A não perder!

O site

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

Uma resposta a A não perder!

  1. Luis Almeida diz:

    Ainda bem que em Itália ainda é possível fazer filmes destes, reveladores do que é da ditadura da burguesia! Sabe se passará cá em Portugal, Tiago ?
    Quando eu ainda pertencia à classe média – quando o capitalismo parecia mais palatável do que hoje…- ia ao cinema ( ao teatro, comprava livros… ) com regularidade. Lembro-me de um filme que, hoje, não teria certamente condições para ser realizado. Trata-se de “Reds” de Warren Beatty, que relata a vida de John Reed, repórter do “Masses” – e um dos fundadores do Partido Comunista dos EUA – autor de “Dez Dias Que Abalaram o Mundo” sobre a sua experiência na União Soviética logo após a Revolução de Outubro. O filme baseia-se no livro.
    O Warren Beatty não deve ter conseguido produtor nos meios “main stream”do cinema americano, porque teve de produzi-lo ele próprio – além de te sido o actor principal e realizador !
    Mesmo que admitamos que, em teoria, era possível produzi-lo hoje, teria uma tão vasta audiência como teve em 1982/83 onde, num único cinema de Lisboa, o São Jorge, foi exibido durante 57 semanas consecutivas?! Não creio…

Os comentários estão fechados.