“…para poder avaliar bem coisas que talvez nos esclarecessem, nos abrissem novos caminhos e uma orientação nova…”

No primeiro plenário da plataforma 15 de Outubro, realizado este domingo, começou-se a trabalhar para levar a cabo a proposta de continuidade, decidida na assembleia popular do dia 21 de Janeiro.

Para que não sobre nenhuma dúvida, o movimento passou a defender, por unanimidade, “a legalização de todas as pessoas que vivem em Portugal”, reconhecendo-lhes “direitos sociais e civis, incluindo o voto” manifestando ainda o seu repúdio a “toda a discriminação étnica”.

Além disso,  solidarizou-se com os trabalhadores da TAP e a sua luta contra o corte nos subsídios de férias e de natal, reiterou o pedido para a convocação de uma nova greve geral e saudou a greve marcada para o próximo dia 2 de Fevereiro.

O próximo plenário ficou marcado para dia 5 de Fevereiro, no Centro de Cultura e Intervenção Feminista, onde entre outras questões será debatido o problema da dívida e os moldes da participação do movimento na manifestação nacional do dia 11 de Fevereiro, convocada pela CGTP.

Aderiu igualmente à organização de um encontro nacional de activistas, agendado para o dia 25 de Fevereiro.

Participa e acompanha no site e no facebook.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 respostas a “…para poder avaliar bem coisas que talvez nos esclarecessem, nos abrissem novos caminhos e uma orientação nova…”

  1. Montag diz:

    O Carlos Paredes fala de uma “orientação nova” e não de uma “orientação mais actual”, como está no título que encabeça este postal.

  2. igga diz:

    que novos caminhos serão esses afinal?
    sem metáforas e ironias, por palavras simples – algo concreto!
    que orientação poderia ser essa afinal?..

    • Renato Teixeira diz:

      Ler custa um pouco, mas estou certo que mesmo sem isso reconhecerá que, pelo menos no ultimo ano, algo concreto e por caminhos novos começou a emergir.

      Não chega? Certamente que não. É continuar e, sobretudo, participar.

  3. igga diz:

    hehe, não pois não? waiting for moderation, simplesmente triste

    • Renato Teixeira diz:

      Então? A moderação aborrece-o? Queria que se publicasse toda e qualquer coisa que por aqui aterra? Da publicidade ao vazio?

  4. igga diz:

    “queria que se publica-se”… escrever custa um pouco…

    Meu caro, umas linhas sobre essa orientação nova… faz de conta que hoje somos todos sérios.
    iluminai aquele que não lê

    (com S. Miguel jantarás pão e mel, bem aburguesados por sinal)

Os comentários estão fechados.