2011 Ano de luta e resistência

Não à exploração, às desigualdades e ao empobrecimento Outra política é possível e necessária

Faltam apenas alguns dias para a Manifestação Nacional de dia 11 de Fevereiro. Esta jornada de luta não surge do nada. Vem no seguimento de mais e mais medidas de austeridade, de um discurso político que faz pouco dos Portugueses e das dificuldades que enfrentam fruto dessas medidas. Mas vem também no seguimento de um ano de 2011 pleno de luta e resistência. Vejam um resumo das lutas de trabalhadores travadas em 2011.

Sobre André Levy

Sou bolseiro de pós-doutoramento em Biologia Evolutiva na Unidade de Investigação em Eco-Etologia do Instituto Superior de Psicologia Aplicada, em Lisboa
Este artigo foi publicado em André Levy, luta dos trabalhadores. Bookmark o permalink.

4 respostas a 2011 Ano de luta e resistência

  1. Corrijam só o título, é 2012 e não 2011. A LUTA continua!

  2. Luis Almeida diz:

    A lista é, de facto, impressionante, caro André Levy! Mesmo pessoas que, como eu, andam informadas ( compro e leio 52 “Avante!” por ano para além de muita outras coisas ) não nos damos conta da quantidade de lutas que os trabalhadores realizaram nesse espaço de tempo.
    Quanto aos media “de referência”, então nem se fala! Quando noticiam é só encerramentos, despedimentos colectivos, falências, sempre de forma a deixar as pessoas aterrorizadas quanto ao que lhes pode acontecer, de modo a aceitarem o caminho para o abismo como “inevitável” e de que mais vale não fazerem ondas porque podem ser os próximos…
    Belo e necessário trabalho de compilação, André. Ainda não pensei como mas tenho de partilhar. Talvez no FB…

  3. Joaquim Ribeiro diz:

    Caro André, sugiro que te juntes a nós para uma participação organizada nesta manifestação, somos profissionais de Ciência( Investigadores, Técnicos, Bolseiros…), iremos com o Sindicato da Função Publica Sul e Açores, o nosso ponto de encontro é junto ao Éden, Este apelo é extensivel a todos quantos trabalhem em ciência… Só uma força mobilizadora resolverá os problemas que nos afectam, Só uma grande Manifestação mostrará que queremos, que merecemos que lutaremos sempre por outro futuro…Até Sabado..

  4. V Cabral diz:

    Como disse Baptista Bastos, eu não tenho nada contra este governo , contra este des – Governo eu tenho tudo, por isso estarei lá ! …

Os comentários estão fechados.