diz:

            E garantiu /cravinho) que o PS nunca apoiaria Carvalho da Silva, “pelo menos numa primeira volta”, o que já é qualquer coisa.

          • Renato Teixeira diz:

            O melhor que nos podia acontecer era isso. PS-Guterres derrotado na primeira volta e segunda contra PSD-Marcelo com uma figura atipica à frente do processo. A ver…

          • Ricardo Santos Pinto diz:

            Guterres? Não me parece, aposto mais no Sócrates, que vai andar desaparecido até ao ano anterior.

  2. Pedro Bergano diz:

    Sempre à procura do D. Sebastião da Esquerda? bagh

    • Renato Teixeira diz:

      É precisamente porque não se trata disso. Uma candidatura com essas características, se souber fazer caminho, pode bem abrir a porta a um movimento popular que nos salve do sebastianismo.

    • Antónimo diz:

      a direita é que gosta dos sebastiões. tipo salazar, sá-carneiro, cavaco.

      aliás, cavaco fez o seu caminho para a presidência, colocando-se bem a jeito durante anos e garantindo até a entronização no ccb com direita a cobertura messiânica apadrinhada pela direcção de informação de ricardo costa.

      e marcelo há anos que faz campanha, como muitos alertaram desde sempre quando lhe começaram as prédicas, que sim, rui gomes da silva, salve. salve, chegou a quase meter na ordem.

      infelizmente, se os jornais convidam a direita – gil, bento, etc. – para lhes apadrinhar edições especiais, bem podiam, de quando em vez, mostrando pluralismo cuja falta já nem vergonha têm de mostrar, convidar alguém de esquerda para lhes fechar a coisa.

  3. Bruno Carvalho diz:

    Aquela não é a Mariana Mortágua que costumava andar nas acampadas? Não a vi com aquele casaco no Rossio.

  4. Telma diz:

    Desculpem Vossas Senhorias, mas estamos a falar do lançamento de um Livro.

    Por acaso já o folhearam?

    E têm criticas ao seu conteúdo?

    O livro é sobre a divida, e aqui fala-se de Presidenciais, será que me escapa alguma coisa?

    • Antónimo diz:

      O estranho é que se convide Marcelo para apresentações.

      Se Marcelo lançasse um livro duvida-se que se convidasse Jerónimo ou Fazenda para o apresentar.

  5. !!! diz:

    De facto, ó Bruno, que parvoíce, mais valia estares calado.

  6. Luis Almeida diz:

    Sei que o cobardolas que tem a alcunha de “presidente da república” não pode concorrer uma terceira vez ( Ufff! ) mas, parafraseando o outro, depois dele até o Rato Mickey fazia melhor figura…

  7. Pingback: O Renato Teixeira e as culpas do Bloco de Esquerda nas Presidenciais (ou: eis o motivo pelo qual eu não escrevo nada quando nada tenho para dizer e por isso se passa tanto tempo sem que aqui escreva o que quer que seja) | cinco dias

  8. Pingback: O silêncio do Carlos Guedes e a azia do Bloco de Esquerda (ou: eis o motivo pelo qual os aderentes do BE nada escrevem desde o descalabro da candidatura presidencial do Manuel Alegre) | cinco dias

  9. licas diz:

    TERCEIRO MANDATO ???
    Isto aqui não é a Venezuela, felizmente.

Os comentários estão fechados.