Da arquitectura. Da resistência.

Quase 50.000 caracteres como resultado de umas horas de conversa com o Manuel Graça Dias e a Ana Vaz Milheiro. Podem ser lidos aqui.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 Responses to Da arquitectura. Da resistência.

Os comentários estão fechados.